quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Elucidativo

Elucidativo sobre os actos que se praticam face aos valores que se apregoam:


http://www.youtube.com/watch?v=c60yXYBsOs0

9 comentários:

Catarina Gonçalves disse...

Boa tarde Dr Pedro Santana Lopes

“O Espaço Público é o espaço de representação, no qual a sociedade se faz visível.”(Borja,2001)

Quando não existe uma coerência programática…num plano que requer investimento e desenvolvimento sustentável para uma cidade como Lisboa, nada é elucidativo.
Os Lisboetas têm o direito à transmissão de uma informação consistente, clara e imperativa correspondente aos graus de exigência requeridos a uma cidade e capital europeia.

O que nos servem?
Menu PS

Sopa:Sopa de Cenoura
Prato principal:Caldeirada à moda de Costa
Sobremesa: Gelatina de uva (sem grainhas)
Bebida: Sangria de Vinho branco (da casa) com sumo de cereja
Curta Metragem: “5 para a meia-noite” Actriz convidada: Margarida Vila Nova
Frase: “ …Grau 0 da credibilidade” a três.
Conta : desde 360 milhões até 500 milhões de euros
(pode repetir!)


Ementa PSD

Sopa: Gaspacho (uma sopa serve-se fria)
Prato Principal: Caril de Camarão
Sobremesa: Gelatina de Chá Verde
Bebida: Sangria de Champagne com sumo de laranja
Longa Metragem: “Grandes Esperanças”
Actriz Convidada: Gwyneth Paltrow
Digestivo: Sorvete de Limão
Frase: “Uma Lisboa com sentido” com Pedro Santana Lopes
Preço Único: O que tem valor não tem preço.

Catarina

nok disse...

O dr. Santana Lopes não tem nenhuma proposta para o Pavilhão Carlos Lopes quando se visita Lisboa e por lá se passa por exemplo pela feira do livro pergunta-se se ninguém sabe que o pavilhão está abandonado.
Propõe-se para o corredor cultural que vindo da Gulbenkian e vai até ao Terreiro do Paço que o pavilhão seja transformado num centro cultural e divulgação para crianças: sabe-se que as crianças afastam o mal e dizem o que se passa nessa zona da cidade que a envergonha.

miguel vaz serra... disse...

Dr. Santana Lopes
Direita, Esquerda, Centro....Porquê e ainda?
Cada vez mais as pessoas votam noutras. Os Partidos estão isso mesmo, partidos, e o que hoje um líder tem de votos, vem outro e troca tudo, para melhor ou pior o que prova o dito anteriormente assim como os casos de Felgueiras e Oeiras, por exemplo, em que nem os Partidos conseguiram ganhar aos dissidentes. Isto para comentar o que ouvi na RTP2 ás 22h.Um Senhor falava com "alma" do programa do PPD-PSD e de repente diz que a Dra. Manuela Ferreira Leite estava a fazer a corte ao eleitorado de esquerda porque queria aumentar o limite de pagamentos de fundo de desemprego, aliás como aqui mesmo falámos há bem pouco tempo que se estava a fazer na vizinha Espanha.
Fiquei chocado. Já não basta ter a mania que toda a direita é rica como agora reforçar que a esquerda é pobrezinha. Ora francamente. Tira qualquer pessoa do sério. E depois o interlocutor ouve e cala, o que é extraordinário. Eu seria extrema esquerda então, avaliando os ideais pela conta bancária. Está tudo maluco? e as famílias não sabem?
Mas desde quando os governos de Cavaco Silva foram votados por gente rica? Desde quando a sua vitória na Figueira da Foz e depois Lisboa foi com voto de gente rica? Quando vamos parar de dizer barbaridades nas televisões como se de verdades se tratassem? Já nem falo nos jornais, mas melhor nem comentar. Também não comento os vira-casacas que quando se vêem um pouco apartados sem sequer perguntar primeiro o porquê, vomitam veneno na primeira linha que escrevem. Nem nos debates que agora e afinal depois da entrevista da Manuela Ferreira Leite, o PM diz fazer sem claro, regras..claro...Coragem ,muita coragem aos companheiros dos mesmos para fazê-las públicas depois de impostas.
Esperemos com positividade as ideias que aqui mesmo no seu blogue, foram faladas até á exaustão, de tirar o poder aos lobbies dos combustíveis, telecomunicações… que o programa também prevê...e parabéns a Susana Toscano, pela coragem de enfrentar na Universidade de Verão a "prensa amarilla" que teima em meter-se em questões sérias como é o fazer política e comentá-la com sentido de estado...

Sofia disse...

Caro Dr. Pedro Santana Lopes,

Gostamos de ler as suas opiniões, não gostamos tanto de ser remetidos para o Youtube...que podemos todos pesquisar também.

Também esperamos mais de si!!!

Cumprimentos

Antonio Fernandes Pina disse...

Exmº. Sr. Dr. Santana Lopes

É com verdade que deve informar os Lisboetas e não com essa faceta de "menino guerreiro".
Façamos política de verdade que a si não lhe interessa nada e não lhe covém nem está preparado para conduzir os destinos de Lisboa e dos Lisboetas.

Com os melhores cumprimentos.

Assina: António Fernandes Pina.

Sofia disse...

Caro Pedro Santana Lopes,

Publiquei opinião que não apareceu. Apenas tenho a lamentar.
Existem já outras opiniões na blogosfera acerca de Lisboa e das obras feitas nos últimos tempos.
Lamento que não tenha tempo para quem está atento.
Cumprimentos

il disse...

Caro Pedro:
Permita-me que comente o seu artigo do «SOL» -afinal trata o mesmo tema: actos e valores.

Há podridão e de que maneira nas juntas de Lisboa -e o companheiro vai ter de chafurdar nisso (passe a expressão). Muitos dos que foram alcandorados a certos postos, têm medo de perder o emprego; outros pensando que: se um pateta lá está, pateta por pateta, vou eu.

Daí o vale tudo, daí o morder a mão que lhe deu pão. Lembra-se do que lhe fizeram em 2005 na CML? Não seja vingativo -como há tantos «por aí»- mas não esqueça!

Caro Pedro, não sei de que campanha jornalística fala -não tenho aqui o jornal que fala-, mas se não fala de candidaturas -e algumas...Deus nos livre de tais autarcas (opinião)-, os bacanos já estão a preparar o assalto aos Paços do Concelho depois da sua vitória -como em 2001.

E viu o sistema de poder que se gerou em Lisboa. Grupos 'invadiram' a CML e as empresas municipais e isso deu-lhes poder nas secções/distrital -ou fazes o que te dizemos ou não 'sacas'. E há milhares a 'sacar' «por aí».


Quanto ao problema do endividamento : quem é o político que vai dizer aos portugueses que tem de viver com um nível de vida baixo? Que vamos a caminho do nível dos anos sessenta? Que não podemos continuar a gastar em assessorias e 'avençorias', 51% do trabalho nacional?! Pois, lá se vai o poder sobre as comitivas. Como vê os dois temas relacionam-se.

Quanto ao país real: pois! Quem quer controlar o 'populacho', quero-o todo junto e dependente. mas há um problema no "país 30KM para o interior" -não tem quadros. E os poucos que pensam em lá se fixar, são imediatamente 'expulsos' pelos eucaliptos do costume. Afinal se houver vários galos, um não canta sozinho...E lá voltamos aos que tudo fazem contra a concorrência.

Boa sorte, que Deus o proteja, porque demónios, há muitos «por aí».

maria lisboa... disse...

Dr.Pedro
Acho engraçado ver gente que não gosta de si e sempre critica, mas não saem do seu blog nem pagos...Vai ver que até dia 11 mudam o voto e vão votar Santana..até porque ele ,Santana, publica tudo o que dizem dele e os "outros" THE OTHERS não publicam nem uma linha da oposição...
Além do armário da razão..deve ter lá um também de paciência.......

Ricardo Araújo disse...

Boa noite Dr. Pedro Santana Lopes a isto podemos chamar uma autêntica vergonha, onde toda a ala esquerda procura poleiro.
Quando vemos cabeças que pensam de maneira muito diferente e se conseguem juntar numa única lista, só podemos desconfiar e só podemos esperar o pior.
Ao ponto que chegou a nossa política e os nossos políticos, já nem conseguem esconder o mal-estar que vai no seio dos seus partidos, por causa da sua candidatura.
Dr. Santana Lopes, não perca tempo com eles, pois não o merecem.
Os Lisboetas merecem mais do que isto, merecem uma candidatura que tenha um rumo, uma candidatura que tenha um programa sério e credível, uma candidatura que olhe para o futuro e que faça de Lisboa uma das mais belas capitais da Europa para se viver.
Tenho a certeza que o seu programa irá nesse caminho, bem como estou convencido que os Lisboetas lhe irão uma vez mais, confiar os destinos da CML.
Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo