quarta-feira, 22 de junho de 2011

Que bem

Que bem! Que bem o que Pedro Passos Coelho anunciou sobre a decisão de não nomear novos Governadores Civis. Que bom terem - se demitido todos. Ficam os Secretários dos Governos Civis, até à extinção do cargo.
Que bem! Há décadas que eu lutava por isto. Durão Barroso, em 2002, desiludiu porque «deixou cair» a mesma promessa. Passos Coelho cumpriu. Toda uma diferença.

11 comentários:

Anónimo disse...

Dr. Santana Lopes, o Senhor é um visionário, tudo o que vier a ser bem feito, o Senhor já tinha dito.

PedroSantanaLopes disse...

Só a título de exemplo, para estes anónimos engraçadinhos...
http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1874694

PedroSantanaLopes disse...

Mais outro:
http://estadosdalma.blogs.sapo.pt/122009.html

PedroSantanaLopes disse...

Mais para os anónimos:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=452701

Nuno Manuel Costa disse...

Caro Dr.ª Santana Lopes, não seria mais benéfico anunciar uma revisão da Constituição para extinguir o cargo?
Sendo o governador civil um cargo previsto no artigo 291º da Constituição não obriga a nomeação de alguém? Poderão os Secretários dos Governos Civis ocupar o cargo por muito tempo? Não percebo muito de leis, mas acho que estamos outra vez a começar pelo lado errado nesta questão!
Vários governos prometeram a extinção dos governos civis, mas nenhum prometeu a revisão constitucional que permite essa extinção! Se bem me recordo o último projecto de revisão constitucional do PSD não previa esta alteração!

Abraço.

Hugo Correia disse...

Não conheço o grau de isenção ou se existe qualquer ligação deste blogger com Santana Lopes, mas por alguma razão o merecido destaque(9 de Junho)...

http://itsprstupid.blogspot.com/2011/06/nao-aos-governadores-civis.html

Agora a confirmação(21 de Junho)...

http://itsprstupid.blogspot.com/2011/06/bom-sinal-de-passos-para-comecar.html

o cusco....... disse...

Como foi dito por um comentador, o PM, este claro, o outro era uma coisa muito muito muito má, é um homem de palavra.
Em relação à lei, não sou Jurista, mas penso que se a Bélgica vive há mais de um ano sem Governo, e tem uma Constituição que o prevê, não vejo porque raio temos que engordar gente que nada faz nem é necessária.
Não foram extintos. Eles mesmo pediram as demissões, certo? Então? Para fazer passaportes e mandar apagar fogo, bastam os arquivos e os Bombeiros!!!
Enquanto não se muda a lei, não se nomeia ninguêm e fica assim, em "standby" que fica muitíssimo bem!!!!
E meus amigos...Caros anónimos...Calma!!! Animo camaradas!!!!O vosso mundo quase acabou mas não de todo…O povo é sereno...
Antes de vomitaram veneno, leiam, cultivem-se, critiquem-me muito que me faz importante, mas deixem de dizer baboseiras e atacar Pedro Santana Lopes só porque acham que fica bem...
Fica PÉSSIMO, fora de moda, já não vai com nada. Isso era antes! Vendia muito falar mal só por falar dos mitos de Santana. Deu muito jeito então. Principalmente aos golpistas.
Mas Sócrates “morreu”.
Finito!!!
A ditadura do escárnio e mal dizer acabou.
A moda agora é dizer mal do morto que foi o melhor sogro do mundo:"deixou tudo à nora!!!!"
E Dr. Pedro Miguel. Parabéns!!! Desta vez não se calou e deu-lhes na cara!!! Obrigado! Que um gajo até se sente "arroupado"!!!

meco disse...

Dr. Pedro Santana Lopes gostei das respostas aos anónimos; mas espero que não tenha ficado zangado, pois deve conhecer o ditado "Só se atiram pedras a árvores com fruto" e é por isso mesmo que se escondem no anonimato.
Abraço,

PEDRO PALMA disse...

Este comentário é apenas para reiterar o que foi dito pelo Nuno Manuel Costa. Para se acabar com os Governadores Civis é preciso acabar com os Governos Civis.
O Pedro passos Coelho não cumpriu com nada que não tivesse prometido.

Jorge disse...

Há aqui um equivoco. Não se demitiram todos os governadores civis. Os tipos de Aveiro e Faro, insistem em continuar a mamar à conta dos impostos do contribuinte.

silva disse...

E faltam ainda tantas outras, como por exemplo a descentralização ou a desertificação do território?
Só quem privou consigo sabe os momentos complexos e complicados, as pressões que sofreu quando convenientemente Durão Barroso também abandonou o pântano e Sampaio aproveitou a situação.
Não podemos esquecer que o país chegou onde chegou devido à "boa moeda". Essas "verdades" deveriam ser apuradas, pois estamos a pagar uma factura bem elevada. E esses anónimos têm alguma dificuldade em dar a mão à palmatória.
Este momento, a dissolução de uma maioria parlamentar, deveria ser muito bem explicada.
Não basta as explicações paternalistas de Sampaio bem ao estilo de regime anterior ao 25 de Abril. Portugal têm de perder esse complexo e atingir maturidade política, já não se aguenta os discursos de Soares, Sampaios, Cavacos e Durões, como se fossem pais da nação.
Aliás quando Nobre perdeu a sua eleição para Presidente da Assembleia por 2 vezes, foi bonito ver que Passos Coelho não se refugiou em retóricas, assumiu a sua palavra mesmo sabendo que seria a 1ª derrota.
É assim, talvez seja agora tempo de um novo ciclo!
Mais responsabilização e mais sentido de dever. A ver vamos!