quinta-feira, 26 de março de 2009

Planeamento (ou falta dele...)

E é bom lembrar que os Lisboetas prejudicados não são só os que andam em carro privado. Também os os que usam transportes públicos. Rodoviários, naturalmente. Que esperam e desesperam até para não chegarem atrasados aos seus locais de trabalho

13 comentários:

Maria Esperança.. disse...

Dr.Pedro, quem vem dum Governo que planeia "para dentro" , não sabe nem quer saber planear para a nossa cidade.
Mas não se preocupe que teremos 8 anos de bom planeamento agora já este ano...

Jorge Cabral disse...

Caro Pedro,
As suas críticas são muito pertinentes. Até porque em Portugal, planeamento e conjugação de esforços entre entidades diferentes são coisas impraticáveis e para o comprovar vou só dar referir um sucinto exemplo que é bem paradigmática desta nossa incapacidade.
Trata-se das intervenções em redes embebidas no subsolo. Como é sabido são várias as entidades que dispõem de instalações deste tipo: as empresas de abastecimento de águas, de gás, de energia eléctrica, as de comunicações e media por cabo e as próprias Câmaras Municipais, por força das redes de esgotos e de drenagem de águas pluviais.
Pois bem!
1 - É sabido que a maioria das intervenções destas entidades são programáveis e que as intervenções imprevistas, resultantes de imprevistos são residuais.
2 - É fácil estabelecer uma obrigatoriedade de apresentação à Câmara de um plano bienal ou trienal de intervenções por parte de cada uma delas.
3 - Neste contexto, seria possível coordenar as diversas intervenções por forma a serem realizadas de uma só vez, garantindo em calendários precisos a intervenção de cada uma delas para que tecnicamente não houvesse qualquer constrangimento.
Mas, em vez disso, o que vemos são custos multiplicados, por vezes escandalosamente sucessivos em que vem uma empresa, destapa, intervém durante meses, tapando de seguida e realizando todos os acabamentos de superfície para escassos dias depois, vir outra e repetir a cena.
Isto, caro Pedro é um erro de palmatória que nos tem sido muito caro não só em diversos aspectos da gestão de recursos, mas também na vertente do comportamento tecnicamente irresponsável.
É que em termos de engenharia, trata-se de uma medida elementar.

Luis Melo disse...

Obviamente que não faz sentido algum, este "correr" de obras que se fazem em pontos fulcrais, e que atingem todas as pessoas que se deslocam na capital.

Só faz isto, quem a custo, quer mostrar obra. Mas não vai ser assim que conseguirá. Os lisboetas não são lorpas.

Anónimo disse...

Dr. Pedro:

Escrevemos-lhe sob anonimato por motivos que, depois de ler o nosso comentário, lhe parecerão óbvios. Mas é importante que saiba o que se passa nos corredores da CML.

Eles estão, agora, a chegar ao limite dos nervos. Em 2007, chegaram cheios de euforia, todos salamaleques e boa - educação. Agora, respondem rispidamente ao telefone, refilam por motivos fúteis, apresentam uma ansiedade que já não conseguem disfarçar.

Não é para menos...

Vieram cheios de ideias preconcebidas que os seus lhes foram incutindo. Tudo o que fizemos foi errado, todos os nossos são desonestos, há que eliminar as marcas da nossa passagem pelo Município.

Aos poucos, os nossos projectos foram criticados, arrasados ou, pura e simplesmente, esquecidos.

Aos poucos (para não dar nas vistas), os nossos foram sendo substituídos nos cargos dirigentes, mesmo aqueles a quem se reconhece elevada experiência e aptidão técnica.

E agora o desespero é já evidente. Nas direcções municipais e departamentos mais ligados ao actual executivo procuram-se falhas santanistas para pôr nos jornais e, nas reuniões, fala-se mal do candidato Santana Lopes. Tudo se faz para o tentar denegrir. É o medo, que se faz quase sempre acompanhar da agressividade.

É isto que se passa.

Os funcionários estão cansados de um executivo que não os motiva, que não os ouve e que os discrimina por razões políticas. Que lhes diminuiu os vencimentos mas cujos assessores continuam a auferir salários chorudos; que lhes retirou qualquer hipótese de aspiração profissional só porque se atreveram a trabalhar com os executivos anteriores.

Estamos fartos!

Faça o favor de ganhar, Dr. Santana Lopes. Mesmo que, para passar o Bojador...

MIGUEL VAZ SERRA disse...

Dr. Santana Lopes
Planear faz parte da vida mesma. Planeamos as férias, os filmes que gostamos de ir ver, os livros que queremos comprar e ler, enfim, faz parte da nossa personalidade, do ser humano, o planeamento, até os gatunos planeiam os roubos, os trafulhas as “passaduras de perna” .É portanto como mínimo estranho que neste País quase nunca se façam planos. Mas verdade seja dita, não é só de agora. Estamos muito pior, todos sabemos, mas infelizmente a coisa é mal antigo, de décadas.
Faz-se tudo em cima do joelho, conforme o tamanho das luvas e das mão estendidas e isso agora é notório, por mais que os média estejam “controlados” e a Justiça sem ela…
Foi por isso que verifiquei com simpatia que um antigo Jornalista da RTP, João Videira, planeou a vida de forma completamente diferente da que tinha fazem alguns anos e dedicou-se á arte como se pode ver em http://aguadeprata.blogspot.com
Ficam no ar as perguntas. Será que o Jornalismo não compensa intelectualmente , já ,nestes dias? Ou os que realmente têm capacidade canalizam para outro lado?
Pois….

Anónimo disse...

Dr Pedro Santana Lopes, não pude deixar de ficar indeferente ao ultimo comentário publicado anónimo, queria apenas manifestar visto que é Advogado sabe que existem regras e leis aplicáveis quanto as queixas que essa pessoa apresenta. Se sofre de descriminação tem direito a colocar acção em tribunal contra o executivo, se lhe baixaram o vencimento estando efectivo cometeram iligalidade, por isso essa pessoa tem todos os motivos para contratar alguém para defender esta causa se tiver as provas necessárias, e garanto que ganha pois tenho uma amiga funcionária de uma camara que tb pos um vereador em tribunal e venceu e mantem o lugar e o mesmo vencimento e não sofre mais descriminação.
Apoi-o e terá a sua CML ganha, essa pessoa não precisa de se esconder, a não ser que esteja a mentir, para subir de cargo apoiando-o com mentiras, assim que conseguir ganhar a CML.
A mentira tem limites DR Santana Lopes, e publicar esta noticia não credibiliza só o desvaloriza.
O povo sabe das leis e direitos que tem, deixe-se de golpes baixos ou as ideias para a CML são iguais ás ideias que o seu partido tem para o pais, não querem as coisas que este governo faz mas tb nao dão soluções. A motivação que essa pessoa procura na CML não é disciplina e regras, mas boémia e fediver. Por isso tem saudades suas e da sua governação em que cada um fazia o que queria e ninguém era repreendido. E lembra-se mt bem disso, pois eu fui mal atendida pelas suas funcionárias, nem o facto de falar de deficientes fisico as comoveu. Até onde vai o egoismo e ambição deste povo portugues para não perderem o seu bem bom. Até onde está disposto a ir para ganhar a CML, mentir, difamar, incriminar, onde está o seu carácter e a sua inteligência. Com quem é que vai para a cama?
NP8

a vergonha hoje de ser Portuguesa disse...

Dr.Pedro
Afinal há quem faça planeamento,de vida.Ontem e finalmente para desmascarar de vez quem se diz vítima de cabalas a televisão independente clarificou o povo Português.Cabalas?talvez cavalos ou mulas.E um bom par de coiços para não andar a enganar o povo, o partido dele e quem de bem acreditou nele?Agora e depois de ouvir a cassete que a Polícia Britânica tem, ainda tem o descaramento de dizer que tudo são mentiras e aldrabices?Que vai processar quem diz a verdade?Quem mais é necessário para tirar esse malandro de São Bento?E o nosso PR?Oh Professor Cavaco!Pelo amor da santa,olhe que você já está a cair no ridículo.Então Sampaio faz cair um Governo porque um Ministro foi embora e ele achou que não havia confiança política para esse Governo seguir e o Senhor Presidente não demite este marmelo que meteu dinheiro ao bolso?Que anda em tudo quanto é jornal e televisão por aldrabice de tudo quando há?!Ele a senhora sua mãe,o tio,o filho do tio,mas não há um que não seja falado e o Senhor Presidente aguenta tudo isso?Olhe sabe?Começamos a desconfiar de si também...a velha história.."Quem cala..." Ou diz-me com quem andas...QUE VERGONHA TENHO DEUS MEU,QUE HORROR DE PAÍS..QUE VERGONHA....

Anónimo disse...

e a morte do alfredo farinha ? seu apoiante?

joão severino disse...

O caso é grave. Qualquer figura pública com um cargo de responsabilidade no mundo civilizado que seja alvo de uma investigação policial e que a mesma inclua uma gravação de uma conversa sobre um caso de corrupção que lhe diga directamente respeito, só tem uma coisa a fazer: com toda a dignidade anunciar que resigna ao cargo. Tudo o resto é poeira para os olhos e ninguém gosta de andar com conjuntivite... incomoda.
José Sócrates é primeiro-ministro de Portugal. Após a divulgação do DVD, ontem pela TVI, onde se constata que determinados indivíduos, que estiveram directamente ligados ao licenciamento do outlet Freeport, declaram, preto no branco, que entregaram "luvas", quanto entregaram, a quem entregaram, a pedido de quem e cujo objectivo da ilegalidade era precisamente conseguir o licenciamento da obra, não há muitas voltas a dar para que o primeiro-ministro compreenda que não tem mais condições para governar, mesmo que esteja inocente.
Ninguém tem prazer em ver o mais importante executivo governamental nas bocas internacionais a ser apontado como um corrupto. Ninguém tem prazer em ver o nome do seu país enxovalhado por um caso de "toma lá, dá cá". Ninguém tem prazer em ser governado por uma criatura que está constantemente a ser indiciada de suspeitas de fraudes ou ilegalidades, mesmo que se trate de uma "campanha negra" movida por "forças ocultas".
Por muito menos, o ex-Presidente Jorge Sampaio demitiu Pedro Santana Lopes. Justificou a sua posição como não existindo condições de governabilidade por parte do então primeiro-ministro. E agora? Assistimos a um primeiro-ministro que é divulgado em todo o mundo como um corrupto. Há condições para governar? Obviamente que não. Há condições para provar que Smith está a mentir? Nenhumas. Há condições para demonstrar aos portugueses que o processo de licenciamento do Freport teve a maior lisura de procedimentos? Nem pensar? Então, José Sócrates ao anunciar que vai mover um processo judicial contra os caluniadores da sua pessoa terá de repensar quem serão os caluniadores, porque arrisca-se a ter que mover um processo contra todos os portugueses que não têm dúvidas que algo de muito estranho e pouco sério se passou em todo o processo Freeport...

Neste sentido, o dr. Pedro Santana Lopes não deveria iniciar a sua campanha eleitoral como candidato a um cargo de grande responsabilidade como a presidência do município lisboeta, sem que antes clarificasse com os dirigentes do seu partido até que ponto não deve ser accionada uma intervenção política desmascarando que o actual primeiro-ministro e o actual presidente da Câmara de Lisboa, que fez parte do mesmo Executivo, não têm quaisquer condições credíveis para se manterem nos cargos que ocupam.

Com os respeitosos cumprimentos

Anónimo disse...

A comentadora que tem vergonha deste pais, tem razao em muito do que diz, pois eu acredito que o que está a acontecer no pais e que o próprio Presidente da Madeira refere, este governo já deveria ter sido dissolvido pelo PR, pq um Primeiro Ministro em funções não pode ter processos a decorrer em tribunal. Destabiliza a credibilidade do Pais e da sua governação. A conclusão que tiro de o facto do PR não dissolver este governo, tendo motivos mais que obvios para o fazer provocando eleições antecipadas, não o faz porque segundo a minha precepção, Se o fizer o António Costa será o proximo candidato a PM, subsistuindo o Socrates, deixando a CML vulnerável e ao alcance de o DR a ganhar. Algo que o PSD não quer, pois a actual lider mesmo com esta dissolução governativa não teria condições de ganhar a António Costa. O PS voltaria a vencer as legislativas, fazendo com que o objectivo de exterminar de uma vez por todas a sua vida politica falha-se. O PSD prefere este enredo todo do que deixar que o Dr Santana Lopes ganhe a CMLisboa e todos sabemos que o PR não quer que isso aconteça e outros dentro do PSD. Então que venha em 2011 outro PR. Com este tipo de atitudes o PSD perde tambem credibilidade.
NP8

drmaybe disse...

Este seu blogue é como a direção das suas políticas. Como houve um comentador a falar em transportes públicos logo aparece este post.
Pois deixe-me dizer que para o bom funcionamento dos transportes públicos rodoviários em Lisboa era preciso que houvesse menos carros particulares a circular na ruas.

Anónimo disse...

Sr. ou Sr.ª NP8:

Pois claro!

É muito fácil um trabalhador accionar judicialmente a sua entidade patronal! É o pão nosso de cada dia!

Quanto à CML, «quem está no Convento...»

João Santos disse...

Ainda bem que eu só subo uma colina, ao contrário dos anos anteriores em que fazia 100km para ganhar mo pão.

Neste momento só ando em Lisboa à noite e ao fim de tarde nos fins-de-semana. O resto é um pavor e gasto de combustível.

Mas há um 'trânsito' que é dificultado por outras causas. Os pedestres fazem gincana aos 'serviços' dos canídeos para não andar com os sapatos cheios de... Já vi aldeias tradicionais, com gados a passar, mais asseadas. Uma tarefa para o companheiro e polícia municipal -que caso é grave.