sábado, 3 de abril de 2010

Propaganda barata

São muito interessantes algumas ideias , não feitas, mas que se pretendem fazer.
Durante dois anos, a comunicação oficiosa andou a dizer que Pedro Passos Coelho era muito jovem. Agora, que os dados biográficos tiveram mesmo de circular e ser profusamente divulgados, as coisas complicaram - se. Jovens somos todos, e Pedro Passos Coelho tem 45 anos. Então o que escrevem agora? Que se pretende levar ao poder a geração , imaginem, sub - 50...
Ora, Francisco Sá Carneiro foi Primeiro - Ministro com 45 anos, Cavaco Silva com 44, Durão Barroso com 45 e eu com 48. Qual a novidade dos sub- 50? Sócrates chegou ao poder com 47 e António Guterres com 46.
Do meu Governo, alguns dos Ministros ainda não tem cinquenta anos: Nuno Morais Sarmento, José Luís Arnaut e Paulo Portas, por exemplo. Ah, Teelmo Correia fez 50 anos este ano. Ainda poderá ser? António Mexia, por exemplo, está "out". Tem 52 anos!..E Rui Rio também. É verdade, e António Costa faz 50 no próximo ano. Falta pouco.

Falo nestes dados, só para mostrar como tem sido, sempre, a geração dos 40 a exercer o poder ao longo das décadas de Democracia.

Na China, durante muitos anos, até há pouco mais de uma década, governou a geração dos 80. Depois, com a renovação, baixaram para 60, 70, de modo a conseguirem a modernização.

Sarkozy que, há três anos, representou a ruptura da mudança, tinha 52 anos. Angela Merkl, há quatro, o messmo. Zapatero faz cinquenta este ano e talvez já esteja gasto... Mariano Rajoy, que é a altenativa, completou, há dias, 55 anos. Lula da Silva foi eleito Presidente do Brasil com 57, protagonizando uma enorme mudança e uma grande esperança. Tem 64 anos e mais alta taxa de popularidade de sempre, superior a 70%.

Escreve quem assume 53 anos com honra, satisfação e orgulho. E quem sabe que o Português que assumiu, com menos idade, o cargo de Chefe de Governo, no último século, foi António Oliveira Salazar? Tinha 41 anos.Em Democracia, e muito perto dessa idade, foram Carlos da Mota Pinto, com 42 anos e Francisco Pinto Balsemão, com 43. Volto, pois, a perguntar: qual é a novidade do propósito?

Deixem - se de argumentos ridículos. Se alguém quisesse levar a geração dos 30 ao poder, talvez fosse inovador. Ou a dos setenta. Desde quase sempre, Portugal é governado por quem está entre os 40 e os 70, com domínio grande de quem tem entre 40 e 50 anos. Por isso, para quê tanta propaganda bacoca?

Deixem quem foi eleito provar que pode triunfar por outras razões. Boas razões.

17 comentários:

ze paulo fafe disse...

Mais: o que foi, durante meses a fio e apesar dos seus quarentas e tais, tratado por "jovem", agora passou a ser um sólido, maduro e bem-preparado candidato a primeiro-ministro. 'Tá bem abelha...

Manuel Silva disse...

Simplesmente, excelente.
Obrigado Dr. Santana Lopes.

Anónimo disse...

Os gestores de meia tigela costumam citar Sun Tzu e "A Arte da Guerra". Parece-me oportuno recuperar uma passagem menos conhecida da obra chinesa, muito apropriada para o presidente do Sporting:
"Se algum dia estiveres atolado na tua própria trampa, e o inimigo estiver em superioridade em todas as frentes, e as tuas tropas estiverem mais desmobilizadas do que nunca, evita fazeres mais merda, apesar da tentação e da tua própria predisposição para o disparate. Vais ver que o fundo do poço é um conceito muito relativo. Podes sempre cair mais uns metros." – Sun Tzu

joyce disse...

Dr. Pedro Santana Lopes

Gostei do seu post, mas com um pequeno senão, que é este parágrafo:

(...)Lula da Silva foi eleito Presidente do Brasil com 57, protagonizando uma enorme mudança e uma grande esperança. Tem 64 anos e mais alta taxa de popularidade de sempre, superior a 70%." (...)

Quanto ao Lula, é o presidente mais corrupto, mais ordinário, mais analfabeto, mais bolchevique, que o Brasil já teve em quinhentos anos da sua história.
Ele, contratou as quatro maiores empresas de propaganda do mundo, pagas com o dinheiro dos pobres contribuintes brasileiros, para " branquear" a sua imagem de homem e político com alta popularidade.
Compra votos e apoio da oposição com benesses e outras coisitas mais!
Felizmente, tenho todo o tempo do mundo, para me manter bem informada. Leio imensos blogs, livres e sem censura de Portugal e Brasil, de maneira estou convicta do que afirmo.
Jornais e pasquins, estão fora das minhas leituras, pois estão submissos aos próprios governos.
Se não sabe, fique a saber que 20% do dinheiro do Brasil desaparece na corrupão! É só isso!
Para se saber bem ,como está o Brasil e quem é esse presidente que engana muita gente, é acessar ao blog:
http://coturnonoturno.blogspot.com/

JF disse...

Olá Dr. Pedro Santana Lopes, gostei muito do seu texto, a idade de facto não esta no BI mas na mentalidade de cada pessoa...

Luis Melo disse...

Bom post caro Pedro. É preciso alguém lembrar destas coisas porque a comunicação dita social tem memória selectiva (para não dizer curta). Eles querem é este tipo de argumentos vazios porque só assim continuam a estupidificar o portuga. Esse que, como é pouco dado ao esforço de pensar, come tudo o que lhe dão e nem sequer põe em causa. Infeliz país em que nos tornamos nos últimos 10 anos.

didi disse...

Depois de tanto comentário eu não quero ser desmancha prazeres, caro Pedro......mas já viu em que estado está o País????????????????????????
Abraço

Gregório disse...

Apesar do apelo, para que exista união em torno da nova Liderança do PSD, já os do costume , liderados por Pacheco Pereira, começaram com os seus comentarios de bota-abaixo. Quando será que esse senhor , nos liberda de vez, do pesado fardo que parece carregar, por pertencer ao PPD/PSD.
Excelente o artigo acerca da idade dos governantes.
Obrigado Dr Santana Lopes.

Hugo Correia disse...

Esperemos então pelo próximo fim-de-semana para provarmos das boas razões. Segundo consta sem estatutos para alterar ou discutir, depois de tanto folclore sobre a dita ''lei da rolha''. E com direito a três dias... Tempo suficiente para se fazer perceber. Contudo, acompanharei este congresso bem mais à distância que o anterior e, confesso, sem grande entusiasmo.

Vi agora no site do PSD que houve a preocupação em destacar o CV do seu líder. Porquê a necessidade? Três folhas???

Anónimo disse...

Está tudo certo, menos a realidade Lula da Silva.
Essa, tem que se lhe diga, como bem disse a comentadora Joyce.
Dê-se ao trabalho de passar os olhos pelas páginas culturais do Brasil.Leia o que Ferreira Gular, Verissimo Serrão,José Augusto Fisher,Loyolla Brandão e só para citar nomes na área da literatura pensam. Depois junte-lhe os responsáveis do MASP e vá por aí fora, perceber o que é e como está a cultura no Brasil.
A cultura é a base de tudo. Das sociedades e das pessoas. Lula da Silva é um ignorante que ainda por cima faz gala nisso. Isso é triste e é um péssimo exemplo para um País como o Brasil.
Podemos pensar que é melhor dar pão e estradas ao povo, do que cultura. Depois ficamos à espera dos resultados:os "bolos" da ignorancia. Normalmente não são bons.


George Sande

cefaria disse...

Pode-se ser novo e ter um projecto de ideias velho e ser idoso e ter soluções inovadoras.
PPC neste momento representa ar fresco no PSD, não tanto pela sua idade (nem era o mais novo), mas por ter um projecto novo para dentro do partido e um posicionamento ideológico que sacode com muitas ideias preconcebidas.

Marcelo Al disse...

Sem tirar nem pôr, ficou tudo dito.
Por esta é que eu não esperava.
E ainda dizem que o intelectual é o Pacheco... lol. Tragam gente com experiencia, cultura e algo para dizer que eu os receberem de bom agrado.

Parabéns pelo excelente post.
Um forte abraço e que Portugal continue a ser governado pela geração que eu identifico como progressista (pena os socialistas lá porem o dedo).

rouxinol disse...

Parece-me que o Sr. Dr. Pedro Santana Lopes, deve-se virar mais para dentro do PPD/PSD, que para fora. Quem marginalizou o "coitado" foi o partido Social "democrata" e não os jornalistas e o senhor sempre foi um democrata, tente democratizar o seu partido e retirar as velhas mentalidades dos "seus dinossauros", porque todos têm o direito às oportunidades e este, se tivesse perdido era "comido vivo" mas ganhou e com margem invejavel agora fazem-lhe vénia, qui-çá à espera de um lugar de secretária, logo que haja a minima possibilidade. Viva o PPD/PSD democrata!

António Lopes Correia disse...

Alguma palavrinha sobre a imoralidade dos 8.000 euros/dia, repito, por dia, diários, diariamente, que ganha o amigo íntimo do PM mais imoral que jamais tivemos desde a Monarquia?
Há realmente oposição em Portugal ou só se fala mal dos que nos fazem sombra?
Senhor Fafe, Manuel Silva, Luís Melo? Dr? Alguma palavrinha aos que devemos opor REALMENTE? Ou ainda não chega o que assistimos nestes 5 anos de corrupção compulsiva da dita democracia portuguesa? O Dr. João Soares e outros militantes do PS já chamaram a coisa pelo nome.
Obrigado

Anónimo disse...

A idade! Ui,a idade!É perigosa.Sobretudo nas muheres. Deixa marcas.Marcas marotas.

Agora...nos homens?! Na verdade, eles não envelhecem...quer dizer, só bem mais tarde, muito tarde! E mesmo assim, há os que envelhecem e adquirem aquele visual que nos permite falar em «gosto» da idade...fazem concorrência a Meca.
Mais maturidade, mais experiência, mais saber, mais inteligência...mais savoir - faire!

Governar um País como Portugal, é «obra» que pede milagre...não pede idade. Se a idade fosse conditio para salvar o barco em que me puseram, e uma vez que já passaram tantas idades pelo Poder de S. Bento e outras instâncias políticas,o rectângulo não estaria tão «esmilhado» como está.

As razões sao importantes. Sim. Mas todos temos razões, sujeitas à sindicância de um povo minoritariamente eleitor, e maioritariamente abstencionista ( o que faz dele eleitor noutra perspectiva - a desprezista).
Todos temos doutrinas e somos conspiracionistas. Só que a prática é que teima em emigrar, deixando-nos entregues a teóricos bem dispostos que se realizam na arte de falar ao microfone, na AR, umas vezes com insultos, outras vezes com palavrinhas e palavrões jocosos...ele os há que até recorrem à linguagem gestual, indicadora de cálcio na testa.

E eu...a ver a «coisa», pensando que estou tão «fartinha» das teorias...zangada com a minha vidência - a de que com esta discussão festiva,ou festivaleira num Congresso tão publicitado, não vai saír o remédio para Portugal.

Porquê? Porque sim. Porque é sempre assim. Um pouco como nos festivais da canção...eram sempre os mesmos a «matar», aquelas «cantorias» depressivas, que um «Chico fininho» veio abalar.
Só que na política portuguesa, isso não aconteceu. Temos «prolítica», às vezes «porlítica»,ou «pulhítica», legislação estranhíssima, golpadas no Código Penal...o processo penal...esse nem se fala...um dia morre de cirrose normativa.
E claro...escândalos...e muitas prescrições. Tem isto que ver com o post do autor? Sim.
Tudo tem a ver. Discuta-se o centro das questões, deixemo-nos de discutir os «arredores» do problema. Portugal continua em estado de falência...não há «período de cessão» que o salve, porque as caras são as mesmas,as cabeças também. Já estão formatadas, além de que a rolha democrática em Portugal não deixa mudar.

Que pesadelo.

Abstencionista

Anónimo disse...

A idade e a inteligência e a maturidade...nem sempre andam juntas. Nem sempre fazem «roda».

Todavia, temos de convir que duas delas são cruciais - a inteligência e a maturidade. A esperteza...essa já existe em todos os que se sentam na AR. Pelo que deixou de ser requisito procurado.

A idade...essa, ainda assim, pode ser crucial...pois Portugal não pode continuar a ser governado por gente com fraldas. Fraldas para incontinentes e fraldas para «rapazotes».
Precisa-se de barba bem semeada, «or real veggies»...não quero voltar a ver as pernas de Sócrates ou Caócrates ( ao abrigo do direito de expressão, avessa ao fecho e à rolha) a correr pelo Mundo e pela cidade...gee, prefiro ver o «Borat» em bathing suit...verde...até porque sou sportinguista...

Quero ver a canção que alguém ofereceu a Passos Coelho...proibindo-o, avisadamente, de desafinar...lá vem o insistente pensamento - mais do mesmo, mais do mesmo...
Nunca mais leio Guerra Junqueiro, contagiou-me com o povo que não tem força para sacudir as moscas da orelha.Amorfo. Desistente.Cansado.

E Fernando Pessoa? Ainda vou pensar. Ramalho Ortigão? Hum...irónico, brincalhão...ainda assim, na mesma linha de caracterização pessimista da (falta) de raça que caracteriza quem exerce Poder, faz Poder, permite que se faça Poder, e se governa com o Poder.
Ingénua? Talvez! Mas não formatada! Com medo das «injecções» ou «picas» dos nossos brilhantes pensadores - os parceiros (legitimados)da cidadania, que dão cara ao Estado.
Que «venderam» soberania - a nossa - num documento «muita» grande ( quem o leu?)chamado Tratado Reformador - o de Lisboa.

Chatinha

Mateus disse...

Bem, este artigo parece-me completamente verdadeiro, mas no entanto não acrescenta nada à forma de pensar do mais pobrezinho (mentalmente) dos portugueses. Ao que queria ainda sugerir que deixasse de utilizar um verbo que nao existe: o verbo "postar".
Sem mais.