sábado, 14 de março de 2009

Raro

Este treinador do Benfica é. de facto, um treinador com uma rara maneira de estar. As suas palavras de solidariedade com Paulo Bento, e a maneira como as disse, revelam uma maneira de ser que é agradável ouvir. Ouvi, há pouco, nas noticias da televisão e, independentemente da posição de cada um sobre as responsabilidades do treinador do Sporting, sabe bem ver atitudes assim. Foi bonito, mesmo.

6 comentários:

Vitor disse...

Caro Dr.

Não tenho em si mais fé que noutros da sua geração. Aprecio a sua forma de estar, incompreendido, diletante, e o que mais quiserem. Aprecio-o!
O que não gostei mesmo foi do que lhe fizeram à 4 anos. Não gosto desses impolutos morais, que contra si pensaram, escreveram e agiram... Uns estão, agora, sentados à mesa do banquete que outros servem em silencio e atemorizados.
Não lhe peço que seja melhor...

Seja Raro, e Nobre...

Lynce disse...

E devia ser sempre assim. Eu, benfiquista assumido, e sócio de longos anos, nunca regozijei com as derrotas dos outros, ainda para mais quando se trata de jogos internacionais. Mas sei que existe muito boa gente que sente gozo em fazê-lo.
Que a atitude do Sr Quique Flores, sirva de lição a alguns figurões do lado pimba da coisa que minaram o futebol português e que lentamente o vem destruindo.

mynameisfairplay.com disse...

Um bom registo de contributo para o fair play, mas na minha opinião tratou-se de um acto de solidariedade para com um companheiro da mesma profissão, ate porquê quem anda a chuva e que se molha e Quique Flores ao ver o descalabro do resultado Sportinguista perante os Alemães por certo que alguém terá comentado que o Benfica noutros tempos sofreu uma pesada derrota e pelos mesmos números mesmo ali ao lado da 2 circular.

E esta ham...

Se todos agissem assim o futebol em Portugal, na Europa e no Mundo seria por certo bem mais agradável e bem mais limpo.

Paulo Almeida
Florida 2009
www.mynameisfairplay.com

Ricardo Araújo disse...

Boa noite Dr. Pedro Santana Lopes o futebol devia ser sempre assim, com todo este Fair-Play.
Os treinadores têm de dar o exemplo, bem como os dirigentes, nós não devemos viver, com o mal dos outros.
Em relação ao resultado, acho que foi uma noite má para o Sporting, perante uma equipa que é uma das melhores do mundo.
Mas ouve outros clubes, como o Real Madrid que é um colosso do futebol e que também perdeu por 4-0 com o Liverpool, se equipararmos as equipas e os jogos, é mais escandaloso a derrota do Real do que a do Sporting.
Agora não podemos esquecer que isto é futebol, onde uns perdem e outros ganham, o que devia sobrar era todo o Fair-Play que se deve ter no campo e fora dele.
Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo.

Anónimo disse...

Sr. Dr. Santana Lopes, eu comparo de certa forma o Quique Flores ao senhor e não considero que seja raro, na minha opinião os dois são pessoas extremamente inteligentes,sinceras, educadas, com um saber estar extraordinario, os raros são os outros, porque na generalidade não sabem apreciar as vossas enormes virtudes e pelo contrario são atacados injustamente, não será pelim de inveja atráz de tudo isso?.
O Quique Flores não demora nada que os mande onde eu sei, escreva isso, e o senhor tenha santa paciência, pense que mesmo assím ainda há muita gente que gostamos de sí.

Saludos de uma cidadâ espanhola que muito o admira

Mundo Gritante disse...

Seria melhor que esse lado bom de Quique Flores se traduzisse em melhores resultados para a empresa que lhe paga o ordenado.