sábado, 29 de setembro de 2007

VITÒRIA PLENA DE SIGNIFICADO

A eleição de Luís Filipe Menezes para a liderança do PPD/PSD, constitui uma vitória com grande significado político. Por quem ganha e, também, por quem perde.
A campanha teve momentos melhores e piores, que também importa não esquecer. Mas o resultado obtido pelo novo líder, tem uma importância incomparável. Há quem deva estar muito triste, nomeadamente os que perdem. E há também os que devem estar transtornados. E, talvez, não os mais directos apoiantes do líder cessante. De qualquer modo, não sou dos que se põem a dizer mal de quem perde e a elogiar quem ganha. O que não implica, que deixem de ser feitos os devidos balanços. Na devida altura, nomeadamente no Congresso de 12,13 e 14 de Outubro.
Pede-se agora aos "trapezistas" da política, que não se ponham com os "exercícios" do costume. Na política, há perder e há ganhar. Embora muitos, por eles, nunca tenham ganho nada. Por isso mesmo, alguns já queriam pôr em causa as directas. Ficou provado que não há método mais adequado, para "as bases" fazerem prevalecer a sua vontade soberana. Por mim, que fui, com honra, quem primeiro defendeu - com Rui Gomes da Silva - este método de eleição, não concebo que se queira voltar atrás. Sempre preferi que a votação directa do novo líder, fosse feita no Sábado do fim-de-semana do Congresso. Mas essa é uma questão de organização, não é a questão de fundo. Essa ficou resolvida com a força da participação dos militantes e com a escolha que fizeram. "As bases", que Francisco Sá Carneiro, desde sempre considerou A GRANDE RESERVA e O GRANDE PATRIMÓNIO do PPD/PSD, mais uma vez, quando chegou o momento, disseram o que entenderam ser justo.

14 comentários:

António Flórido disse...

Parabéns, doutor, pelo seu blog, que apesar de recente já me habituei a consultar, tendo-o até já incluido no meu Jornal Online que trata, sobretudo, de assuntos s/ a Figueira da Foz (www.opalhetas.blogspot.com), e no qual já inclui, com a devida vénia, um artigo seu.
De parabens também o seu gesto na "Sic Noticias" e a ponderada análise deste seu artigo sobre as eleições de ontem no PSD.
Abraços. António Flórido/Fig.Foz

Tribuna Laranja disse...

Luís Filipe Menezes é o novo TIMONEIRO do Partido Social Democrata, com 20.701 votos contra 16.334 de Marques Mendes.

“As Armas e os Barões Assinalados” não tiveram força suficiente para suster esta onda de mudança, que os militantes (PEQUENITOS) tanto desejavam.

Alguns barões já vieram a terreiro dizer que não deveria haver Directas, queriam eles em Congresso escolher o líder. Mas o PSD não é uma coutada, só de alguns!... quer a nível local, distrital ou nacional...no PSD todos os militantes valem um voto, valem uma opinião e merecem respeito, por todos aqueles que se servem do partido.

Com esta vitória temos a certeza que os deputados vão ser escolhidos pelos militantes de cada distrito, assim como os presidentes de câmara.

O partido precisava desta lufada de ar fresco e dum novo rumo. O PSD já deu provas em várias eleições, que quando se une é difícil de bater.

Isto é a prova de que não há vencedores antecipados, quer nesta ou noutras eleições quaisquer.

Aqueles que pensavam que iriam continuar a ter vida fácil dentro do partido, quer nas concelhias ou nas distritais, também lhes aconselhamos a arrepiar caminho.
O actual governo de José Socrates, vai ter a vida mais complicada e também lhe aconselhamos arrepiar caminho.

www.tribunalaranja.blogspot.com

David Oliveira disse...

Boa tarde! permita-me que publicamente o congratule pelo facto de colocar no seu blogue a hipotese do comentário, da crítica, do debate. Já por aqui tinha vindo algumas vezes, não me faltou vontade de deixar comentário, simplesmente ... Parabéns! não sem que respeitosamente o alerte para a condição (acho eu) que deverá impôr(quem o avisa seu amigo é!)- faça-o desde que não a deixe absolutamente aberta e livre. Utilize a opção do Blogger de exibição de comentários e/ou outros após seu visionamento.
Muito haveria para lhe dizer, escrever mas imponho-me a condição de alguma/muita contenção apesar disso subscrevo o essencial do seu post.
David Oliveira

Os_meus_rabiscos disse...

Concordo plenamente consigo! Que bom podermos comentar o se blog! Bem vindo à blogosfera! Sou militante do PSD e vereadora eleita pelo nosso partido a uma câmara municipal... Esta vitória mostrou o sentir do PSD verdadeiro, das pessoas reais, não dos barões e dos lobbies. Gosto das directas!

Bruno Maia disse...

Concordo plenamente.
Ainda assim penso que LFM não é o melhor para ir "à luta" com José Socrates.

Parece também que sou o 1º a comentar neste blog.

Abraço

António Couceiro disse...

Excelente PSL excelente!

Precisamos de si na politica !

Um dia, quando era presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, fui, como a devida vénia e o devido respeito, procurá-lo, convém lembrar, num dos piores momentos do partido, para me que me assinasse os papéis para ser militante! Espero que se lembre!
Voltei a encontrá-lo no congresso de Pombal, onde trocámos umas breves palavras e, para lhe ser totalmente sincero, espero voltar a encontrá-lo muito mais vezes, pois o partido e o país precisam de si!

Acho bem que continue a andar por aí... só lhe peço que não se esqueça de nós, povo português ! Um dia, o tempo e a história acabarão por lhe dar razão em muitas coisas!
O que o Sr. José Sócrates tem feito (Educação, impostos, saúde SCUTS) teria outro impacto se tivesse sido o meu amigo!

Enfim, assim vai a politica desta país!

PS - Granda Santana na entrevista à SIC ! Parabéns!

Armindo de Vasconcelos disse...

As bases do Partido escolheram.
Como paladino das Directas, Santana Lopes tem de acreditar no resultado. E disse-o muito equilibradamente. Para além da sua própria trajectória partidária. E da tantas vezes confessada referência ao grande ícone do Partido, Sá Carneiro.
Fica-lhe bem a coerência. Que mantém. Ele que sabe do que fala. Porque fala. Para quem fala.

JG. disse...

Caríssimo,

Será possível no mesmo post dizer uma coisa e depois contradizer-se?! Parece que sim, o que não abona em nada a credibilidade de quem escreve...

Vejamos, no post de 20 de Setembro, quando ainda não eram permitidos comentários, escreve que Jorge Coelho afirmara na Quadratura do Círculo que "quando o Governo do PPD/PSD e do CDS/PP cessou funções, o crescimento da economia era negativo."

Não concordando com tal afirmação, alinhava mais à frente que "foi no 1º trimestre de 2005, com a campanha eleitoral a decorrer, após o então Presidente ter posto em causa um Parlamento onde existia uma maioria sólida e coesa no apoio ao Governo, foi nessa altura, que a economia teve crescimento negativo."

Na minha modesta opinião, estão ambos a falar do mesmo período de tempo. Será que a memória é tão curta que V. Ex.ª já não se recorda quando foi substituído por vontade única e exclusiva dos portugueses?! Será que já não era responsável por aquilo que os membros do executivo da coligação PPD/CDS faziam e desfaziam até ao "lavar dos cestos"?!

Cordialmente,

José Graça

sinal de transito disse...

Bom dia,

em primeiro lugar, como não pdoeria deixar de ser dou-lhe os meus parabéns pelo Blog e por deixar ques e possa inserir opiniões ao mesmo e sobre os mais variados temas que se vão colocando aqui.

LFM penso que é a melhor solução para o PSD neste momento e aparece como uma lufada de ar fresco para o partido uma Vez que Marques Mendes o estava a enterrar por completo, não fazendo oposição e não tendo um caminho para o fazer.

Sinceramente penso que esta eleição foi triste de ver, fazendo com que decorresse sob um clima de suspeição e desconfiança que em nada abona o partido. Foi triste de ver esgrimir argumentos sob a forma de acusações e pancadaria politica, não traduzindo em nada a verdadeira forma de condução e do que poderia mudar ou que eventualmente permanece bem no partido.

Não me parece mesmo assim, que LFM seja o candidato que o PSD precisa para fazer face ao governo socialista mas é sem duvida o melhor dos dois que se apresetaram. Temo um pouco que se vá repetir a sua História de Lisboa. Quando estava a fazer um bom trabalho por LISBOA, foi convidado a participar num assassínio politico ao ir para o cargo de Primeiro Ministro. Penso que quem vai perder é Gaia porque o trabalho que o LFM lá estava a fazer rondava o excelente. São opções, e por cada uma ganha, perdem-se tantas outras.!

Ms. Narciso disse...

Como mandatária de Luís Filipe Menezes no Concelho de Porto de Mós onde LFM ganhou, só posso dizer que valeu a pena contribuir para esta vitória.
Há uma nova esperança , uma nova vitalidade que precisamos , todos de alimentar e de conduzir a outra vitória em 2009. E só vejo uma forma de lá chegarmos : trabalho, convergência de esforços e muita energia na oposição ao PS.

Só mais esta nota : abandonar a entrevista foi uma atitude que mereceu a minha total aprovação. já lhe bati palmas em várias ocasiões; nesta também.

O Raio disse...

Luis Filipe Menezes vai ser um precioso aliado de Sócrates e Cavaco Silva no desejo destes de enterrar o referendo ao clone da Constituição Europeia, isto é, do Tratado Reformador.

O suicídio político de Marques Mendes deve ter sido o querer fazer um referendo!

josé disse...

Bom dia
Sou militante do PPD/PSD e tive todo gosto em ter participado nesta vitória do Dr. Luís Filipe Menezes, plena de significado para o nosso partido.
Plena de significado por ter ficado provado que os militantes do PSD votam em quem muito bem entendem, mesmo que alguns pensem que podem pensar por eles.
Quero aproveitar a oportunidade para o felicitar pela atitude que tomou na Sic Notícias quando foi interrompido pelo motivo que todos conhecem.
Cordiais cumprimentos e sempre a considerá-lo.
J. António

Macedo Barros disse...

Caro companheiro, tenho a dizer-lhe que a Política necessita mais de reflexão do que promoção comercial, e nesta óptica deixo-lhe um atalho para a discussão, em http://socialhumano.blogspot.com
Abraço de Macedo de Barros

Anónimo disse...

Aprendi muito