quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Agora? E agora?

O que foi dito pelo Director do Expresso, na Comissão de Ética, tem, pelo menos, dois aaspectos relevantes:

1- Se o telefonema do Primeiro - Ministro, que configura uma pressão ilegítima, já aconteceu há anos, já tinha sido contado, divulgado, participado antes? Admito que sim e que eu não tenha dado por isso. Porque se tiver sido silenciado até agora, é incompreensível e inaceitável.
2- Comparando com o que aconteceu, em 2004, com as palavras de Rui Gomes da Silva, sobre os comentários de Marcelo Rebelo de Sousa, e com as consequências que teve, o que irá acontecer, desta vez, na sequência do que foi contado por Henrique Monteiro?

21 comentários:

Jorge Diniz disse...

E agora?

Avance.

Lamas disse...

Avance, denuncie, faça qualquer coisa por amor de Deus.
Até quando vamos nós aturar isto?
Temo que se chegasse já ao ponto de as pessoas já não quererem saber.
A crise tem sido a maior aliada deste governo e sobretudo deste PM.
As preocupações dos portugueses estão viradas para a sua sobrevivência diária, não ligam, não querem saber e assim sendo, nada é questiondao ou posto em causa.
Sinto-me envergonhado.

Anónimo disse...

Sr. Presidente
E agora?
Mas será que está tudo doido???
Será possível que as pessoas não se lembram do que aconteceu em 2004?
Não reagem?
O problema está no facto que o próprio Sócrates, não se esquece de continuamente citar: "Eu fui eleito pelos portugueses ..."
O problema está, se existissem neste momento eleições, infelizmente, o PS ganhava novamente!..
Não resisto a citar o que vi escrito a propósito do nosso 1º Ministro: “ Dou-lhe os Parabéns pela sorte que tem tido. O ter nascido em Portugal (único sítio em que isto sobreviveria) pelo PR que tem, pelo povo que tem, pelos opositores rascas que tem, pela justiça ou falta dela e até pelas calamidades horrendas na Madeira, até com tamanha desgraça tem sorte. É uma pessoa de sorte. Parabéns”.
O povo português e Portugal, estão no seu melhor ...

Hugo Correia disse...

Caro Jorge Diniz, persistência não lhe falta e como se compreende... Quanto às declarações do Director do Expresso são bem reveladoras da diferença de tratamento que foi dada a Pedro Santana Lopes(principalmente) e que é dada agora a este '1º ministro' e a estes governos PS. Rui Gomes da Silva, como representante do governo da época, bem ou mal, proferiu declarações públicas, repito públicas, de descontentamento aos comentários de Marcelo Rebelo de Sousa. Achou-se no direito ao contraditório. E agora tudo é feito nas nossas costas e longe de ser às claras. Isto sim, é que são pressões ilegítimas. Isto sim, é que são um atentado à democracia e à transparência do Estado. Seguindo a sugestão...avance. O que tem a perder? Nada(politicamente falando). A sua campanha em 2007 para o PSD foi brilhante e transparente, a sua campanha em 2009 para Lisboa foi mais que brilhante, quanto a mim a anos luz de qualquer outra, seja autárquica, legislativa ou presidencial alguma vez feita neste país. Mesmo perdendo é sempre um grande vencedor, pela coragem, pela determinação, pela qualidade do programa, pela transparência das suas ideias e sobretudo pela vontade permanente de fazer melhor e de não se resignar. Você tem tudo o que é preciso para Portugal. Ter a perfeita noção de que somos capazes de fazer muito melhor por Portugal não é suficiente? Eu não sou, Pedro Santana Lopes é.

Anónimo disse...

Agora ? E agora?
bem e agora tudo vai ficar na mesma, depois de ter visto a audição da comissão de Ética do Dr. Paulo Penedos está tudo dito não respondeu a uma unica pergunta feita pelos deputados de toda a oposição...Hája Paciencia.

Anónimo disse...

É tudo tão claro!
Os candidatos nem uma referenciazinha fazem. Terão vergonha?
Como vê, se não for o sr. Dr. a dar o murro (na mesa ou onde quer que seja) mais ninguém, dos que deviam, o fará.
Tem que avançar!
Os melhores cumprimentos

Anónimo disse...

Não vai acontecer nada. Absolutamente nada. E o Sr Ex Presidente Jorge Sampaio, não está incomodado? Não se manifesta o golfista, das manhãs bem passadas de presidência na Quinta do Perú?
Fellini faria um grande filme em Portugal: O Circo da República.
Só dá para rir meu caro Pedro. Infelizmente cada vez acredito menos no país que permite que este PM continue em funções. Só mesmo ao nível da Venezuela ou da Serra Leoa.Os portugueses têm o que merecem e pagam o preço da sua ignorância e laxismo democrático.
Um abraço...e coragem para tanta injustiça que lhe foi feita e imposta pelo socialismo maçónico de oportunistas e manipuladores.
E eles continuam aí a jogar matraquilhos humanos com penedos e barrosos, num futebol de varada e campezinato arbitrado à granada.
Vai agora a aranha do regime, o supervisor do banquete para vice da orgia europeia. Já exportamos incompetência e a europa também premeia a indulgência e o "laissez faire, laissez aller, laissez passer" do burgomestre anafadinho e alheiroso, não é só cá. E quando o exemplo é tão mau e fraquito...que mais esperar?
E os contentores? Já não são problema com o cozido à Roseta e Ruben. Tiraram-lhe os comunistas a vitória para se entregarem as estes socialistas de colesterol e triglicéridos altos e assim se besuntarem também.
E os ridículos processos vereatórios arquivados? Resquícios de campanha suja? Claro.

Saúde, sorte e muita paciência.
Ernesto Sousa

Francisco Azevedo Brandão disse...

Caro Dr. Pedro Santana Lopes, não acontece nada. O dito tem lata para tudo isso e muito mais.
Perante este cenário o Dr.Jorge Sampaio já se teria arrependido mil vezes de o ter exonerado de primeiro-ministro, com maioria absoluta na Assembleia da República.
Estamos todos à espera como é que tudo isto vai acabar. MAL, MUITO MAL, ou então Portugal transformou-se num país de bananas.

Anónimo disse...

Nada. Não vai acontecer nada. Parece que esta terra nunca mais vai "cumprir seu ideal"... Uns estão doentes "da cabeça", a precisar de internamento compulsivo. Outros estão simplesmente com medo de dar o primeiro passo.

PC

Anónimo disse...

Caro companheiro Santana lopes, sobre esse assunto desde 2004 que venho insestindo em variadissimos locais, e quero agora aqui dizer que mais que uma vez fui censurado no IOL desde que eu escreve-se algo mais melindroso do Sr Sampaio esse senhor que tivemos inf4lizmente como presidente, desde a sua celebre candidatura á camara de Lisboa, onde deixou todos a falar pró boneco, e depois se apresenta na Aula Magna a desafiar o Dr, Cavaco Silva, deixando os sosialistas sem fala....e sem reação, mas esta visita ao passado tem que ser feita, a bem da n/ sanidade mental, ainda hoje estou para saber e já estou farto de perguntar qual o motivo real e fundamental, que levou o sr. sampaio dissolver a Assembleia da Republica... assim como estou cansado de perguntar porque razão o sr . prof.Marcelo se demite da tvi... nunca que eu saiba foi dito, se foi por lhe terem dito que tinha que ter o contraditorio...da sua "missa" de domingo á noite na tvi, mas de uma coisa eu já mais me vou esquecer, que é a chegada ao patio do Palacio de belém, por isso com entrada pelos fundos...mas com toda a panóplia de reporters,,tv`s, radios, etç, e eis que chega o sr.doutor no seu carro em mangas de camisa, sai do carro, veste o casaco, sempre a ser filmado em directo, pois o momento é solene, tratava-se da 1ªparte do enrredo de por o Santana no ollho da rua.
Estaria aqui a dizer-vos muito mais mas não posso abusar deste espaço, mas já faltou nmais para que tudo venha a saber, pois nós não esquecemos a vilania praticada, e como tal a verdade vai ser posta nos seus exatos termos.
h.santos

JB disse...

Gostava de saber o que faria o Dr. Sampaio se fosse agora o PR.Se calhar fazia orelhas surdas e assobiava para o lado, porque demitir o Governo não, só se fosse o do Dr Santana Lopes esse sim é que fazia porcaria, este não.E se falam dele é sempre culpa da oposição.

MG disse...

E agora Dr. Pedro Santana Lopes, é enorme a minha preocupação!
E as declarações do director do jornal "SOL"?!, nomeadamente no que diz respeito à Procuradoria Geral da Répública e à suposta (fuga) de informação para o "chefe" e "sus muchachos". São acusações demasiado sérias para serem levianas, não são a leviandade das informações e contradições dos suspeitos refugiados covardemente nos sigilos e no "jogo do empurra e passa".
Assim nascem os ditadores - no meio do desvario, do desgoverno, da chantagem e dos tráficos de influência. Sempre me interroguei como era possível que os "muchachos" de Hitler que assassinaram adultos e crianças, não se interrogassem sobre os seus actos, sobre a monstruosidade do que estavam a fazer!!! A troco de quê? -Dinheiro? -Poder? -Ódio?
E vem-me à memória uma frase "perdida?": "Quem se mete com os socialistas/esquerda, leva!"
CUIDADO!
Pergunto-me, baseada na célebre máxima "dividir para reinar", quanto tempo falta para uma guerra civil? Este pobre País está à deriva, as pessoas estão confusas e fartas destes jogos da corte, o PSD está dividido e sinto na corrida à liderança, uma luta mais por um prestígio pessoal do que por uma causa nacional. E também com este partido da oposição dividido, que até ver é o maior, o "rei/chefe" vai reinando...
Os maiores lutadores parecem ser, neste momento, PCP, BE e CDS-PP. Que o País e alguns dos que mais trabalham e menos recebem possam beneficiar alguma coisa deste total desvario. Haja alguém que se afaste do lodo...
Diz-se que todas as pessoas têm um preço. O Dr. Alberto João já revelou o seu...Precipitou-se? É truque? Pelo menos está a contribuir para "desenlamear" a imagem do "rei/chefe"... - tiro o chapéu à observação do Dr. Lobo Xavier na "Quadratura do Cìrculo" ao referir que o PM não fez mais do que o dever dele em apoiar os Madeirenses nesta tragédia - somos todos Portugueses. É realmente a sua obrigação, nada de mais.
E sobre as "Audições", tiro mais uma vez o chapéu a João Semedo pela sua intervenção relativamente ao "muchacho" ex-PT. João Semedo não fez perguntas, mas os seus comentários deram-nos as perguntas e as respostas e mostraram o desconforto e inquietação do "muchacho" que até pediu tréguas em jeito de "coffee-break".

Inquérito Parlamentar, JÁ!

E agora, mais uma divisão: Ministério Público (Cândida Almeida) e a PJ.

E agora, Dr. Pedro Santana Lopes: CANDIDATAR-SE, É PRECISO!

Fernando Rafael disse...

Perante o que se passa presentemente o Dr. Jorge Sampaio deve estar "envergonhado" do que lhe fêz!
Foi uma decisão que lhe manchou o mandato!

Nuno Franco disse...

Porque é que tenho a sensação que isto um dia ainda acaba à pancada?

Ruvasa disse...

E agora, caro Dr. Pedro Santana Lopes?!

Muito simples. Nada!

E nada porque o sr. não tem, como se prova, aparelho organizado para defesa destas coisas e muito menos para criar armadilhas aos seus adversários. Tem estado na política de espinha direita e cara destapada. O que, aliás, é temerário, com esta tropa fandanga.

Mas, sabe?, certamente que sofre - toda a gente sofre! - com estas coisas, pela impotência de as evitar; in the other hand, todavia, é isso que faz com que tanta gente por esse país fora, a troco de nada, continue a apoiá-lo moralmente e a não se esquecer de si.

Há muita gente - conheço eu uns quantos... - que o considera vítima de da cabala mais monstruosa que já pôde ser constatada na reles politica portuguesa. Cabala essa para a qual contribuíram de forma determinante e sem os contributo dos quais, Sampaio não teria tido argumentos para a dissolução, companheiros nossos, a saber:

****
Aníbal António Cavaco Silva (que não se rala nada de esfaquear qualquer um se isso convier aos seus próprios interesses - um outro caso bem demonstrativo foi o que fez a Fernando Nogueira em 1995);

****
Marcelo Rebelo de Sousa (que não copula nem sai de cima para que outro o faça, por, de há muito tempo, ter compreendido que o patamar superior da sua competência política se fica pelo comentário ligeiro e inconsequente - princípio de Peter);

****
Maria Manuela Ferreira Leite (que não qualifico, por não bater em senhoras - sou, pelos vistos, marialva... - mas que bem podia qualificar forte, desprimorosa e acertadamente, porque há matéria suficiente);

e, the last nut not de least,

****
"Jaypipi" (a célebre criatura que se caracteriza principalmente por ser o melhor filósofo que já algum dia viveu na Marmeleira e pelo simpático tique de não deixar falar ninguém em tertúlia em que pontifique).

Dos seus apoiantes, muitos há certamente como eu, que não se cansarão de, para além dos motivos de afirmação de seus méritos, por que sempre estiveram e estarão consigo, indicam, pela negativa, a circunstância de, até ao vilarista (de Vilar de Maçada), nenhum outro político ter tido a vida tão escrutinada como o meu amigo e, no entanto, daí nada ter resultado que se lhe apontasse. Nem consistente nem inconsistentemente...

Se houvesse algo de reprovável logo teria saltado para as parangonas!

Ora, até hoje e tanto quanto recordo, em "substância", apenas lhe apontaram dois tremendos pontos fracos, que entenderam passível de reparo e acusação, a saber:

1. a história dos violinos de Chopin (coisa ridícula);

2. A circunstância de o senhor gostar de mulheres (o que, na verdade, nos tempos que correm em Portugal, é crime de lesa-establishment)

E mais não digo, por redundante.

Cumprimentos

Ruben Valle antos

Alberto disse...

Muita desta conversa de jornalistas sujeitos a pressões me parece com pouco sentido.
A grande imprensa está toda nas mãos de grupos económicos ou empresários que fazem e desfazem políticos como é o caso do Dr.Santana Lopes.
Reconheça-se a sua independência nesse aspecto mais foi por isso que foi derrubado.
Trapalhadas?! E o que é agora?!
Mas estão feitos, apesar das bombardas que vão surgindo porque o sistema não é perfeito: grandes grupos da imprensa e governo. Até quando?
Quando surgir algum jovem promissor na oposição, bonito e bem comportado,com maneiras, enfim como deve ser!Já poderá não faltar muito.

Ruvasa disse...

Adenda!

Enquanto aqueles senhores de que acima falei derem, de uma forma ou de outra, cartas no PSD, o partido não irá a parte nenhuma, menos ainda à Taprobana...

Anónimo disse...

Dr. Pedro Santana Lopes, blogueiro,
Nada nada nada? Tudo tudo tudo?Fra, fre fri fro fu xiribitátátátá...afinal só o elmo não chega.è preciso uma armadura completa.

A minha solidariedade total ao comentador Ruvasa, do melhor que por aqui tem passado, em especial na "campanha da Taprobana" (grande título!) Depois do infatigavel Jorge Diniz,( honra lhe seja feita).

Mas se quer saber a minha opinião (que não quer, claro está. Também, mal estaria se dela precisasse ) vá pelos seus dedos...e não se meta a dobrar o cabo das tormentas nem a comprar as páginas amarelas.Pelo menos por agora.
Já se perfilaram no horizonte, mui nobres e altivos "cavaleiros" prontinho para a guilhotinada. Zás, pás trás vai ser um vê se te avias...e depois logo se vê.
Este Jorge Diniz é muito precipitado!Faça o favor Senhor Jorge Diniz de não mandar o Dr. avançar-se. Avançar-se para onde numa altura destas? Pró cadafalso?

Cumprimentos a V. Excia.

George Sand

Jorge Diniz disse...

Caro George Sand,

"Ou vai ou racha"!
É esta a precipitação.

Manuel Carmo Meirelles disse...

Doutor Santana Lopes, não acontece rigorosamente nada porque se tivesse que acontecer, teria sido nas últimas legislativas. Mas como se viu, o Povo premiou a falta de transparência, a irresponsabilidade e a incompetênciaem e permitindo que o País se afunde cada vez mais.
Até hoje não ouvi uma palavra do ex - PR valentão sobre o descalabro da governação protagonizado por este PM e não vai dizer porque bem feios são os filhos da coruja e ela teima em afirmar que são os mais bonitos.
O então PR agiu de má fé e sem razão para fazer o que fez mas a verdade é que o coração falou mais alto e não enjeitou a oportunidade de devolver o Poder à sua família socialista.
O que se está agora a passar, comparado com o que então se passou, é muitas vezes mais grave e deveria ser motivo de vergonha para quem então dissolveu a Assembleia da República mas há gente que não vergonha e nem sequer olha a meios para alcançar determinados fins.
Que ninguém pense que vai acontecer alguma coisa porque, desta vez, como em tantas outras, a verdade será transformada em mentira e a mentira em verddade mas os culpados, esses conseguirão sair mais uma vez impunes.
Quem tem poder usa-o em benefício próprio e o papel da Justiça é ridículo e deprimente.
Enquanto o Povo não abrir os olhos, esta fantuchada não terá fim.

Anónimo disse...

Dr.Pedro Santna Lopes e Caro Jorge Diniz,

Continuo na minha: be calm!

E já agora, não é caro, é cara. George Sand foi o pseudónimo usado por uma senhora,a baroness Dudevant, uma mulher sui géneris, literata e que ficou conhecida entre outras coisas por ter sido amante do grande compositor para piano, que nunca o foi para violino,certamente e só, devido ao "lapso" de ter morrido cedo. esse mesmo:Chopin

George Sand