domingo, 3 de maio de 2009

Discrepâncias...

Sondagem da TVI, Intercampus, sobre as eleições europeias, dá, praticamente, empate. A da RTP, Universidade Católicaa, com o mesmo propósito, dá três pontos de diferença entre os dois maiores partidos. Mas há diferenças maiores entre os dois estudos, nomeadamente, na previsão de resultados para o CDS/PP e, também, para o Bloco de Esquerda. O CDS, numa das sondagens elege dois Deputados, noutra não elege nenhum O Bloco numa elege três, na outra só um. Como entender?

23 comentários:

Florbela da Silva disse...

Dr. Pedro Santana,
Convenhamos clarificar as mentes "iluminadas" que interpretam as sondagens. Essas variam consoante as conjunturas, ora de facto estas divisões oscilantes, como se o País estivesse num Barco Cruzeiro, expressa que cada vez mais as pessoas começam a estar com atenção aos tempos que se avizinham.
Para tal concentração deverá de facto a Comunicação social se dedicar de uma forma isenta a informar e denunciar o que se passa por cá.
Convenhamos estar atentos ás ruas de Lisboa, falar com os funcionários de limpeza urbana e começa-se a efectuar inquéritos muitas vezes sem palavras .
Palavras para quê??? Temos crise no nosso Quintal ...
Temos que começar a dizer ...
FLOR

Anónimo disse...

O Bar do Alcides, blog dos NÃO-MAÇONS exilados em SP/Brasil, acredita que quantos mais políticos NÃO-MAÇONS manifestarem a sua total repúdia pela Maçonaria, mais depressa se irão desmascarar os CULPADOS pela actual situação em Portugal!

Jorge Diniz disse...

Ontem estive em Melgaço, na "Feira do Fumeiro e Alvarinho".
Boa terra, terra de boas gentes que sabe bem receber.
No degustar desse néctar maravilhoso, acompanhado pelos fabulosos enchidos e presuntos, estava (na companhia de amigos) a meditar: "assim sim! Assim vale viver. A VIDA é feita de sensações boas".
Eis senão quando, inopinada e espontaneamente, acontece UMA MONUMENTAL VAIA!!!
O que teria acontecido?
Tinha acabado de chegar ao recinto, em clara propaganda (campanha) eleitoral, o Primeiro-ministro Eng.º José Sócrates, na companhia do Professor Vital Moreira.
A vaia foi espontânea em TERRA DE MAIORIA SOCIALISTA!
Agora sim, digo: aconteceu

O CANTO DO CISNE.

Sandra N. Martins disse...

Penso que as sondagens têm um valor indicativo, mas o primeiro grande teste ao que pensa e sente actualmente a população portuguesa será daqui a aproximadamente um mês, aquando das europeias.

É preocupante principalmente o nível de abstenção que as sondagens vão mostrando. Uma sociedade informada e participativa, ciente dos seus direitos e deveres, é fundamental em democracia.

Relativamente à sondagem do Expresso desta semana foi bom constatar como a candidatura social - democrata à Câmara de Lisboa angaria grande parte dos votos junto das camadas jovens. É um excelente indício de captação da atenção da faixa etária dos 18 aos 30 anos a qual costuma contribuir em larga medida (infelizmente!) para os níveis de abstenção que se vêm registando. Para este facto deve contribuir em grande medida a excelente pré-campanha que tem vindo a ser realizada através da Internet.

Por uma Lisboa com sentido!

Florida Portuguese American Club disse...

PS e PSD farinha do mesmo saco, saiba tudo em: http://mynameisfairplay.blogs.sapo.pt/

Paulo Almeida
Emigrado nos usa 2009

Florida Portuguese American Club disse...

PS e PSD farinha do mesmo saco, saiba tudo em: http://mynameisfairplay.blogs.sapo.pt/

Paulo Almeida
Emigrado nos usa 2009

Pereira disse...

Dr. Pedro Santana Lopes
Estou a ficar perplexo com a sua mania de comentar as sondagens coisa que anteriormente dizia não ter em conta. Ou melhor dizer que valiam o que valiam.
Pois aconselho-o a isso mesmo. Não ignorar mas optar pela abstenção ao comentário.
Mãos á obra se quer ganhar a Câmara de Lisboa.

Lynce disse...

Se o empate das sondagens se confirmar nas urnas, é muito mau resultado para o PPD/PSD.
Com estes ignóbeis do PS a serem vaiados por todo o país, não entendo como ainda não se conseguiu inverter estas previsões.
E se eventualmente nenhum partido conseguir a maioria absoluta nas eleições legislativas, só espero que no PPD/PSD, não exista nenhum idiota (no bom sentido da palavra)que se lembre de pôr em prática aquilo que Jorge Sampaio sugeriu hoje, a formação de um novo Bloco Central.
Estes indivíduos do PS já provaram, por mais do que uma vez, que não são de confiança.

Ricardo Araújo disse...

Boa noite Dr. Pedro Santana Lopes.
Esta é mais uma sondagem das muitas que ainda iremos ter até as eleições, por isso não podemos olhar para elas como se fossem no bom caminho.
As sondagens devem ser feitas por sí e não por gente que se diz entendido nestas matérias, pois como podemos constactar as discrepâncias são muitas.
As sondagens são feitas ao sabor de quem as encomenda.
Dr. Santana Lopes a sua sondagem tem de ser feita porta a porta e pessoa a pessoa, com uma boa campanha eleitoral e com um total esclarecimento do que de bom irá fazer a cidade de Lisboa se vencer as eleições.
Não se esqueça dos jovens, pois estes são o futuro do País, é que da maneira que caminham as sondagens e a ser verdade os eleitores são os mesmos de 2005, onde a abstenção foi grande e onde o interesse dos jovens foi muito reduzido, querendo eu afirmar que nestas sondagens predominam aqueles que votam nos partidos e não em programas eleitotrais, o que no meu entender tem de ser invertido, mas que só se consegue com os jovens Portugueses.
Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo

Anónimo disse...

Atenção, Atenção

"Eles andem aí!!!"
Taditos, a esperança é a última a morrer né?
Leiam só a mediocridade...
http://outravezno.blogspot.com/

Luis Melo disse...

Tal como já disse aqui são sondagens por encomenda...

Inês Tavares disse...

Com tanta abstenção, os rapazes fazem projecções do último voto -e isso dá muitos votos a Sócrates, que eu duvido ele vá ter no deia da eleição. Esta é a versão honesta.

Versão desonesta: os resultados da sondagem são wishfull thinking...

Jorge Gonçalves disse...

Dr. Pedro Santana,
Penso que é importante fazer estas sondagens.
Cada vez menos pessoas participam nestas o que é preocupante para este país...
Daqui a um mês vem as eleições europeias o que será um grande teste aos portugueses.

Ricardo Ferreira disse...

Eu acho que as sondagens são uma conspiração dos socialistas para não o deixarem chegar à Câmara de Lisboa.

Força, foi o melhor primeiro ministro de Portugal.

Luis Melo disse...

Sampaio revela-se

Jorge Sampaio considera que, após as eleições, e em nome da “estabilidade”, pode ser necessário criar um Governo de Bloco Central.

O Prof. Marcelo acha que podemos tirar das palavras de Sampaio, a admissão que o PS não vai ter maioria. Eu discordo.

Depois de, em 2004 ter demitido um governo de maioria (PSD-CDS), Jorge Sampaio vem agora dizer que está preocupado com a estabilidade.

Das duas uma, ou está a ficar "chéché" ou então prova que o que o levou a demitir Santana Lopes foi uma questão puramente partidária.

miguel vaz serra... disse...

Dr.Santana Lopes
Ontem tive dos dias mais felizes da minha vida na cidade de Lisboa.
Acordei, vi o azul do céu e pensei que o dia estava lindo e que nada me ia estragar essa ideia então,...saí..á rua..Olhei á volta e antes de pensar o que quer que fosse fiz de conta...Fiz de conta que podia andar no passeio sem carros estacionados até ás paredes dos prédios,fiz de conta que nos poucos sítios de passeio sem carros não havia porcaria de cão,fiz de conta que ao passar a passadeira os carros pararam para me deixar passar,que no asfalto não havia "caracteras" onde os carros partem os amortecedores e fazem manobras perigosas para se desviar dos buracos quando se dão conta mesmo em cima, fiz de conta que os pombos não voam por cima de nós a bombardear-nos com escrementos e que as velhinhas são brutalmente penalizadas por lhes dar mais comida,que a CML anda a fazer um trabalho exaustivo para decrescer dramaticamente as aves portadoras das mais variadas doenças e nocivas até ao património municipal e estatal, fiz de conta que as pessoas nas ruas de Lisboa olham umas para as outras com um sorriso nos lábios, que as lojas estão cheias de gente a comprar, que são felizes nos trabalhos que fazem, que têm tempo para disfrutar as famílias e amigos, fiz de conta que as escadas do Metro estavam limpas, que as luzes dos indicadores estavam acesas para nós sabermos para onde ir, que o Metro não tardou quase 15 minutos a chegar numa hora de ponta em que deveriam demorar 3 como máximo, fiz de conta que não ía esburrachado contra o vidro da porta da carruagem, fiz de conta que os Lisboetas cheirávam a lavado, que o jornal que encontrei já muito lido não tinha umas sondagens manipuladas pelo lobbi no Governo, que saí do outro lado a tempo e horas, que a "Baixa" estava limpa, cheia de turistas contentes de a passear, sentir e disfrutar , fiz de conta que as pedras dos passeios são porosos e que ninguêm escorrega, que não havia mais porcaria de cão nos passeios, fiz de conta que não vi uma velhinha a deitar um saco de lixo da janela do 2º andar para a rua, fiz de conta que o Terreiro do Paço estava limpo e toda a gente estava no Cais a ver o rio, que o businar desastroso dos Taxis não me faziam tapar os ouvidos, que as pessoas de cadeira de rodas andavam lado a lado conosco nos passeios limpos de carros e porcaria de cão, e na volta para casa...ao fim do dia...fiz de conta que tinha tido uma visão maravilhosa da cidade......Ontem fui feliz, porque ontem fiz de conta....

Florbela Silva disse...

Dignissimo Dr. Pedro Santana Lopes,
Boa noite
Antes de deitar a cabeça na almofada para dormir o sono dos justos, queria somente lhe expressar o seguinte :
1) Não tem que se preocupar com estatisticas, nem com inquéritos de opinião ... As cores e os simbolos das pessoas falam por si.
2) É lindo ver a Polícia Municipal espalhada pela nossa cidade, com coletes de identificação verde e laranja.
3) Outra situação de realçar são os "fardamentos" dos funcionários da limpeza urbana.
4) Para acreditarmos em causas e pessoas só temos que partilhar, como se de uma liga se tratasse, as cores, as tendências e acima de tudo ... não ter medo de expressar as nossas ideias e gostos.

Para ultimar pormenor curioso ... ambos temos o mesmo humor ... CÉU AZUL E MUITO CALOR.
VIVA O S.PEDRO

Florbela da Silva

Anónimo disse...

Bom Dia Dr. Santana Lopes,

Chegou-me a noticia de k a Sra. Nogueira Pinto foi convidada para fazer parte da lista ou trabalhar com António Costa e aceitou!
Se assim for, QUE VER-GO-NHA.....
Ao que as pessoas se sujeitam, k pobreza de espirito!!!!!!
EU

Jorge Diniz disse...

Li no Blogue GERAÇÂO DE 60 que Manuel Pinho veio defender o presidente da Agência Portuguesa para o Investimento, dizendo: «o líder da bancada do PSD, Paulo Rangel, tem de comer muita papa Maizena para chegar aos calcanhares de Basílio Horta.»

Ora, olhando para as "CORES" de Basílio Horta e Manuel Pinho, não me parece que a DIFERENÇA esteja na "papa Maizena". Mais me parece estar en qualquer OUTRO tipo de podutos que confiram colorações ora "VERMELHUSCAS", ora "CINZENTO MACERADO".

Fausto Oliveira disse...

Dr. Pedro Santana Lopes
Portugal é país com muitas pessoas de pensamento à "Portugal dos Pequeninos". Vemos, por este país fora uma atitude política do "deixa andar", "não convém mexer", "assim está bem". Enfim, estamos num país que muitas vezes constuído à imagem do "velho do Restelo", acha melhor o conformismo e a apatia, e tem medo da ambição e da coragem reformista que faz mexer os instalados e adormecidos.
Por outro, há projectos de rasgo, de ambição, de visão a médio e longo prazo, como os que o Sr. defendeu para Lisboa e que muitos contestaram, tentaram derrotar na altura e agora, são para todos concensuais.
Esse é o problema que os homens com visão, descomprometidos com a realidade, apaixonados pelo progresso sentem a cada passo: ter razão antes do tempo.
Foi o que aconteceu em Lisboa, foi o que aconteceu como Primeiro Ministro, em que medidas na altura consideradas erradas por todos, acabaram por ser tomadas por Sócrates, com pouca seriedade intelectual.
Espero que os lisbetas compreendam a necessiade de ter um homem na Câmara que faça de Lisboa um capital europeia e não uma cidade apagada, como com António Costa se está a tornar.

Fausto Oliveira
www.silvaresviva.blogs.sapo.pt

Flor e Bela Silva disse...

Dr. Pedro Santana Lopes,
Esta mensagem não a dirijo a si directamente mas é a via e o sentido obrigatório para dizer - BASTA .
Sim BASTA Sr. P.M. pare de pregar na praça pública com esse discurso, não percebe que os Portugueses estão fartos de ser enganados ... dão-lhe sinais disso repudiam a vossa campanha eleitoralista Europeia.
BASTA de perseguir quem não o quer, não necessita de usar os meios de comunicação social para mostrar o seu nervosismo.
Sabe acedi ao seu convite e vi o filme - MILK, pois tive pena de facto do amante homosexual que se matou por ciume de um amor dividido por todos os lados e gostei adorei o final do político raivoso que acabou por "F" como Lua de mel os seus amigos e morreu com um tiro.
Não percebe que temos tido séculos de fado mas que agora estas novas gerações tocam outros instrumentos e ouvem outras músicas.
Não precisa de arranjar mais "papões" para as criancinhas nem afugentar dos professores de cumprir a sua missão que é leccionar e introduzir valores que os Pais estando tão ocupados a lutar para dar um futuro condigno aos seus pais não têm tempo para lhes dar.
Acredite que não sou voz deste site nem tenho serviço encomendado, simplesmente é mais fácil "gritar" por aqui o meu descontentamento pelo seu "clube".
Estamos cansados que não saiba interpretar a C.R.P., não saiba respeitar um Chefe de Estado ... que puna quem não é do seu clube.
Oiça as músicas do 25 de Abril e pondere ... não basta sá dar 1 min. ás pessoas para poderem falar.
Não temos que o ouvir em silêncio ...temos sim que agir por um País democrático e voar como uma POMBA pela Liberdade de expressão .

É para começar a dizer JÁ ...
Florbela da Silva

P.S. Tente sair ainda com alguma dignidade.

Anónimo disse...

Bem, mas há um ponto comum a todas as sondagens, Pedro: o PS ganha sempre...

Anónimo disse...

Caro Dr. Pedro Santana Lopes,

O Ministro da Ciência e Ensino Superior, Professor Doutor Mariano Gago, prepara-se para enviar à A.R. um novo Estatuto da Carreira do Pessoal Docente do Ensino Superior Politécnico.

O novo Estatuto é uma Lei de despedimento encapotado que culminará, num prazo de 6 a 8 anos, com a dispensa de 25% a 40% do corpo docente daquelas instituições. Num universo de cerca de 10.000 docentes, esta medida afectará entre 2500 a 4000 famílias. Estes docentes serão despedidos independentemente da sua competência ou dos graus académicos que tenham realizado.

Tudo se passa, aparentemente, com a conivência da FENPROF e com o silêncio dos partidos da oposição.

Os afectados (não é o meu caso, pois tenho nomeação definitiva) mantêm-se em silêncio, em pânico, na esperança de vir a ficar nos 60 a 75% que não serão despedidos.
A nova Lei, que exigirá um mínimo de 25% de docentes convidados (que após o 1º contrato deverão passar para tempo parcial), provocará o desemprego entre docentes que desempenham com competência as suas funções (alguns à mais de 20 anos), favorecendo o emprego de pessoas que já se encontram empregadas (os convidados). Isto, sem que estas medidas tragam qualquer melhoria ou valor acrescentado ao Ensino Superior.

De facto, as medidas anunciadas, porão em causa o funcionamento de muitos cursos do ensino superior politécnico. A percentagem exagerada (cega, dado que não entra em consideração com as especificidades de cada curso) de convidados com actividades fora das instituições, nas condições impostas, conduzirá à diminuição da qualidade dos cursos politécnicos (o que será, talvez, um dos objectivos do ministro). A impossibilidade em contratar o número de pessoas (que trabalhem fora da instituição) requerido levará ao encerramento de muitos cursos (talvez, outro dos objectivos do ministro) pondo em causa a sobrevivência do Ensino Superior Politécnico.

Com os melhores cumprimentos,

Prof. Doutor Isménio Martins
(Director da Área Departamental de Engenharia Electrotécnica do Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve)