sábado, 7 de agosto de 2010

Exactamente

Daniel Proença de Carvalho disse, ontem, em entrevista à SIC Notícias, que admira os Políticos corajosos que são perseguidos por causa das reformas que levam por diante e não vergam. Que bom! Por acaso, lembro - me das suas declarações logo após as eleições legislativas de 2005. Só entendi mais tarde...

Também afirmou que apoiará, de novo, Cavaco Silva, apesar de discordar da sua orientação e das suas atitudes quanto à admissibilidade, ou não, de Governos minoritários, questão que considera essencial para o País, especialmente neste tempo de crise. Discordou da leitura que Cavaco Silva faz sobre os poderes presidenciais e considerou a posição do Presidente no caso das "escutas de Belém", um momento infeliz. Mesmo assim, respondeu que apoiaria uma recandidatura
de Cavaco Silva com toda a naturalidade, porque nunca pensou concordar com o Presidente em todas as matérias!...

É , pois, apoiante de Cavaco Silva, de José Sócrates, defendeu Pinto Monteiro e foi simpático para com Pedro Passos Coelho. Exactamente.

É mesmo necessária outra candidatura.

24 comentários:

César disse...

Isso é o que se chama querer ficar bem com Diabo e com Deus ao mesmo tempo.

Hugo Correia disse...

«O moscardo apega-se à orelha do touro e a carraça à do cão. Também o adulador, comichando com lisonjas as orelhas daqueles que amam a glória, se lhes apega tão ferreamente que depois é impossível apartarem-se dele.»

Plutarco, De como distinguir o adulador do amigo

João Gonçalves disse...

Não é não. Não tome a árvore pela floresta. Ainda por cima uma árvore com as raízes apodrecidas. Abraço amigo.

Jorge Diniz disse...

Proença de Carvalho vem "defender o seu território". Aliás, como o faz Miguel Judice.

Ambos são "culpados" na crise, mas não querem perder os "direitos" (i.é., privilégios) conquistados com tanto "esforço". Por isso esta "estratégica" aparição sob a égide do "poder instituído".

Anónimo disse...

Dr. Pedro Santana Lopes

Não é o tema deste post mas prefiro dar relevo a uma notícia que me encheu de alegria: o fim das touradas na região da Catalunha. Até que enfim! Para quando a proibição das touradas em Portugal. É um espectáculo que não faz sentido nenhum: sanguinário e irracional, mas é a minha opinião, claro. Gostava muito de um dia poder falar com um cavaleiro tauromáquico para que ele me tentasse explicar o gosto que alguém pode sentir em massacrar um animal em nome de espectáculos aos quais está, normalmente, associada uma intenção benemérita!!!! Imagine-se a incongruência. É outra espécie de "lavagem" de dinheiro...
Parabéns à Catalunha :)

Quanto as políticos, neste momento não me interessam. Uma perfeita desilusão :( . Tudo menos sentido de Estado; interesses pessoais em detrimento dos interesses nacionais, mentira, corrupção e por aí fora... Por isso a única arma que resta é o Voto em Branco.

E continuo a dizer:
Eu Patriota me Confesso e Recuso-me a Pagar a ostentação dos políticos e governantes.
Venha mais uma frota de carros topo de gama, né? E o preço do pão a subir e os transportes e a gasolina.... e o que mais virá!

Já agora, uma chamada de atenção para as obras na Av Brasil, na Foz do Douro-Porto, mais precisamente junto à Praia da Luz. Ainda há pouco tempo( 2 meses talvez) estiveram a alcatroar o pavimento. Qual não é o meu espanto ao verificar que já está o mesmo pavimento a ser levantado para aumentar o passeio, assim parece, para voltar a ser novamente alcatroado. Consta-se que, salvo erro, o vice do Sr. Dr. Rui Rio da CMP tem uma empresa de Obras Públicas. Será fumo sem fogo? Para bom entendedor...
E assim faz-se e desfaz-se e nunca mais as despesas ficam controladas ou diminuem.

De volta ao início: Obrigado Catalunha!


MG

maria lisboa....... disse...

Depois de se saber agora que Cândida Almeida "negociou" Sócrates e nem foi compulsivamente demitida depois de se saber essa barbaridade que só define a justiça neste momento em Portugal ( depois querem que o capital estrangeiro venha investir cá ) e como diz o DN "Os procuradores encarregados do processo Freeport, Vítor Magalhães e Paes de Faria, revelaram, numa reunião conjunta em Haia com as autoridades inglesas, que preferiam não ter a directora do DCIAP, Cândida Almeida, presente. O SFO registou tudo.
Em Fevereiro de 2009, os magistrados titulares do processo Freeport, Vítor Magalhães e Paes de Faria, sugeriram numa reunião em Haia com as autoridades inglesas ter "falta de confiança na hierarquia" do Ministério Público, ou seja, na directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, Cândida Almeida" como se pode ler em http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1636620
( ler tudo!!! )
,qualquer coisa é mesmo possível neste bem pobre País, para espanto dos que ainda tinham esperança que afinal tudo fosse normal.
Afinal quem manda nesta gente? E em nós?

Anónimo disse...

Ó Dr. Santana Lopes! Se quer candidatar-se a PR, força. Mas depois não se queixe que foi uma vez mais incompreendido.

Anónimo disse...

Há um ditado tuaregue que diz:

UMA FAGULHA SÓ É FOGO SE TIVER PALHA PARA SE DEITAR.

É e foi assim na TVI, é e foi assim no Freeport, Casa Pia, etc etc.

Conclusão:

Este país é um deserto onde não cresce a palha para a fagulha se deitar, porque essa, a fagulha, anda de um lado para o outro, desesperada, à procura de cama.

É que a palha, quer se queira quer não, somos nós. E os portugueses de hoje já nem para plaha servem, como se prova pelo estado a que esta merda chegou.

Rita

Hugo Correia disse...

«A questão não são só os telemóveis. O modo de conduzir é, no geral, assustador. Qual a razão? Só pode ser a deficiente formação. Faz impressão assistir ao que se passa nas estradas portuguesas e perceber que alguém, um dia, aprovou essas pessoas num exame de condução.»


Gostava de tecer um comentário à última parte do seu artigo no Sol do passado dia 30 de Julho.
Não sei como funcionam as escolas de condução noutros pontos do país, mas por cá, litoral norte, é uma corrupção descarada há pelo menos trinta anos. Uma boa parte dos encartados, quase seguro, mais de metade, pagaram suborno no momento do exame de condução(uma quase exigência para o sucesso). É uma práctica corrente, quem paga suborno tem direito a um exame de dificuldade reduzida e só não passa se for mesmo azelha de todo e quem não paga tem direito ao rigor que se impõe num exame desta natureza e à pressão psicológica inerente ao facto. E quantos destes não passam, por erros mínimos, ou mesmo sem falhas comprometedoras? Dou dois exemplos: 1º_ uma prima da minha mulher por uma vez não passou por "excesso de zelo", exactamente assim, "excesso de zelo", 2º_ um amigo meu, muito recentemente foi a exame, não deu o envelope(o recheio, actualmente, deve andar pelos 200 a 250 euros) e reprovou. A principal falha apontada pelo examinador, que passo a citar, foi mais ou menos assim... "O senhor já tem idade para ter juízo, para saber como estas coisas funcionam". Imaginem a revolta!!! Não explico as diligências que o meu amigo tomou de seguida. Mas quantos não se calaram e calam impotentes perante situações semelhantes? É o que dá esperar que a justiça actue em Portugal. Este é um tema bem conhecido de muitos portugueses e será talvez a principal razão para o que se passa nas estradas portuguesas. Mas haverá certamente quem dê outros exemplos e se explique melhor do que eu.

JORGE SANTOS disse...

NÃO COMPLICAR O QUE É FÁCIL
É UMA REGRA DE OURO QUE SE
APLICA A TUDO NA VIDA .
PSL DEIXA OS PORTUGUESES EM
GERAL E OS PPD/PSD EM SOSSEGO

QUANTO ÀS PRESIDENCIAIS...
...SERVE A MÁXIMA SUPRA CITADA

JORGE SANTOS
MILITANTE PPD/PSD - EX PRES.JUNTA FREGUESIA

Anónimo disse...

Caro Pedro


A sua luta é constante, aplaudo os critérios que o move perante a vida política portuguesa, assumindo-se como político de raiz, alguém que tem pensamento e ideais para si e para os seus concidadãos.

Mas aproveito para dar uma achega que me parece ter sido sempre a sua pedra no sapado, Paulo Portas!

Independentemente da sua amizade, e todos os portugueses o sabem, essa "colagem" é o travão para o brilhantismo de uma voz a maioria das vezes certeira.

Foi feio, muito feio mesmo a forma como foi colocada em causa a sua posição como líder do PSD e PM.

Sabemos bem que o dinheiro falou mais alto, e hoje, mesmo em tempos tão difíceis, não existe a coragem suficiente para cobrar ao sistema financeiro português a taxação em pé de igualdade perante todos os portugueses dos devidos impostos.

Aquilo que o Pedro quis fazer!!!

Sampaio deve-se envergonhar do que fez!

É o país que temos, é a mentalidade tacanha que faz de nós os melhores dos piores alunos da Europa!

Nuno Pedrosa disse...

Faz-me lembrar aquela musica:

Eles olham para a direita e pisca pisca
Eles olham para a esquerda e pisca pisca...

Anónimo disse...

Como é estranho as diferenças entre as pessoas...
Até do mesmo partido!

EU FICO BEM MAIS DESASSOSSEGADO COM A INTERVENÇÃO DOS OUTROS...

Fartíssimo do Silva disse...

Proença de Carvalho é o homem do satus quo. Sempre cinzento, sempre igual a si próprio.
Cavaco mas, sim! Sócrates sim sem mas! PGR sim sem mas! Exactamente assim, Dr Pedro Santana Lopes. Exactamente por isso é necessária uma candidatura que represente o centro-direita e a direita democrática!
Ter que acarretar às costas o actual PR, por mim digo NÃO, NÃO e NÃO!

Anónimo disse...

já só faltam 6 para chegar aos 20.

Anónimo disse...

Já descobri só falas depois de 15 de Agosto. Dia da Assunção de Maria.

Hugo Correia disse...

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1638622

Uma notícia que deve interessar às 'opiniões públicas', às edições especiais' e aos 'politólogos', aos 'psd's livres e democráticos' e aos '31's'. Ou não?!

GULAG disse...

Chama-se Pedro Reis, é "gestor e empresário", foge-lhe o pé para a alegoria pirosa ("Se Portugal fosse uma família, o pai seria o défice orçamental... A mãe seria o défice externo" e teriam um "filho balofo", o endividamento, e uma "filha raquítica", a competitividade) e foi escolhido por Passos Coelho para lhe dar "ideias" para o seu "programa de governo". E tenha medo, leitor, tenha muito medo, porque essas "ideias" lhe dizem respeito. De facto, fique a saber que ganha mais "10% a 15%" do que devia. Por isso um futuro "governo do dr. Passos Coelho" deverá, para alimentar a "filha raquítica" da competitividade das empresas, diminuir os impostos que as empresas pagam e baixar em "10% a 15%" os salários que lhe pagam a si e restantes trabalhadores. E dê-se o leitor por satisfeito, porque nas recentes Jornadas Parlamentares do PSD a "ideia" era levar-lhe, não 10% a 15%, mas 20% do salário. Depois das "ideias" para acabar com o SNS e com a escola pública e liberalizar os despedimentos, a "ideia", agora, é baixar os salários. De uma coisa não pode Passos Coelho ser acusado: de não dizer ao que vem.

Fartíssimo do Silva disse...

Sempre os anónimos, Dr Santana Lopes! E dá-lhes guarida, o que vai sendo raro nos tempos que correm...
Porque não dão a cara?
Esquecia-me de lhe dizer que o "nosso" Proença de Carvalho vai a todas. Não foi a filha deste cinzentão que integrou o seu Governo, como secretária de Estado?
Mas também acrescento: O PR só será reeleito se...
Acho que naquele se está tudo!

Camilo disse...

Daniel Proença de Carvalho?
Ah! Pois... Daniel Proença de Carvalho...
Ó Dr. Santana Lopes, não perca (mais) tempo com esta gente.
Cá a malta, já viu onde fica o... abismo.
É só dar um passozinho em frente...!

Luís Fernandes Thomaz disse...

Pedro, por favor avance, estamos à sua espera!

Anónimo disse...

Daniel Proença de Carvalho...uma brincadeira, um vidro que sem escoras se parte em dois segundos.

E aquele recorrente Estado de Direito que ele utiliza muito, até nas salas de tribunal. Um dia vou dizer-lhe que já não causa orgasmos politicos a ninguém com tão doutas palavras, se é que alguma vez causou. Na verdade, até já lho disse, mas preferi utilizar a palavra «pontuação» e «besta»...note-se.

Chatinha, muito chatinha e com muito calor.

Viktor Kevês disse...

Segundo o site da Presidência da República, o facto do PR ter promulgado as alterações à lei do divórcio não quer dizer que o PR tenha aderido!
Querem brincar connosco?
PROMULGOU? ADERIU!!!!

Viktor Kevês disse...

Corrijo: alterações à Lei das Uniões de Facto e não do Divórcio!