quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Impressionante

É muito interessante conferir os resultados nas diferentes Autarquias do País.
No Algarve, por exemplo, há várias Autarquias ganhas por diferenças minímas e que, mesmo assim dão maioria absoluta aos vencedores. Aconteceu em Faro (120 votos de diferença), Alcoutim, Monchique( tradicionalmente PS e que passou para o PSD) e Tavira. Como contraste, os casos extraordinários de Vila Real de Santo António e de Albufeira: na primeira, Luis Gomes ganhou com 71% ,elegendo 6, em 7, Vereadores, numa Câmara que foi, em tempos, do PC e, depois, do PS; na segunda Desidério Silva venceu com 67% e conseguiu a mesma proeza no número de Vereadores. Impressionante!

5 comentários:

Anónimo disse...

Convem acompanhar,para quem ainda não o faz,o trabalho do jovem Luís Gomes em Vila Real Sto António,que é simplesmente notável.FC

Antonio Fernandes Pina disse...

Exmº. Sr. Dr. Santana Lopes

É possível que daqui a quatro anos o PPD/PSD venha a ter metade dos eleitos na melhor das hipóteses. O PARTIDO SOCIALISTA ganhou nada mais nada menos de 21 câmaras do que em 2005 totalizando 131. Tenho a certeza que em 2013 teremos mais de 200.

Cumprimentos.

Assina: António Fernandes Pina.

ruy disse...

O que só mostra, como também no caso de Lisboa, é completamente manipuladora a "exaltação" de António Costa quando propagandeia a sua maioria absoluta.
Continuo a pensar que LISBOA PRECISAVA, agora mais que nunca, DE UM AMIGO NA PRESIDÊNCIA.
Paciência,mas como não acredito que Costa faça carreira em Lisboa,a sua inabilidade foi notória e a sua cedència ou melhor anuência e comparticipação com o governo nos desastres dos contentores, saída do aeroporto,Terreiro do Paço,...Lisboa seguramente que vai ter num futuro próximo UM AMIGO NA PRESIDÊNCIA

expectado disse...

Sim ganha.. o PS ganha até com menos votos do que teve em 2005 quando ficou em 2º lugar, como o caso de Vila do Bispo onde se "esquecem" de falar do efeito dos independentes, entre tantos outros casos...

2013 será muito interessante sim, mas pelo fim dos "dinossauros".. Irá ser muito interessante como irão se movimentar, e mesmo antes, ver que caminhos e estratégias vão adoptar (lançar substitutos a meio? visitas a concelhos vizinhos?)

Mariz disse...

Viva Pedro....

Como nunca pertenci a qualquer partido, muito embora se descabelassem na altura para saber para onde, ou quem eu tenderia, a resposta está vai em baixo num pequeno extracto dum autor através do qual muito tenho aprendido.
Além do mais,e sem ter lido o texto em questão, e sem qualquer vínculo a doutrinas institucionalizadas também, escrevi uma pequena nota que se pode ler na faixa direita do meu blog - algo como duma criança se tratasse - e vem lá quase a meio, o que penso sobre a missão de Portugal.

Nunca aposto em partidos, mas sim em homens, pelo empenho e dedicação, pelo arrojo e coerência nas coisas, sobretudo pelo amor áquilo que faz e na entrega á comunidade; é isso que faz de si, um bom carácter!
E não! Nunca mais votei...assumo! Desde que o meu sonho se desmoronou de poder fazer algo por um país melhor, onde todos tivessem direito a um lugar ao sol. Ainda não houve nenhuma equipa governamental no seu todo capaz de o fazer: há cada vez mais fome,as pessoas não têm casas condignas e as que tinham estão a perdê-las,etc.etc.etc.
Segue então o texto de alguém que passou por cá e deixou muita coisa para se aprender...mas ninguém faz uso..á imagem do que aconteceu com os ensinamentos que Jesus deixou!

Abraço meu
"Mariz"
------------------------------
Formas de governação sem consistência....

"Monarquia, república, oligarquia, democracia etc... ao longo da História, os humanos não pararam de fazer experiências, com mais ou menos sucesso, para tentarem encontrar a melhor forma de governo.
Na realidade, não há uma solução ideal: qualquer que seja a forma de governo, a ordem, a paz e a harmonia não reinarão em parte alguma enquanto os humanos não tiverem aprendido a introduzir a ordem, a paz e a harmonia em si mesmos.
E, para se realizar este estado ideal, primeiro é necessário conhecer a estrutura psíquica do ser humano.
Ele possui um intelecto, um coração e uma vontade. É através destes factores que ele se
manifesta na terra. Quando consegue instalar a sabedoria no seu intelecto, o amor no seu coração e a força na sua vontade, ele realiza em si mesmo esta trindade. E para se instalar a ordem, a paz e a harmonia neste mundo, há que começar pelo
começo; e esse, é o próprio ser humano quando se torna a cabeça, o rei, do seu próprio reino."


In:Omraam Mikhaël Aïvanhov