terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Uma questão de civismo

Já saiu do Governo o Ministro da Saúde.
Em minha opinião, tratava-se, antes do mais, de uma exigência de civismo democrático.

24 comentários:

Ricardo Araújo disse...

Boa noite Dr. Pedro Santana Lopes, aconteceu o que todos os Portugueses esperavam, mas a meu ver as primeiras palavras da nova Ministra vão no sentido de se manter tudo igual, ou seja, o Ministério vai continuar com as mesmas políticas. Assim sendo os Portugueses vão continuar a não entender e a oposição também não, que os problemas não estão nos Ministro mas sim no Governo.

Agora temos uma Ministra que apoiou Manuel Alegre, dando a entender que isto foi um golpe para o calar, afim de dizer, afinal tens de estar calado com a tua contrariedade para com este Governo acerca das Politicas de Saúde, porque a pessoa que metemos no Ministério da Saúde foi tua apoiante.

Esta Ministra começa desde já mal, porque segundo notícias tem uma acção em tribunal com o hospital Amadora-Sintra, esperemos que esta sua vinda para este Ministério não seja para encobrir tal situação e que no final se vá beneficiar um privado, a coberto do estado.

Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo.

Serrote disse...

Com a política que tinha vindo a ser seguida (encerramento de maternidades, urgências e SAP) era a única saída de José Sócrates... Já não era sem tempo.

Cumprimentos Dr. Santana Lopes

Espero que apareça por Portalegre

Filipe Mouzinho Serrote

JB disse...

2 pontos, peca por tardia e peca por escassa...
agora e meter a mão na tombola e ver quem é o próximo a sair...Excluidos desse pote peço desculpa não os há, pois qualquer um que saia ninguem da pela falta, já que pior é muito complicado...

Servo da Gleba disse...

Aplaude-se.

Resta saber se aquela política miserável vai continuar,com reforços frescos vindos da rectaguarda.

Dar-me-ia também satisfação saber que o PSD diverge desta linha que retira aos mais humildes o que há de mais sagrado.

Ou se vamos repetir as asneiras dos americanos e quejandos,em que a saúde dos cidadãos é apenas mais um entre muitos negócios.Onde tratar uma doença grave pode equivaler a ter de vender a casa onde vivem.

Seria regredir
civilizacionalmente.Mas com tudo o que se tem observado últimamente,não surpreenderia.

Os direitos fundamentais das pessoas são tábua rasa para este engenheiro(Deus nos acuda) sem engenho.

Os políticos que não têm qualidade nem competências para resolver os problemas e dificuldades do país nem se deviam candidatar.A experiência diz-nos que tentarão resolvê-los recorrendo á injustiça e ao sacrifício dos mais desfavorecidos.Para não falar nas aberrações como esse José Magalhães,que de comunista convicto passou a torturador de reformados.

Na política,como em tudo na vida,a temperança é uma virtude.Nem muito à esquerda nem muito à direita.
O equilíbrio é amigo da justiça!
E já agora,os políticos deviam recordar de quando em vez que a razão e objectivo dos seus cargos não é a vaidade pessoal nem o enriquecimento rápido.

O seu poder emana do povo,a sua verdadeira pátria,a quem deveriam saber servir com orgulho e rectidão.

Mário Augusto Rodrigues disse...

Pois é Dr. Santana Lopes,

Mas a nova Ministra não é melhor…

Aliás essa Socialista, como Presidente da Assembleia Municipal da Lourinhã, tomou posições a semana passada de bradar aos céus.

Um Centro de Saúde, novo, inaugurado em 2005, construído durante o seu Governo, Fecha de Noite, numa zona Turística com a Areia Branca, etc… Ela, achou bem e correcto, contra as pessoas e quando o PSD local, propôs este mês, numa Assembleia Municipal extraordinária, sobre o encerramento do SAP, ela como presidente vestiu ainda mais a camisola, do que o próprio ministro… está quase tudo dito… Mas veja-se, que o PSD lá da Lourinhã e muito bem, propôs segundo os jornais um Referendo Municipal, para oscultar o Povo, e essa senhora disse não, porque a população não é esclarecida.

Ridículo… Cuidado com ela… Além da péssima ARS onde esteve, etc, etc… esta senhora é socialista envolvida na Lourinhã, com um Presidente de Câmara, presidente do PSD regional, que já esteve preso por corrupção e tudo…

Descubram os Senhores Deputados, porque esta vai ser pior, fala quem conhece bem, esta nova fera do animal fezoz.

Um abraço e BOM , mesmo Bom debate, o fim dos socialista começou em 2008.

Estamos muitos milhões esperando a mudança, dê-nos esperança e alento, por favor.


Mário Augusto Rodrigues

Anónimo disse...

FINALMENTE...

Deixo em seguida um excerto de uma notícia do Correio da Manhã da edição de hoje (30-01-2008)onde demonstra bem o trabalho de Correia de Campos.

"AS MEDIDAS, OS PROTESTOS E AS GAFFES

Fechou Urgências e maternidades, acabou com a ajuda em medicamentos para doentes crónicos, criou novas taxas moderadoras e afrontou médicos e farmácias – o consulado de Correia de Campos no Ministério da Saúde foi marcado por protestos, quase diários. Nas últimas semanas, as mortes em Viseu, Anadia e Alijó levaram a uma situação insustentável. “Ó senhor jornalista, se a sua avozinha não tivesse morrido ainda hoje era viva”, foi a reacção à morte de duas crianças. Ontem foi o seu último dia como ministro."

Mais palavras para quê?

Não vamos nunca deixar de relembrar o nosso eterno líder, Francisco Sá Carneiro.

Viva Portugal

Viva o PPD/PSD

Eng. Rui Costa

Bartolomeu disse...

Peço desculpa, mas não concordo com a sua opinião.
Para mim esta foi a forma de o governo assinalar o aniversário do Lego. Aquele famoso jogo, completou 50 anos de existência
José Socrates, aliando a imagem dos ministérios e respectivos ministros,a uma imensa construção Lego, decidiu mudar umas peças... só para ver se o efeito cala um pouco aquela rapaziada da SIC e se o deixam aproximar paulatinamente a vesperas de eleições. Se não se levantarem muitas ondas, com mais uns retoques na imagem e no discurso e um novo pacote de promessas para não cumprir... é tiro e queda, a parolada lá vai toda em romaria a bater palminhas. Até são capazes de lhe tecer elogios e criar um slogan épico, tipo "Socrates és o maior f***-*** mais, por favor"

Tino disse...

Saiu um dos menos maus, embora o mais socratino na arrogância e na prepotência.

O problema é que os piores dos piores continuam lá...

Manuel disse...

Penso que se deve também uma palavra a outras faltas de civismo:
- dos média, que inquerem mas não ignoram as respostas;
- do inacreditável aproveitamento de situações pontuais como se sistematicas fossem, e como se a responsabilidade fosse das medidas tomadas (boas ou más) quando todos sabem que não;
- da instrumentalização das populações.
Gostei de o ver demarcar-se, porque de si se espera sempre o confronto esclarecido.
Correia de Campos pode ser inábil e ter errado nas decisões que tomou. Mas não me consta que seja desonesto (material e intelectualmente).
Obrigado

OREIVAINU disse...

Meu Caro nem de civismo nem de democracia, mas somente uma manobra de cosmética. Mudar um rosto, tentar promover nova imagem, é uma questão de política de comunicação. Só isso!

Harry Lime disse...

Já agora o que é civismo democrático?

Este blog é mesmo mau. Se fosse escrito por anónimo qualquer ninguem lhe ligava nenhuma. É triste mas é verdade.

joão severino disse...

Esta tarde ouvi o que se passou na Assembleia da República. Destaque óbvio para a intervenção de Pedro Santana Lopes que eficientemente arrasou toda a falácia e demagogia do primeiro-ministro, do que dei conta imediata no meu blogue.
Lamento profundamente que a rádio Antena 1 ao referir-se à sessão parlamentar nos noticiários tenha emitido precisamente o minuto de maior desinteresse proferido por Santana Lopes. Se isto não é censura, nunca existiu tal façanha na política portuguesa.

Armindo Pombo disse...

Caro Doutor,
O Ministro da Saúde foi embora, mas não será que ele estava a fazer a politica do governo? será que ele estava a fazer politica por conta própria, o Senhor Engenheiro, não sabia de nada, se calhar não se apercebeu que Anadia era em Portugal, e quando verificou que a final era em Portugal mandou o Ministro da Saúde dar uma volta, e a nova Ministra vai tomar decisões por conta própria?
Quando é que em Portugal quem verdadeiramente manda é responsável pelos seus actos.

... disse...

Caro Dr. Santana Lopes,

Hoje, ainda pensei que a ASAE invadisse o Parlamento. A remodelação da saúde pareceu-me um desses quadros de balbúrdia semanal onde em ária infindável proclamam-se produtos de contrafacção.
No caso, o têxtil até que é o mesmo, mas a embalagem, que não se vai vestir, em propositada estratégia comercial (de votos), é que torna o produto barato e acessível!

O SNS virá a ser uma Lacoste de candonga? Está a saldo?

De outra forma, diria que o crocodilo devorador do erário público precisava de um regime de emagrecimento, mas os tratadores ministeriais em lágrimas (de crocodilo claro está!) assistirão impávidos ao aparecimento de outro animalejo mais comedor, como foi o que surgiu feroz para os lados de Amadora-Sintra, e quejandos por esse país fora.

É claro que os tratadores ficarão sempre imunes e impunes e quiçá, nunca o saberemos, se o Circo da União Feliz (CUF) os contratará para a próxima época circense.

Pesaran Correia

... disse...

Caro Dr. Santana Lopes

Só a título de curiosidade. Vi a nova Ministra da Saúde. Fechei os olhos e ouvi um timbre similar ao da Ministra da Educação. Ora bolas! Desejei-lhes. Na simplicidade e discretas palavras desta última, descortinei umas rugas de selvajaria no trato, umas verrugas de feitiços e pós de perlim-pim-pim. Será?
Se aquela, também, conseguir reunir, na João Crisóstomo, uns incompetentes, insuportáveis, arrogantes e boçais serviçais de gabinete, vamos ter “Revista à Portuguesa” concerteza, ao invés da inflamada retórica que celebrizou o Santo que lhe deu nome. Já não há pachorra!

Pesaran Correia

Nota: Amigo de peito do Sr. Jorge Duarte que assiste serenamente a mais uma trampolinice!

Branca Naire disse...

Gosto sempre de ler os comentários que aqui se escrevem, mas quando alguem escreve que este blog é mau e que se fosse escrito por um anónimo ninguem lhe ligava nenhuma, eu pergunto-me se essa gente não terá mais que fazer?
Se é mau, porque cá vem?
Significados não se procuram num blog e sim num dicionário!
Quanto a ser escrito por alguem que não é anónimo, não sei porque os outros cá vêm, eu pessoalmente não venho por ser uma pessoa conhecida ,venho porque gosto da frontalidade com que o autor deste blog fala e escreve, algo que começa a ser raro em figuras politicas. Mas a frontalidade, leva à verdade e as verdades magoam. Branca Naire

Cleopatra disse...

Mas não foi ele que se dimitiu?!

Cleopatra disse...

Apague o outro.
A pergunta é:
Não foi ele que se demitiu??

José António disse...

Tenho sérias dúvidas que pressionar demasiadamente não esteja a contecer a destempo. Quando o governo começou a tomar algumas medidas menos populares, a oposição atira forte? Veremos...Atenção a políticos como Mário Soares...vocês forçam e eles arrepiam caminho. Pois é...

Ana Narciso disse...

E quando sairá o Primeiro Ministro?
Se fosse outro Primeiro Ministro e se chamasse PSL a opinião pública e a opinião publicada não se cansariam de comentar todos os dias e em todos os noticiários um detalhe importantíssimo para a gestão da coisa pública, se foi ou não foi à abertura de uma Festa ou se esteve com um grupo de amigos numa discoteca. Mas não este Primeiro "jurou por sua honra " em várias ocasiões da sua vida e depois descobriu-se que não tinha nem honra nem palavra, mas isso não tem importância. Importância tinha mesmo era a cor de cabelo da sua nova namorada. Isso sim era um crime de honra.Já estou como a outra operadora do CODU " Oh! Valha-me Deus!"Até quando vamos suportar isto?

Mãe&Advogada disse...

Harry Lime,

há quem use os blogs para se dar a conhecer!

e também há quem comente em blogs alheios pelos mesmos motivos!

PSL não parece precisar de fazer nem uma coisa nem outra, para se dar a conhecer!

Falando por mim - que visito mesmo muito poucos - os Blogs valem pelos Bloggers e não o contrário!

Se o blogger é um crápula ou um deprimido crónico ou um barril de frustrações disfarçado de poço de cultura made in motores de busca,

visitar o seu blog é dar-lhe gás - porque ao visitar um blog nunca somos só leitores, podendo de certa forma estar a ser verdadeiros cúmplices da desgraça! se é que me entende...

Klatuu o embuçado disse...

Mas, principalmente, de Saúde Pública... já ninguém suportava o cheiro a cadáver!

Mas bem dentro de Lisboa ainda permanece cá um cheirete! - talvez seja daquelas bombas de Carnaval... :)

P. S. O meu contributo para a sua boa disposição, que a política anda tão rasca que até prende os maxilares: http://gothland666.blogspot.com/

carlos l.l. disse...

Interessante, então o Sr. Drº teve excesso de civismo no tempo em que era Primeiro-Ministro.

Joaquim Costa disse...

Não devia ter saído.