quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Rectificação

O José Alberto Carvalho teve ocasião de me esclarecer que não foi festejar nada com António Costa na noite das eleições Autárquicas. Estiveram no mesmo sítio, mas por acaso. A hora era tardia e era o único sítio aberto.
Critiquei, com base em testemunhos de pessoas que o viram lá e, também, depois de uma notícia de um diário, com a mesma história. Mas fico muito contente por não ser essa a verdade, mas sim, a de um encontro casual.
Tal como escrevi, no mesmo texto, sempre tive consideração e simpatia pelo actual Director de Informação da RTP. E fico contente por ele não fazer parte das pessoas que esquecem os seus deveres deontológicos.

12 comentários:

Francisco Barrocas Lourido disse...

Desculpar-me-á mas o que não é admissível é o senhor acusar primeiro e, só depois, porque o visado se deu ao trabalho de o esclarecer - coisa que, por acaso, não era obrigado - é que o senhor se inteira devidamente do assunto. Caro Dr., primeiro pergunta-se a quem de direito e depois acusa-se, se for esse o caso. Se a pessoa lhe merecia essa consideração era ligar-lhe. Mais, uma acusação pública errónea só se rectifica com um pedido de desculpas público, pelo menos, pela mesma via. Ficou-lhe mal. "Será que também não tem consequências? Tudo isto é admissivel?"

Mariz disse...

"Nem tudo o que parece é"..
Fiquei deveras surpreendida com o que atrás li, mas não comentei porque conheço um pouco do carácter do J.A.C.
O "diz que disse", na imprensa...é quase sempre tomado como má lingua e não, como um bom trabalho a restar á comunidade!
Resguarde-se disso!
Abraço meu
Mariz

Hugo Correia disse...

Às vezes acontece...

«A prontidão em crer no mal sem lhe ter feito um exame suficiente é um efeito do orgulho e da preguiça. Desejamos descobrir os culpados, mas não nos queremos dar ao trabalho de examinar os crimes.»

La Rochefoucauld, Máximas

Fica a rectificação.

joyce disse...

Dr. Pedro Santana Lopes

Há sim, promiscuidade entre jornalismo e política. Então não há? Só se fossemos ceguinhos.
E com governo socialista, há muito mais!
As coisas não acontecem por acaso!
Eram 02:09 horas quando se acabou a apuração da última freguesia de Lisboa e foi considerado vencedor António Costa.
Cabe na cabeça de alguém a essa hora ir a um restaurante?
Só ao fim de cinco dias é que vem o desmentido?
Vão enganar otários!
Basta ler esta notícia, para ver que a RTP não é assim tão isenta:

http://www.politicadeverdade.com/
archive/doc/
02.07.09_-_Publico_Sociais-democratas_acusam
_Governo_de_os_calar_na_RTP.pdf

José Peralta disse...

O Dr. Santana Lopes, que se queixa de sêr alvo das alusões, insinuações, notícias falsas e/ou injuriosas, por parte de "jornalistas" com ou sem aspas, fez-se eco difusor de um "fait-divers", em que desta vez, o alvo foi José Alberto Carvalho !

O pertinente esclarecimento de José Alberto Carvalho,(por quem eu também tenho apreço e consideração), pecou por excesso, por que, a meu vêr, ele não tinha que se justificar pela "hora tardia e o único sítio aberto" para cear! Ceou porque quiz, com quem quiz (por coincidência, ou não!) e no sítio onde quiz, ponto final !

A sua profissão de Jornalista, de fígura pública como o senhor,não pode cercear a sua liberdade individual, como não a cerceia a si, nos jantares, eventos ou locais que frequenta, acompanhado por quem muito bem entenda!

Os meus cumprimentos
José Peralta

Antonio Fernandes Pina disse...

Exmºs. Senhores Leitores

A rectificação não resolve os 23 comentátios já escritos onde algumas personagens criticaram duramente o Sr. Dr. JOSÉ ALBERTO CARVALHO e a RTP.
Ainda falta uma rectificação ao Sr. Dr. PACHECO PEREIRA.
Aconselho que em´vez de se andarem a atacar pessoas se discutam os reais interesses de Portugal.
Continuo a dizer que o Sr Dr. ANTÓNIO COSTA é que tinha razão a "CONVERSA MOLE" só pode dar nisto - diaparates de Outuno.

Cumprimentos.

Assina: António Fernandes Pima.

regina peixe disse...

caro dr. Santana Lopes
eu nem quero acreditar que neste país, 35 anos depois de Abril, se tente limitar a liberdade das pessoas. independentemente das funções que ocupa, JAC, tem concerteza vontades, simpatias e amizades. e se tivesse ido cumprimentar um amigo e dar-lhe os parabéns? será que qualquer um de nós não tem amigos com orientações políticas diferentes? caro dr., esteja atento aos "nossos" companheiros, que esses sim é que lhe deram o resultado de dia 11! já todos sabíamos, ou não?

silva disse...

A vida tem destas coisas encontros casuais, o Antonio Costa também encontrou Carvalho da Silva, à saída do Metro. E a ambos deu vontade de tomar café, é assima vida!
A nossa história política e jurídica também está cheio desses encontros, e no entanto não quer dizer que as pessoas envolvidas em casos estejam envolvidos.
Digamos que...estavam na hora errada no momento errado!
Não há coincidências, mas acontece sempre aos mesmos.
Mas não vale a pena esmiuçar vamos deixar isso para outros!

Nuno disse...

Caro Dr. Pedro Santana Lopes

E agora não há 23 comentário a censurar o Director de Informação como no post anterior?... Já agora, "falar verdade!

Cumprimentos

Joaquim disse...

Caro Dr., gostava de ver aqui e agora os comentadores a fazerem o seu acto de contrição. O Sr. teve a ombridade de repor a verdade e esses "vermes" porque não fazem o mesmo??

Mariz disse...

errata:

....um bom trabalho a "PRESTAR" á comunidade.

Anónimo disse...

então era verdade porque fora testemunhado e agora já não é bem assim?