segunda-feira, 25 de abril de 2011

INÉDITO

Interrogado pelos Órgãos de Comunicação, à saída da cerimónia no Palácio de Belém, disse, tão só, que «foi uma cerimónia bonita»... Ainda ouvi um jornalista dizer para o microfone que eu não estava para muitas palavras... E não! Tendo falado o Presidente da República e três ex - Presidentes, manda o respito e o bom senso que haja alguma ponderação, sobre o que se viu e ouviu, antes de se fazer um comentário. É a minha opinião.


Mário Soares, Cavaco Silva, Ramalho Eanes, Jorge Sampaio


A cerimónia foi, de facto, bonita. O facto de se juntarem aquelas quatro individualidades por serem os quatro Chefes de Estado eleitos, até agora, neste regime, já de si, conta.
Depois, o facto de ser uma cerimónia aberta com a presença dos titulares dos mais Altos Cargos do Estado e dos cidadãos que livremente quiseram entrar (também, em termos de segurança, só em Portugal).
Depois, o enquadramento e, de modo especial, a actuação de Bernardo Sasseti e Mário Laginha.
Quanto aos discursos, foram prudentes. Disseram mal e disseram bem do que se passou nestes 37 anos...
Mas, a esse propósito, cabe colocar uma questão muito simples: quem ali estava a falar não são exactamente, as pessoas, quatro, que tiveram, ou têm, a seu cargo, a Chefia do Estado? Falaram muito no que os Partidos fizeram e não fizeram... Todos foram líderes partidários e um deles, até ajudou a criar um Partido a partir de Belém... Cavaco Silva foi Primeiro - Ministro dez anos, Mário Soares cinco, Jorge Sampaio liderou o PS cinco anos, Ramalho Eanes lançou e liderou o PRD. Ficaria mal um exemplo de mea culpa?

Mas, enfim, foi positivo. E, no meio de tudo, principalmente, Cavaco Silva e Mário Soares fizeram discursos compreensíveis.

12 comentários:

Anónimo disse...

Como é que o Senhor se sentiu, quando entrou sozinho naquela cerimónia e ouviu " o seu amigo " Jorge Sampaio, fazer um discurso tão bem construído e se, no sub consciente dele, naquele momento não estaria a pensar, que se não tivesse demitido o seu governo, o País teria chegado ao que chegou.
O outro " seu amigo ", o PR, falar no 1º. de Maio de 1974, é um comentário que me estranha, por isso um dia destes fiz um comentário, aqui no seu blog, a pedir-lhe que esquecesse tudo e que voltasse ao PPD/PSD seguindo os ideais de Sá Carneiro.
Fique tranquilo que a história é sempre escrita...!
Abraço,
José Luís Martinho

o cusco....... disse...

Eu estive a "cuscar", lógico , na TV.
Ouvi alguma parte dos discursos.....pecam sempre pela complexidade e tempo.
Longos, aborrecem quem os ouve.
O povo não entende aquela linguagem mas ninguêm faz um esforço para chegar ao mesmo, pois são meros recados de políticos a políticos.
É por isso que a Democracia está podre e cada vez mais a abstenção reina nos dias de eleições.
Se me falarem em Japonês, eu não entendo, portanto não saberia votar no Japão.
Gostei da sua atitude.
Não era altura de mais palavras. Mas os senhores que se passam por jornalistas neste País, por se acharem isso mesmo, não têm o mínimo sentido de estado nem de oportunidade.
Francisco de Assis sempre com uma agressividade nas palavras que uma frase bonita na boca dele mais parece um insulto.
Marcelo Rebelo de Sousa sempre de má-língua e mal interpretante tudo e todos.
A falta imensa de Teixeira dos Santos.
Depois aqueles sorrisos e gargalhadas dignas de um surto de esquizofrenia banhada de "bipolaridade" da parte de José Sócrates Sousa, que insiste em aparecer e comportar sempre como se vivesse no País das maravilhas de Alice, como se tivessem esquecido de lhe dar o comprimido antes de sair de casa.
É duma irresponsabilidade, dum mau gosto e falta de respeito pela Nação Portuguesa que devia ser borrado dos noticiários.
Deixou o País de tal maneira que até os “Capitães de Abril” , andam agora e depois de 40 anos, à batatada!!!
Dia 20 de Maio será o dia mais importante da nossa democracia.
Tudo está nas mãos de Passos Coelho.
Ou desmascara MESMO e de vez o líder do PS ou Portugal nunca mais levantará cabeça.
Não tenho a certeza de que tenha noção disso……….

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

manda o respito falta um e

quiçá devido à crise

Inédito que o presidente que tenha mais vida para além do défice

queira uma frente unida
quando há uns anos por razões partidárias...

o silêncio ideológico

nem isso é inédito

nem são os abanões que o PSD anda a dar ao Coelho em tempo de Páscoa

obviamente nada disto é inédito

já foi editado muitas vezes

é o fado...

Nuno Silva disse...

Não há dúvidas, é o Dr. Passos Coelho e esposa e o Dr. Fernando Nobre e familia... como diria Fernando Pessa, e esta heim...?

Com gente assim, vai ser um passeio para Sócrates e companhia!

Anónimo disse...

Realmente, isto é surreal, parece que ninguém naquela tenda não tem a ver com nada, a começar pelo palanque e filas da frente.
Parecem uma família em conversa…ou uma conversa em família.
Chegam a afirmar, espante-se, que o que falta é capacidade de consenso, porque o que afirma tem toda…
Daqui a alguns anos é mais uma cadeira no palanque e mais umas filitas na frente…se lá chegarmos…já não seria muito mau.

maria lisboa....... disse...

Como dizem os "colegas" e com razão, a história de Portugal vai-se escrevendo...Por isso eu nunca acreditei numa só letra da mesma já passada...
Aquela parte de Miguel de Vasconcelos que foi considerado traidor porque apoiava D.Filipe III de Portugal ( IV de Espanha )..Quem nos dera que isto fosse sempre Ibéria e não andássemos a arranjar Reis plebeus.
Nunca vamos saber a verdade....
Daqui a 100 anos, se Portugal ainda fôr independente, irão contar o que lhes sair da cabeça, vá-se lá saber.
Uma coisa tenho certa. Nunca dirão a verdade de sampaio nem de sócrates..
Nunca!
Andei a ler algumas coisa interessantes e a fazer o trabalho de casa dos assessores de Pedro P.Coelho já que eles não fazem nada.
Se tivessem visto isto, Nobre nunca estaria a fazer mais estragos no PSD. Ora veja-se.
Na famosa AMI há mais família de Nobre que em casa deles.
Na Direcção, por exemplo, em 7 elementos, 5 são da família. As duas directoras adjuntas são Leonor Nobre, irmã e a outra directora, Luísa Nemésio, é a mulher de Fernando Nobre, que em 1992 aderiu à causa monárquica, mas, recentemente, candidatou-se à Presidência da República.
O Conselho Fiscal é controlado pelo cunhado, marido da irmã Leonor Nobre!
A AMI recebeu ao longo dos anos avultados apoios, quer do Estado Português, quer da União Europeia.
Quem controla essas contas? Alguma vez se fez uma auditoria à AMI?
Até podem todos ser muito profissionais e honestos, mas valha-me Nossa Senhora....Que horror.
Nuno Silva tem razão...Isto é um facilíssimo passeio para o PS e a cambada que o lidera, mas depois quem paga somos nós.
Como diz o Cusco, dia 20 é que vão ser elas!!!E o animal feroz vai comer e chupar os ossinhos ao cocó, tão politicamente correcto...
Mas eu acrescento.
Paulo Portas que é tão bom ultimamente em não querer casar-se com ninguém, eu quero ver como vai arrasar Sócrates durante a campanha!!! Ou se vai fazer aquela política podre de não dizer muito não vá ter que fazer Governo com ele.
Se isso acontecer, o CDS passará a ser como os Liberais Democratas no Reino Unido que passaram de Deuses a Demónios e nunca mais serão votados pelo povo que se sentiu traído!!!

Anónimo disse...

Continuo na minha:

Depois de ti, virá quem de ti falará bem.

Ricardo Araújo disse...

Boa tarde Dr. Santana Lopes, realmente foi inédito ver juntos, todos aqueles que por lá passaram e nada fizeram, ou aliás tudo fizeram para que o País se encontre neste marasmo.
É incrível que se faça um discurso pedindo um entendimento entre todos os partidos, quando sabemos de antemão que todos eles pensam de maneira diferente, uns por pensamento ideológico, outros por quererem eleger os seus amigos para os melhores cargos.
Será que os P.R. poderão atirar uma pedra aos políticos de hoje, dizendo-lhes que nada tiveram a ver com esta situação.
Haja pudor nas palavras que se proferem, e acima de tudo, que metam a mão na consciência, pois todos eles fizeram o que fizeram, e estão com boas reformas, bem como todos os seus filhos, que se encontram em bons cargos.
São principalmente estes senhores que querem que o País ande a debandada, pois num País mais civilizado, todos eles seriam acusados de cumplicidade com toda esta situação.
Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo

o cusco....... disse...

Hoje pela primeira vez ouvi um político com os ditos no sítio e que se atreveu a “enganar-se” e chamar o nome que todos temos na língua e poucos se atrevem a chamar Cavaco.
José Lello passou-nos a perna a disse-o: FOLEIRO
Dizia depois um outro dirigente do PS que o PR merecia respeito. Como se ele fosse distinto, ou diferente ou mais que outros. ERRADO. Todos nós, portugueses, merecemos respeito e ninguém o tem por nós. Se um gajo é foleiro, é-o. Importa lá se é PR ou PM?!
Era o que faltava.
Não querem ter nomes? Não se ponham a jeito. Não entrem para a política. Não saiam à praça pública. Tudo tem um preço e a fama paga-se com o preço mais alto do mercado. Ganham fortunas, fazem negócios a torto e a direito, saiem e entram em Empresas públicas e privadas. Usam e abusam do poder e das influências e depois: ai que horror não nos deixam em paz!!!
Por falar em foleiro. As ideias que o PSD tem dado a conhecer para poupar dinheiro ao estado são foleiras quanto baste. Pior. São perigosas e fazem o Partido perder votos dia trás dia.
Mais uma vez digo que os conselheiros e assessores do Presidente do partido ou estão a fazer o trabalho do PS ou então é melhor não tentar classificá-los. Prefiro pensar que são infiltrados do PS.
Quando ouvi aquilo de que quem esteve mais tempo no desemprego deve depois ter uma reforma mais baixa é do pior que jamais pensei escutar fosse de quem fosse. É muito mau, Deus meu….
Para informação desses anormais, o que se recebe do fundo de desemprego foi descontado ano trás ano dos nossos ordenados e por isso temos direito a ele.
É por isso que o mesmo não é eterno. Só temos direito a ele segundo os anos que descontámos!!!
Quanto às reformas, o desconto para as mesmas é continuamente feito, seja de ordenado, seja de subsídio de desemprego. Repito. O dinheiro que se desconta para a reforma, não pára de ser retirado todos os meses mesmo que se não trabalhe.
Continuem assim que vão longe.
Sócrates ri até lhe doer o estômago. Passou uns dias de galhofa pura no Sheraton do Algarve, aliás como sempre e desde que entrou para a política.
Riu muito, criticou tudo e todos. Os empregados que o digam.
Hoje ganhou mais uma entrevista desenhada.
Judite de Sousa foi comida e chupada por Sócrates. Nem um osso ficou para o jantar.
Não respondeu a nada do que ela tentava, deu a volta sempre às questões e os Pavões ajudavam….
Cada vez que mentiu os amigos pássaros gigantes gritaram AAAAiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii AAAAiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii !!!!
Mostrou-se um cordeirinho. Fazia tudo por Portugal. Faria Governo com Passos Coelho. Tudo.
Voltou a dizer que o FMI só veio porque os malandros dos deputados da oposição provocaram uma crise política desnecessária.
Que tinha tudo controlado.
Judite devia logo ter rematado que 10 mil milhões de dívida ao ano nos últimos 5, não era sinal de controlo nenhum, mas não, calou-se. Uma vergonha.
Ele lá continuou a dizer que este 1º trimestre de 2011 sobrou muito dinheiro, que ele fez um excelente trabalho de finanças.
Concordei plenamente com o PM quando atacou a Imprensa e os Jornalistas. Só dizem disparates, não são honestos em nada do que escrevem nos Jornais nem têm respeito pelo povo Português.
Os média neste país são um nojo. Tem toda a razão. Só que devia ter dito que são tudo isto porque andaram anos a fazer-lhe o trabalho sujo e a limpar as vergonhas que ele fez, a calarem o obvio, as esqueceram as verdades sobre Sócrates!!!!
Mais uma entrevista fabulosa de teatro puro, mas que resulta pois o povo é burro de pai e mãe.
Uma preparação para o dia 20 em que certamente fará o que quer de Passos Coelho. Vai comê-lo como comeu a Judite!

maria lisboa....... disse...

Parabéns a Sócrates pela entrevista e o baile que deu a Judite de Sousa.
Se não conhecesse o tipo, achava que era uma pessoa de bem que trabalhou toda a vida para a causa social em prol do povo e do bem-estar do mesmo.
Convenceu a minha mãe, a minha avó e as minhas tias e tios. Até alguns primos. E eles todos votam!!! Pois.
Judite "esqueceu-se" de perguntar-lhe pelos 10 mil milhões de euros ao ano que o tipo nos gastou sem sabermos onde, neste últimos 5 anos.
Também se esqueceu de perguntar que pensa de casos como um jovem diabético que está impedido de trabalhar pela doença crónica e tem uma ajuda de 180 euros por mês para pagar renda, comer, comprar comprimidos, transportes para ir ao médico, água, luz, gás e vestir-se.
Para quem gasta 12.000 por dia ao estado, seria interessante ouvir a resposta.
Este País começa mesmo a cheirar mal.
Não sentem já o cheiro a podre?

o cusco....... disse...

Inédito também...
Parece que afinal há alguêm que sabe como contar a história lamentável da democracia portuguesa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
É o Governador do Banco de Portugal.
Foi a única pessoa que até agora e à boca bem cheia, pede o que toda a oposição devia ( será??? ).
Que se responsabilize os que mal gastaram ou roubaram o nosso dinheiro, aquele que nos tiram todos os meses “à má fila” com 23% de IVA e toda uma subida nojenta de impostos em geral, cortes de ordenados e subsídios para que criaturas que deviam estar presas, andem a encher as suas offshore.
Podem começar pelo seu antecessor, Victor Constâncio que foi também líder do Partido Socialista e o maior culpado do descalabro da Banca portuguesa ao não ter feito o que lhe era devido e para isso lhe pagavam uma "milionada": Supervisionar e controlar à lupa os negócios da Banca portuguesa.
Nada fez e ganhou um prémio por isso mesmo. Um tacho em Bruxelas. Vomitamos?
Depois vamos até 1995 e fazemos uma auditoria a todas as contas públicas por onde passou a ave rara esquizofrénica, aquela ave que se diz “animal feroz”, até aos nossos dias.
Daria uma quantia agradável de biliões de euros e outros tantos biliões de anos de prisão se vivêssemos nos USA.
Não me vou cansar até 20 de Maio e vou falar sempre nesse dia.
Sócrates está a crescer na mentira e nas sondagens. Tem uma máquina imensa de propaganda, estrangeira e portuguesa, a trabalhar para a ditadura e sabe que está em Portugal, portanto, que o povo estúpido e inculto o votará.
Volto a dizer que não faço a mínima ideia do que andam a fazer no PSD, mas dia 20 é o dia em que vão perder as eleições se assim continuarem.
(Gostei do sonho de Dina no post “O tom e a margem”. Ainda tenho esperança de que não se realize)

silva disse...

RESPONSABILIDADE
Meu Deus mas será que ninguém pede responsabilidade?
Será saltamos de erro para erro, e ninguém confronta os políticos?
Na Função Publica é aplicado o SIADAP, nele são mencionados os objectivos e quem não cumpre é penalizado.
Muitos destes FP não gerem dinheiros públicos ora muitos politicos nas suas decisões gerem, e tantas vezes provocam prejuízos.
Os discursos do passado 25 de Abril das sumidades, presidente e ex-presidentes tiveram culpas e responsabilidades, nenhum foi capaz de se lembrar do povo português que deveriam servir e representar, mas sobretudo respeitar.
Ao povo exige-se rigor na exigência e acima de tudo um sentimento forte de DEVER e RESPONSABILIDADE.
(Não podemos assistir a responsabilização dos políticos e governos de forma corporativista.)