quarta-feira, 20 de maio de 2009

E se fosse cá?...

Vale a pena ir acompanhando este processo num Parlamento com tanta tradição! ... Apesar de os problemas dos outros não deverem servir de consolo.

http://www.telegraph.co.uk/news/newstopics/mps-expenses/5355532/MPs-expenses-Gordon-Brown-admits-Tories-would-win-general-election.html

12 comentários:

Sandra N. Martins disse...

O uso indevido de dinheiros públicos também não é estranho à democracia portuguesa.

O que aqui releva é a responsabilização do Presidente do Parlamento britânico por não ter fiscalizado, ou, caso o tenha feito, por ter encoberto a actuação dos deputados. Questão de enorme importância se pensarmos que é rara a culpabilização de quem deve vigiar o cumprimento da lei, quer por parte dos seus pares, quer por parte dos seus subordinados.

Em Portugal, existem já leis que responsabilizam quem dirige os serviços públicos pela actuação ilegal dos seus subordinados. Urge, no entanto, fazer cumpri-las. Ainda vigora no nosso pais, infelizmente, uma certa mentalidade de "nacional-porreirismo", de cumplicidade perante a infracção dos pares que tem de ser erradicada. Parece, agora, que não é só em Portugal.

E parece também que, finalmente, começa a criar-se a consciência de que fingir que não se vê é ser-se cúmplice e cumplice de ilegalidades e, por vezes, de crimes que, por atingirem o Estado, nos atingem a todos nós.

indy disse...

Vou tentar imaginar os nossos ilustres deputados a dizer em coro, os do governo "nay" e os da oposição "yeah".

...YEAH!!!! ;-)

Luis Melo disse...

RTP - Rádio e Televisão do PS

Ontem à noite assisti a um programa interessante na RTP. O "Conversas com Mário Soares" trazia como convidados, Santiago Carrillo (ex-Secretário Geral do Partido Comunista Espanhol) e Raul Morodo (membro do PSOE e ex-embaixador de Espanha em Portugal).

Os três falaram na luta dos seus partidos (todos de esquerda) contra os regimes de Franco e Salazar. Falaram muito da intervenção do PS e PC espanhol e português na construção da história europeia. Histórias curiosas que envolveram estas 3 personalidades e outras da mesma área política.

Tudo normal, não fosse o cheiro a campanha eleitoral Socratiana, que este programa emanou e de como pareceu ser "ensaiado". Santiago falou mal de Cunhal e distanciou-se do PCP. Os três falaram bem de Zapatero e Santiago disse até que a esquerda deve apoiar o PS de Zapatero. Insinuando que alguns comunistas devam apoiar Sócrates (numa tentativa de ir buscar votos do PCP para ao PS, nas eleições que se aproximam).

Quiseram passar a ideia de que o PSD, o CDS, o PP Espanhol e outros, não tiveram um papel igualmente fundamental na democratização das sociedades portuguesa e espanhola. Como se não tivessem havido outras figuras (para além de Soares, Gonzalez, Carrillo) que lutaram contra o regime salazarista. Houve, e alguns desses fizeram-no "às claras", pela frente, nos locais devidos, junto ao povo. Sem estarem escondidos ou "exilados" no luxo de Paris.

É uma vergonha, que a RTP coloque um programa destes no ar. Onde está o "famoso" contraditório?

Francisco Azevedo Brandão disse...

A Grã-Bretanha é uma democracia a sério: autoridade e lisura de processos. Quem prevarica, ou pede a demissão ou é imediatamente afastado. Aqui anda-se a brincar às democracias. Tudo vale, é um fartar vilanagem! Então, com este Governo é tudo a monte e fé em Deus! «Quem vier que feche a porta, porque eu já estou governado!». Nos Estados Unidos Madoff já foi para a cadeia «em três tempos». Nestes países não se brinca. Aqui é o que se vê e o que não se vê.

Vitor Marques disse...

Se fosse cá ninguém se demitia isso é certo.

Aqui a responsabilidade não tem mãe nem pai, coitada, por isso é que com pena se lhe dá o pontapé para cima...

joyce disse...

Dr. Pedro Santana Lopes

"E se fosse cá?..."

Não sei se em Portugal, haveria algum locutor de televisão que dissesse o que este disse, neste video.
Vale a pena ver:

http://mediacenter.clicrbs.com.br/
templates/player.aspx?uf=1&contentID=59705&channel=47

Anónimo disse...

Quem é este "Índio" que só diz baboseiras?
Tiago d'Orey

Portuguese Hunting Group disse...

Grupo de EMIGRANTES cria Clube

Peço desculpas por utilizar este espaço reservado a comentários, mas é a forma mais simples de informar que um grupo de Emigrantes criou um clube de caça nos E.U.A.

Com melhores comprimentos,
Portuguese Hunting Group Florida

http://www.portuguesehunting.com/

E-mail
phgf@portuguesehunting.com

joca disse...

É o PORTUGAL que temos. Tenhamos orgulho nele e em quem nos representa, eleitos democraticamente, só estão a aproveitar o que lhes deram de mão beijada. Não foi para isto que houve o 25 de Abril? Não termos agricultura, nem industria, nem pescas. Estamos entregues à bicharada. Portugueses façam como a classe politica comecem a roubar, vigarizar e aldrabar. Na constituição está escrito que todos somos iguais, mas e há sempre uma MAS uns são mais iguais que outros. Viva a Democracia

miguel vaz serra... disse...

Dr.Santana Lopes
Se fosse cá? eu ponho-lhe a coisa ao contrário: E se o que se passa CÁ, fosse LÁ?É que se a Polícia de elite que só estuda casos de fraudes, que só ela escolhe os casos que investiga, dedicou-se a um Português, imagine-se se fosse lá!!!E já agora chamo a atenção para o Presidente Venezuelano que o Senhor José Sócrates Pinto de Sousa um dia chamou de radical populista num programa de debate com o Dr. Pedro Santana Lopes. Esse mesmo que depois de uns anitos é amigo do mesmo Sr.José, resolveu comprar um Banco!Extraordinário.Um anti-capitalista é Banqueiro agora! (veja-se em http://es.biz.yahoo.com/22052009/4/economia-finanzas-ampliacion-santander-vende-gobierno-chavez-filial.html).
E agora sim....E se fosse cá? pois comprava-se…..

florbela silva disse...

Dr. Pedro Santana Lopes,

Ao ler este artigo percebemos muito bem porque é que o grupo parlamentar do PS sempre esteve muito renitente em aprovar leis contra a Corrupção.

Como se diz em Futebol - Tudo pode mudar ... "Any Given Sunday" ...

E ainda mais curioso na nossa governaça, O PS já fala a língua de nostros hermanos, esquecendo a nossa nacionalidade ... Temos muito que aprender com os britânicos.

Florbela da Silva

A.Mello-Alter disse...

Se fosse cá o PS e PSD assobiavam para o ar.
O que se passou com as viajens fantasmas.