domingo, 13 de julho de 2008

Bons Valores

Fantástica reportagem, há pouco, na SIC, de Cândida Pinto e Pedro Cepa ( julgo ser este o nome), sobre um caçador de diamantes que em África construiu o seu mundo de aventuras do qual regressa, quando pode, à sua casa no Fogueteiro, à sua família, aos seus carros, incluindo Ferrari, aos seus negócios europeus. Que contrastes, que histórias fascinantes, que personagens. E ainda bem que Cândida Pinto saiu da direcção do Expresso para voltar a estes trabalhos de reportagem nos quais, hoje em dia, é absolutamente insuperável.
Extraordinária aquela resposta em que o caçador explicou como é um risco dizer -se em África que se é amigo do Presidente de um País e que o mais adequado é ser se ligado a alguém " dois ou três graus mais abaixo"...
Continuando a espreitar a SIC, enquanto aqui escrevo e depois de rever as notas que dei nos testes escritos de Direito Constitucional - uma vez que é semana de orais -, nota - se na nova programação um dedo sabedor.Por exemplo, o novo programa de Herman José é um "light" que entretém e que é mais adequado à sua versatilidade do que os imediatamente anteriores. E, pelo que sei, as audiências estão a compensar.

3 comentários:

Vidente disse...

Caro Dr.Pedro
Um dia Herman José disse á minha frente que Amália devia ter a noção de quando parar de cantar.Errado!Amália era o canto e o canto nunca para.Agora os "terrestres" como ele,eu e o resto dos humanos,sim devemos saber parar,ficamos velhos,esgotamos as ideias,ficamos chatos.Exemplo da Dra.Ferreira leite.Olhe lá Dr. o já tão famoso Senhor Sousa ( o PM ) que chato que se tornou.Quase tão chato ( uff isso era difícil.. ) como Xiquinho Louçã.De se repetir,de dizer disparates,mentiras,derrapar quando não sabe as respostas ( bom isso é todas a semanas ).Herman tambêm devia saber parar e já agora ir a um BOM director de imagem e queimar em praça pública as camisas mais pirosas do mundo que aquela alma usa.E vive em Azeitão,perto de Manuela.Pelo menos devia saber como vestir.
"Vejo" que não vê o que deviam os outros dizer-lhe que veem para que visse de uma vez o que os outros veem realmente!!Eu tento VER!

Vap disse...

Uma das coisas que aprecio em si, Dr Pedro Santana Lopes, é a capacidade que tem em lapidar a realidade.
É, por isso, que, aos seus olhos, as coisas são sempre mais belas...
Parabéns por conseguir eliminar e não reter o que não presta!
Na reportagem de que fala, não fosse o Ferrari e a história seria mesmo comovente.

Manuela disse...

Concordo, Vidente, as camisas são de facto um susto e não fazem "juz" à nobreza das pessoas moradoras em Azeitão.