domingo, 6 de junho de 2010

O que fazer?

Com franqueza, não sei a quem vale a pena escrever. Ontem, ouvi parte de um programa que, por vezes, apanho no zapping. E que uma ou outra pessoa, numa sala de amigos, sugere que se oiça. Confesso que, por iniciativa própria, não o faço. Ontem, foi por sugestão e eu disse logo ao meu amigo, que falou nesse programa, que não me apetecia ouvir falsidades ou ser insultado.

Mais uma vez, assim foi. E é sempre Daniel Oliveira ou Pedro Marques Lopes. Da comentadora, não me apetece falar. Já lá vão anos e continua a não me apetecer. Aliás, gostaria até de a ouvir dizer o que pensa sobre mim em matéria de Presidenciais. Gostaria mesmo muito. Será que se lembra?

Mas o que mais me indigna são as falsidades. E aquele participante, cujos dados já procurei, uma ou duas vezes, voltou a mentir.Já procurei na net, já procurei o endereço, perguntei a algumas pessoas quem é, de onde veio, porque fala e escreve em Órgãos de Comunicação. Um amigo meu disse - me que é " de Família com posses" e que é amigo de Pedro Passos Coelho. Se quiserem confirmar, procurem na net. Eu não encontrei mais.

Disse ele que eu descobri só agora a questão do casamento entre homossexuais e que essa é a única razão pela qual tenho defendido a possibilidade de uma candidatura alternativa à Presidência da República. É MENTIRA.

Já em 2005, na campanha das Legislativas, que disputei com José Sócrates, quis que este assunto fosse tema de campanha. Manifestei, logo nessa altura, a minha posição , de modo inequívoco. Fui áté acusado de ir longe de mais a falar do assunto, o que nunca aceitei. Para além disso, fui Mandatário Nacional para a realização de um Referendo sobre o Projecto que se tornou Lei e tenho vários escritos e respostas a inquéritos, desde há anos, em que manifestei esse entendimento.

O que fazer? Como é possível uma Televisão dar guarida a gente que MENTE deste modo? Aliás, o dito participante, antes dessas palavras, estava o programa quase a acabar e gritou: "esperem, esperem, que TENHO de dizer isto"... Tinha de dizer. Interrompeu os outros e lá veio mentira.

12 comentários:

MARIA JOSE FERREIRA disse...

Por acaso não vi,mas não ligue,infelizmente este País está cheio de gente mentirosa,e muitos
em grandes lugares...

Julgo que devía de se candidatar a
Presidente da República,sei que agora é capaz de ser tarde,mas tem
honestidade e educação,e eu votaría
em si.

César disse...

Para quem tem dificuldades em adormecer,é o programa indicado,é tiro e queda.
Cada vez que faço zapping,e por lá passo,pego logo no soninho.

Jorge Diniz disse...

"...O que fazer? Como é possível..."

É a questão que há muito tempo levantei!

Ainda não tive resposta.
Sendo a cumulação de reformas pelos "gestores profissionais" vindos dos diferentes quadrantes políticos a razão do "pântano", QUAL A SOLUÇÃO?

XXI disse...

"O que fazer?"

NÃO CENSURAR.

Helvios disse...

O homem tinha de dizer porque era isso que lhe tinham encomendado.Conversa de escárnio e maldizer, mas sem pés na cabeça.Mas vivem no passado, na altura que era "chic" dizer mal de Santana Lopes.

António Lopes da Costa disse...

Dr. Pedro Santana Lopes,

Continuo sem perceber qual é a razão de um programa onde estão representadas minorias, cujo público-alvo são essas mesmas minorias, continuar no ar em horas aceitáveis para sábado à noite.
Do mesmo modo que partilho as suas dúvidas. Há gente que aparece do nada.
Mas o que me incomoda não é nada disso. Porque deixei de ver o programa. E, se não ouço mentiras, que sei que são mentiras, não me posso incomodar.
O que incomoda é outra coisa: o desmoronar da sociedade, com a queda dos pilares que ajudaram a construí-la. Isso, sim, incomoda-me muito. Assim como o panorama político, em que os dois líderes dos dois maiores partidos vão apoiar candidatos dos quais não gostam.
Vá lá alguém perceber isto...

Um abraço

Anónimo disse...

Dr. Santana Lopes;
Esse Senhor, já foi devidamente catalogado pelo FNV no Mar Salgado.
...o "amável Toy do comentário plítico".....
Está tudo dito. E bem!

S.C. disse...

É, sem dúvida, razão suficiente para não ver o Eixo do Mal a parvoeira do Sr. Marques Lopes, a quem não se conhece curriculum nem mérito para opinar em tempo de antena. Até já a SICN nos vende gato por lebre!

Pedro Silva disse...

"O que fazer? Como é possível uma Televisão dar guarida a gente que MENTE deste modo?"

As mesmas pessoas nomeiam gente para Primeiro-Ministro, para que essa gente possa ter protagonismo...

Anónimo disse...

Em relação ao tal programa pouco, ou nada há a salientar. Debitam alarvidades em graus diferentes mas quase sempre dirigidos às mesmas pessoas. Também, outra coisa não seria de esperar de pessoas a soldo para dizer e espalhar os boatos que mais convêm ao pagador.
Em relação à pluma caprichosa, não há, de facto, absolutamente nada a dizer.
Os outros, coitados, têm de fazer pela vida. Há que compreender isso e dar o respectivo desconto.
Quanto aos visados, o melhor é nem ouvir aqueles disparates, porque assim evitam enervar-se desnecessariamente.

SAMARITANA

Maria Mendes disse...

Caro Dr. Santana Lopes,

Também no outro dia me questionei porque q é q de repente nos últimos anos apareceu um comentador, que ninguém conhece, que se diz de direita (lol) e que tem direito a tempo de antena na SIC, TSF e DN. Valha-nos Deus! è das pessoas mais cinicas que conheci em termos de comentários. Mas é todo o génedo de PPC, pois hoje diz A e amanhã diz B. LEmbram-se dele ser ferranho apoiante de MFL e depois dizer mal de MFL favorecendo claro JS? Essa criatura conseguiu que eu deixasse de ver o programa da SIC. Aliás daqueles intervenientes, só DO me parece às vezes um pouco mais honesto intelectualmente. Essa criatura até teve direito a estar a comentar o congresso do PSD. Ninguém sabe de onde essa critura surgiu. Mas já deu para perceber que no mundo dos blogues é muito criticado. Afinal é "Persona Non Grata" não por falar verdade, mas por inventar umas teorias inacreditáveis. E depois aquela arrogância e desperezo com que fala da direita conservadora católica é realmente lamentável. Talvez esta direita, conservadora, católica que infelizmente estão a tentar silenciar, um dia destes lhes proporcione uma grande surpresa, a esta criatura e a muitos que já começaram a ficar incomodados com as notícias.

Jorge Diniz disse...

Caro companheiro, o que o leva a "promover" (literalmente) este "comentador"?
Nunca o ouvi, mas face à sua insistência em falar dele, fui procurar esse "comentador".
O que vi e ouvi foi suficiente. Percebi logo o "estilo".

Um conselho: DEIXE-O "MORRER".