sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Já chega!

Ontem fui do Alentejo a Lisboa, com um dos meus Filhos mais novos e com um Sobrinho, de propósito, para ver o Sporting - Brondy.
Confesso que íamos apreensivos, como deveria acontecer com todos os Sportinguistas, com receio de que este fosse o último jogo, desta época, de competições europeias.

Os receios eram fundados. Tenho procurado manter silêncio sobre muitos assuntos, também pela simpatia que tenho por José Eduardo Bettencourt. Mas aquilo é mau de mais. Os jogadores que noutros clubes jogam para a frente, chegam a Alvalade e começama jogar para o lado. E, semanas depois, para trás. Evaldo é um exemplo. João Pereira é a excepção.

Já agora, quero exteriorizar mais algumas opiniões sobre o futebol do Sporting que, há tanto tempo, nos deixa tristes.
Para começar, confesso que já estamos saturados de perder com o Paços Ferreira. Não sei se fomos contratar o Treinador que todos identificamos com aquele clube, para tentar ganhar, esta época, no campo da Mata Real. Mas como já foi o jogo lá... Até podemos ganhar tudo, que é difícil mudar de opinião.

Vuckcevic e Djaló só entraram quando estávamos a perder dois a zero. Quem assistiu ao jogo viu a diferença... O Montegrino fez uma excelente pré -época, por isso não se entende a razão pela qual foi "para o banco"...

Está na hora de tomar a decisão sobre Stoikovic, Guarda- redes da Selecção da Sérvia. Zapater, dizem que sim, Pongolle, continuamos à espera. Falta liderança, espírito de conquista.
Costumo discutir muito com os meus Filhos sobre Liedson. São fãs incondicionais. Como muitos adeptos de outros clubes. Amigos meus do Porto e do Benfica - especialmente estes - dizem que gostavam de contar com o "Levezinho" nas respectivas fileiras. É, sem dúvida, um finalizador muito eficaz. Mas, para mim, o problema do Sporting é o chamado "fio de jogo". O Sporting nunca tem jogadas automatizadas, nunca joga para a frente. Precisamos de jogadores que sejam bons no "um para um". Jogadores que, quando recebem a bola, não dêem sempre uma volta sobre si mesmos mas que, antes, comecem a correr para a baliza ou "tabelem" para ir buscar a bola mais à frente... Ora, para isso, têm de ganhar, em velocidade, aos defesas.

Já sei que todos somos "treinadores de bancada" e que "cada cabeça, cada sentença". Mas, tem sido tanto tempo com esta sensaboria e a "metermos para dentro" o que nos apetece dizer. Apetece ver em Alvalade um grande jogador, uma grande jogada... Nem que se desinvista noutros... Para quem tem idade para isso, lembram - se do Yazalde, do Keita, do Damas, do Oliveira, do Jordão, do Manuel Fernandes, do Fernando Peres?
Estamos fartos de bocejar naqueles jogos. Queremos vibrar. Queremos ganhar.

27 comentários:

alvex disse...

Queira Deus que o Sporting desça.

Jorge Diniz disse...

Parece que "optou" pelo futebol!

Zé da Póvoa disse...

De facto, temos que retirar a ilacção de que naquele cabaz falta uma "maçã podre"!

Kássia Kiss disse...

Lembro-me até do Yazalde, argentino, foi o meu primeiro herói do futebol, tinha eu seis ou sete anos.

Isto é para me redimir do comentário irónico do post acima.

Sim, sou sportinguista! E talvez PSD ;)

Paulo Magalhães disse...

Será que saiu uma maçã podre ou ficaram foram muitas? E ao que parece entraram ainda mais, será?

Anónimo disse...

Concordo plenamente, o Sporting somos Nós, neste momento.
Renata

Anónimo disse...

Caro Pedro, sou militante do nosso PPD/PSD á muitos anos, sempre fui um enorme defensor das suas ideias, embora tivesse discordado em alguns momentos como não podia deixar de ser, como por exemplo quando aceitou o presente envenenado do na altura Presidente da Republica Jorge Sampaio! Mas o que me leva hoje a escrever-lhe diz respeito ao nosso querido Sporting, penso acima de tudo que nós sócios do clube temos que fazer algo pelo Sporting! Peço-lhe por tudo e por pensar que o Pedro deve isso aos sócios e adeptos do Sporting, sabe concerteza ao que me refiro, peço-lhe que intervenha e que considere uma eventual candidatura ao cargo de presidente.Deixo-lhe o meu email, pois gostava imenso de obter uma resposta sua, agradecendo desde já a sua atenção. pedrompventura@hotmail.com

catinga disse...

Nada que não se resolva contratando 15 argentinos, 4 espanhóis, 2 paraguaios e três uruguais. Ah, e um brasileiro para servir de intérprete.

Gnitrops disse...

Nos 10 meses que o Sr. lá esteve, o panorama não era melhor...

É fácil criticar. Fazer alguma coisa de positivo é que nem por isso.

SL

Anónimo disse...

Intervenha, meu caro Pedro. Confesso que também não achei que a sua presidência no nosso clube tenha sido um marco na nossa história mas, neste momento precisamos de si.

Não podemos virar esta página negra sem um presidente forte, que, antes de mais não tenha nada a ganhar (mediatica e financeiramente) com o cargo, que seja independente dos poderes instituidos (fcp, empresários..), que tenha experiencia no mundo do futebol (e na selva da politica) e, sobretudo, que toda a gente reconheça como um verdadeiro sportinguista.

Penso que mais ninguém preenche estes requisitos. E, não podendo imaginar do que ainda quer fazer da sua vida, não vejo forma de recusar nesta fase da sua vida um amor que é também de todos nós e corre perigo de vida.

JL disse...

deixa de ser larilas e cresce. a culpa também é tua: quando foste presidente também não fizeste muito...

Jorge Afonso disse...

Sporting pode estar à beira do abismo.
José Eduardo B. está a cometer demasiados erros.
Costinha foi um lapso e Carlos Carvalhal despedido quando estava a formar equipa e esta a praticar bom futebol.
Está-se a gastar dinheiro em jogadores muito fracos (Fernandez e Valdez).
Dr. Santana Lopes, p.f. SALVE O SPORTING - amanhã pode ser tarde.

8 disse...

Caro Dr. PSL

Venho aqui pela primeira vez, através de um link Sportinguista que “picou” alguns parágrafos deste seu post, e deixou a ligação.

Começo por lhe dizer, que tenho perto de 50 anos de sócio do Sporting Clube de Portugal, mais alguns de adepto que não tinha dinheiro para ser sócio, e que considero que o Sr. foi o pior presidente da história do Sporting.

A sua “brilhante” decisão de acabar com modalidades com história e carisma no Clube, foi uma grande amputação no Sporting, na sua história e na alma Sportinguista. Se juntarmos a isso tudo o que fez para estragar o trabalho de Carlos Queiroz, depois de ter de o ir repescar a contragosto, estão definidos pontos fundamentais para classificar o seu, felizmente curto, mandato.

Não querendo favores, o Sporting não quer favores de ninguém que ocupe cargos públicos, quer apenas justiça e igualdade de tratamento com os seus iguais, não podemos esquecer o seu comportamento enquanto SE da Cultura relativamente à pala do saudoso Estádio José Alvalade, nem a desigualdade de tratamento entre o Sporting e o Benfica aquando da construção dos respectivos estádios, sendo o senhor na ocasião o Presidente da CML.

Por tudo isto quando mostra o seu desânimo e a sua descrença relativamente à actual situação do Sporting e do seu futebol, não se sente como o iniciador deste estado de crise profunda em que o Clube se encontra?

Saudações Leoninas

Anónimo disse...

Apareça senhor presidente... intervenha mais e quem sabe possa vir a ocupar aquele lugar

Precisamos de alternativas!

Anónimo disse...

Porque é que o Santana Lopes deixou de ser presidente do Sporting?

PAULO SOUSA disse...

Boa noite,

é com alguma estupefacção que li o seu texto...
Foi graças ao sr Pedro que o Sporting ficou na altura reduzido a metade dos sócios que tinha...pretendia que os sócios pagassem um ano de quotas a mais...para se pagar as extravagancias do sr Pedro(Helicópeteros a secar a relva por ex).
Já se esqueceu que fugiu quando era presidente?
Que autoridade moral tem o senhor para falar?

Viva o Sporting

C P M disse...

Deixe de torturar os seus filhos, por favor, evite que sofram - não os leve mais a ver o Sporting.

Não imponha a sua vontade aos menores, eles quando crescerem decidirão por si próprios.

Ultimo Aviso!

Comissão de Protecção de Menores

João Miranda disse...

Caro colega e companheiro Pedro Santana Lopes, eu subscrevo alguma das suas considerações.Acrescentaria até porque razão o treinador afastou o miúdo Diogo Salomão e nem sequer foi inscrito na Liga Europa? Não foi ele a alma da pre-época?o Sporting tem alguém a jogar nos flancos como ele?A mim parece-me que o treinador independentemente de não ser de facto mobilizador (falta-nos um Malcom Allison ou um John Toshack) parece ter atingido o principio de Peter e de repente passou a inventar e a apostar nas antiguidades (Matias Fernandez, Polgas...)deixando o miúdo de lado ao passo que o Rui Vitória lançou o Caetano que fez o que quiz da defesa.Acredita Pedro este miúdo (Salomão) é ainda melhor que o Nani, Quaresma, Simão e não fica nada a dever ao Ronaldo tem um grande potencial e joga para a frente sendo imbativel no um para um.O Treinador tem de deixar de ser medroso e apostar num futebol simples e sobretudo neste jogador que vai dar grandes alegrias aos adeptos. João Miranda (mirandajoao@iol.pt).

AC disse...

O dr. está habituado à política: bla, bla,bla,.....
No futebol também é um bocado assim, mas nós Sportinguistas, devemos deixar q sejam os outros a dizer mal, a desestabilizar, virando os sócios contra o treinador e Direcção... nós devemos apoiar.De acordo dr.?
Associado 5600.

Anónimo disse...

o que eu gosto de ver é como inúteis crônicos como o santana lopes que conseguiram o feito excepcional de onde esteve mostrou incompetência, vem agora falar como se fosse um senador da nação.

Anónimo disse...

who cares??

PedroSantanaLopes disse...

Para quem assina com um 8,não quer identificar - se?
Como vê pelos comentários publicados, este é um blogue onde reina o pluralismo.

PedroSantanaLopes disse...

O meu texto - convite tem uma vírgula em vez de dois pontos.

Pedro disse...

Não é facil ser do Sporting. Não é facil passar tantos anos a acreditar numa tão desejada epoca ou decada dominadora, em que se ganhe um campeonato a 10 jornadas do fim ou em 10 anos se ganhe 5 ou 6 titulos.
O Sporting é um clube com uma doença terrivel, um virus que se instalou e que contagia todos os competentes que por lá passam desde dirigentes a treinadores e jogadores. Um virus que parece que condenou o clube ao fracasso. Mesmo nas ultimas vezes em que fomos campeões, o virus na epoca seguinte atacou ainda mais forte, conseguindo exterminar os que tinham alguma responsabilidade no sucesso do clube, desmoronando-se tudo.
O clube é fragil e sedento de vitorias, sem resistencia ou margem para aguentar periodos menos bons. Um periodo menos bom, normalmente mata a epoca.

Já tanto dirigente passou pelo clube nestes ultimos 10 anos que não sei se é justo afirmar que sejam todos incapazes de levar o clube ao sucesso. Mas acho que esse é um dos problemas, tantos dirigentes em tão poucos anos.
Veja-se o caso do FCP e agora do SLB, os seus presidentes estão no cargo á algum tempo, tempo esse necessario para tirar da cabeça que se vai ser o salvador da patria em tempo record. Só com muito trabalho, muita adversidade, determinação e conhecimento do meio é que se consegue alguma coisa. Só com tempo e muita exposição se fica imune ou se descobrem anti-virus.

Bettencourt já demonstrou que ama o Sporting, mas não tem perfil nem capacidade para ser Presidente. penso mesmo que é o pior dos ultimos anos. As suas mexidas no clube têm sido desastrosas sem resultados á vista. Deu apoio "forever" a Paulo Bento que já se foi embora, Sá Pinto já saiu, Carvalhal já saiu, Villas Boas foi para o Porto bem como João Moutinho, e agora, percebendo que não percebe nada de futebol, pôs o Costinha na frente, um pouco á imagem do SLB com Rui Costa. Só que no SLB, Vieira já fez questão de mencionar variadissmas vezes que quem manda e decide no clube, é ele. Rui Costa parece mais ser um capote para o dia em que as coisas correrem mal.

O Sporting parece nos ultimos anos um palco de gestores bem intencionados mas com muito pouco conhecimento do mundo do futebol ou vontade de lá ficar durante o tempo necessario debaixo de fogo, ganhar experiencia a lidar com os males do clube, ficar imune ao virus, e querer ser campeão mais que uma vez.

César João disse...

O problema,é que o Sporting não pode continuar a dar formação a treinadores.Já basta ter de concluir a formação dos jogadores que vem da academia.
Tão simples quanto isso!

Ricardo Silva disse...

Mandem p`ra cá mais um ou dois que a malta agradece. Quanto aos restantes, podem ficar com eles que nem a borla os queremos.
Há! Já me esquecia. O João, manda-vos cumprimentos e diz que está muito feliz.

Jorge disse...

É preciso ter confiança, ainda falta jogar 90 minutos. A passagem à fase de grupos, faz-se em duas mãos.