domingo, 18 de novembro de 2007

Notas avulsas

!- Devo registar a atitude do Diário de Notícias e da jornalista responsável pelo artigo com a tal fotografia, Imediatamente me contactou, dando - me razão e explicando, de certo modo, o sucedido. São atitudes assim que distinguem as pessoas e as instituições.



2-Um visitante deste blogue, cujo comentário também publiquei, pede-me para concretizar o nome da jornalista que alterna os telefonemas, as conversas e as atitudes de grande simpatia, com textos carregados de fel.
Nada tem a ver, da minha parte, com a confusão entre a liberdade de opinião principalmente de um jornalista, e, por outro lado, relações pessoais. É o tom, em que se percebe a aversão, depois contrariada por todos os sorrisos nos contactos pessoais. Não tenho qualquer razão para não responder. Há outra, parecida. Mas, neste caso, refiro - me a Maria João Avilez.
Há anos que é assim E eu acredito sempre que as pessoas são sinceras. Quando faço algumas leituras de palavras de tom tão diferente, nem acredito que seja a mesma pessoa.
3- Estive a ler a entrevista de Vasco Pulido Valente. Lá está: é das pessoas que pior escreve ou fala sobre mim. Mas, no caso, sou um entre vários. Não é consolo. Mas não posso deixar de sentir admiração e respeito por uma personalidade tão marcada, com uma expressão tão azeda. É obviamente muito inteligente, tem obra, apesar de tudo tem uma rota coerente. Sabe do que fala, seja injusto ou justo, exagerado ou rigoroso, falhe ou acerte nas análises e nas previsões.Escrevo à vontade estas palavras até porque sei, que com o seu feitio, Ainda é mais uma razão para se irritar comigo.Mas é o que penso sobre ele e como o blogue é de minha responsabilidade!...

4 comentários:

Francisco disse...

VPV:

- "Personalidade tão marcada"

- "Muito inteligente"

- "Sabe do que fala"

Tudo certo, mas nãodeixa de ser um Velho do Restelo.

Eolo disse...

Sabe Pedro,há milhares de pessoas a escrever em jornais e,falando com desassombro,tem que se dizer que não há jornalismo no nosso país.
Vejam-se os numerosos escândalos que são religiosamente sonegados ao conhecimento público geral.E a mega operação/conspiração levada a efeito para derrubar o seu Governo e levar ao poder o polvo Socrático.

Quando o Pedro e algumas outras pessoas são entrevistados nota-se uma agressividade que roça a má educação.Quando os mesmos entrevistadores estão perante as cabeças da Hidra socialista ou o Cacique-mor do futebol,como recentemente,verifica-se um subserviente dobrar de cerviz.
Dou dois casos,autênticas comédias: As "entrevistas a Sócrates no caso do diploma falso e a última de P.da Costa.

Entendo a sua dificuldade em romper o manto de mentiras e concluios nos orgãos de intoxicação social.Eles,comandados pelo polvo,têm feito de tudo para destruir a sua carreira política.
Também por estas razões creio que deve delinear uma estratégia muito inteligente.Quando cortar cada uma das cabeças da hidra não se esqueça de as cauterizar...

paf disse...

Pois é Dr. Santana Lopes... eu sei que é bonito perdoar, mas ao ponto de receber e conversar com a Sra. Avillez, é dose!!! Livra!!! Então não me diga que não se lembra que um dos principais focos da intriga e calúnia contra si e contra o seu governo estava situado no Campo Grande, ali paredes-meias com a Churrasqueira e animadissimo pelas "manas" e pelo menos por um dos maridos - o hoje "patrão dos patrões".
Essa gente do Campo Grande é bem a imagem de uma burguesia formada no negócio, e que sempre se manteve à tona de água, graças aos sucessivos fretes e serviços presatados a tudo o que fosse (ou cheirasse) a poder: Salazar, Caetano, Sá Carneiro, Soares, Cavaco... Foram sempre saltitando de uns para outros, dedicados, atentos e venerandos, prontos a servir os amos do momento e a rosnar e ladrar para aqueles cuja postura e actuação beliscasse em algo os seus interesses e objectivas.
Que infinita capacidade em perdoar, Dr. Santana Lopes!

Bruno Maia disse...

Se a perseguição fosse apenas dessas duas pessoas a situação do pais era bem melhor(ainda o tinhamos como 1º ministro).


Se os outros falam mal e mentem não há problema de dizer algo no blog, sendo que, todo o escrito até ao momento é verdade.

Abraço