sábado, 17 de dezembro de 2011

Desígnios

Agora importam os próximos anos. Houve a vitória na Figueira há 14 anos, houve a vitória em Lisboa há dez anos. Como aconteceram outros momentos menos positivos. A Vida é assim. Há que saber caminhar.

Os Países, as cidades, as empresas, as Famílias, as pessoas têm de ser grandes nos diferentes  momentos. É preciso saber ganhar e é, também, necessário saber ultrapassar os momentos menos bons. O futuro não se constrói com memórias mas não pode esquecê - las.

É fascinante o que temos para construir neste tempo em que parece só existir uma receita no Mundo. Estamos no tempo da Criatividade e da Imaginação. Dizem as Escrituras que são insondáveis os desígnios do Senhor. E , noutro plano, são quase ilimitados os recursos que a Providência colocou à disposição do ser humano. Há, pois, que ser perseverante e merecer esses dons.

As memórias são bonitas. Mas contam mais os novos projectos para os novos tempos. É bom fazer de novo. Não igual. Novo.

6 comentários:

Hugo Correia disse...

«Quem não se preocupa com o futuro distante condena-se aos incómodos imediatos.»

Confúcio, Anacletos

O próximo pensamento(diálogo sobre o despertar) de Marco Aurélio pode, também, nos tempos de hoje, ser interpretado como um alerta para algum marasmo político e decisório que possa existir...

«- Ao nascer o dia, enquanto te ergues preguiçosamente, tem presente no espírito o seguinte pensamento: é para fazer obra de homem que desperto. Assim sendo, deixar-me-ei tomar de mau humor, se vou cumprir aquilo para que nasci, aquilo em cuja vista fui posto no mundo? Ou será que nasci para ficar deitado e manter-me aquecido no aconchego dos cobertores?
- Mas isso é mais agradável!
- Nasceste tu, então, para a passividade ou para a actividade? Não vês que as árvores, os pardais, as formigas, as aranhas, as abelhas, cumprem as tarefas respectivas e contribuem a seu modo para a marcha do mundo? E recusas tu nas tarefas da natureza?
- Mas também é necessário repousar.
- Admito que sim. A natureza, contudo, fixou os limites dessa necessidade, como o fez para o comer e o beber.»

Marco Aurélio, Pensamentos

meco disse...

Pedro:

Às vezes faz-nos bem voltar às "origens".
Unicamente por razões profissionais, não consegui estar tão por dentro como gostaria nessas saborosas vitórias, ou nas dignas derrotas (quem está deve estar sempre)mas porque sempre as senti como se estivesse sinto-me legitimado para daqui lhe lançar um desafio.
Coimbra já foi a terceira cidade do país e hoje apesar de ser uma cidade onde ainda se vive com muita qualidade, precisa de alguém que tenha visão para aproveitar e potenciar o facto de ser a cidade do conhecimento.
Os exemplos das empresas que aproveitando o "material" humano saído do departamento de informática da FCTUC, e sem nenhuns apoios, têm brilhado ao ponto de serem vistas pelos gigantes NASA e Microsoft, são prova do muito que há para fazer em Coimbra.
Já tem um Reitor com esse perfil, precisa de um Presidente de Câmara!
Porque sou dos que continuam a acreditar, peço-lhe simplesmente que pense no assunto!
Coimbra agradece!

maria lisboa....... disse...

Tem razão. Os novos projectos são sempre os melhores. Mas para quem tem a oportunidade de os ter.
A criatividade ajuda muito pouco quando cada mês a dívida ao Banco aumenta e os filhos vão para a escola com fome.
Essa é a realidade de cada vez mais portugueses e aí o novo Governo está a pecar bastante. Meteu tudo no mesmo saco.
Os feirantes, por exemplo, riquíssimos que não pagam um só cêntimo de imposto e têm carrinhas, carros caros, camionetas, e vendem produtos comprados ou desviados onde fazem pequenas fortunas, compram casas a pronto ( tipo a mãe do ex-PM com uma pensão de 300 euros/Mês e é dona de empresas, casas etc...e ninguém investiga nada…..é fantástico ) e depois os que não têm mesmo nada.
Todos andam a sugar o Estado só que uns têm esse direito e são vistos como malandros quando o não são.
Depois existe a criatividade política que com o passar dos meses vejo com tristeza que este Governo não tem.
Com gosto daria aulas de “ver bem o que se pode dizer” antes de abrir a boca a alguns membros do mesmo.
Em vez de apresentarem a ideia de empregos no estrangeiro como uma saída única para ter trabalho, deviam apresentar a ideia como um bom trabalho de casa do Governo, discretamente.
”De momento não há alunos suficientes para tantos professores mas temos aqui estes pedidos para Angola e Brasil. Pode ser boa ideia um tempo fora”.
Se calhar até pensariam que era boa ideia.
Há tantas formas de dizer as coisas sem chocar as pessoas..
E por amor de Deus, António Seguro.
Você diz que está chocado com este PM. Nós andámos a "chocar" durante 6 anos. Lembro?
PM Sócrates. Projectos de amigos assinados por ele para poderem aprová-los na Câmara da Covilhã...é ilegal, sabia? Não o choca isso?
Exames de faculdade feitos por fax com timbre do Ministério onde era Ministro. Normal? Deviam ter sido anulados como mínimo…digo eu…
Currículum na mesmíssima AR com uma Licenciatura em Engenharia quando não o era nem menos Engenharia. Técnico de algo parecido e nem a ordem o podia aceitar. Como se chama a isso? Hummmm deixe ver……ah já sei, é mentir a uma instituição que é a mãe de todas as outras. Legal?
Depois foi rasurado à mão sem se saber como nem por quem, ou seja....Chocante!!!
O Diploma de Técnico TEM data de Domingo. Nunca foi nada disto esclarecido portanto nas nossas cabeças não vale nada para não dizer que é alegadamente falsificado.
Freeport....um "escândalo escandaloso" que jamais esqueceremos.
Face oculta...Face horrorosa de vários amigos que fizeram e desfizeram o que quiseram. Escutas apagadas ( ou não? )
Isso sim é ESCANDALOSO e chocante.
Dar ideias e saídas às pessoas não me choca nada.
E claro……aqui estou à disposição de dar aulas de como fazer e dizer as coisas. Serve para todos.
O Dr. Francisco Sá Carneiro teve aulas de dicção com Glória de Matos. Quando se é inteligente não se tem medo de aprender!!!

o cusco....... disse...

Desígnios....
Lá vai o primo direito do Ministro das Finanças “a mais” o seu amigo Jerónimo, chorar mais uma morte. Louçã e Sousa sempre veneraram este monstro que deixa um País na mais horrível das misérias com um povo massacrado pela fome, frio e doença.
É que morreu Kim Jong-il, o “Querido Líder” norte-coreano.
Parece que o filho Kim Jong-un e neto de Kim Il-sung, fundador do regime comunista norte-coreano, que morreu em 1994 será quem herda o “trono”.
País comunista ao quadrado, como se de uma Monarquia absolutista se tratasse, já é o neto a herdar o “Estado” do pai que tinha herdado do avô.
Uma vergonha de regime e de homens num planeta condenado pela humanidade.
Se ficámos mais pobres com a morte da grande Cesária Évora , este desaparecimento súbito do Ditador louco com tão só 69 anos, é um alívio para o balanço de energias cósmicas!!!
Coreia do Norte é dos Países mais pobres do mundo onde a grande parte da população morre de fome. Como pouco se sabe deste País só sabemos das atrocidades pelos poucos que conseguem fugir para a Coreia do Sul e contam a verdade da carnificina. No entanto todos os membros do Governo, família do Ditador morto e Militares de peso, viajam e mantêm os filhos a estudar na Suiça nos Colégios e Universidades mais caras do mundo. Vivem num luxo que nem no Kremlin ( o verdadeiro, não aquele antro em Lisboa )dos dias gloriosos da ditadura sanguinária comunista na URSS jamais se viveu. Deve ser por isso que o Bloco e PCP tanto defendem este regime.
Bom, menos um monstro.

miguel vaz serra....... disse...

Dr. Santana Lopes
Desejo um Santo Natal a si e família. Muita saúde a quem necessite e harmonia na vida em geral.
A todos os "colegas" que aqui há tantos anos me fazem companhia, um Feliz Natal também com a esperança de melhores Natais no futuro!!!
Um abraço e beijo a todos.
Miguel Vaz Serra

mil disse...

Depois do ponto da situação, projectos! Muito bem, Apoiado! Onde é que precisa que se trabalhe?

O PSD anda COMPLETAMENTE falho de projectos a nível autárquico aqui por Lisboa (e arredores). Por favor (e com a benção de Deus -que o 'Tinhoso' tem muitos compinchas por aqui), façamos qualquer coisa!

Um Santo Natal para si e para a sua família.