terça-feira, 27 de outubro de 2009

Chuva de golos

O Benfica está, de facto, com uma enorme capacidade concretizadora. Será só dos jogadores que contratou esta época? Saviola, Javi Garcia e Ramirez farão assim tanta diferença? Flávio Coentrão já lá esteve e o seu rendimento foi muito diferente.
Cada vez é mais nítida, por este exemplo, a importância do Treinador, da sua concepcção de jogo, do que ele diz à sua equipa que espera dela. A maneira como uma equipa passa de uma situação defensiva para o ataque demonstra logo como é. Ou o que faz um jogador quando recebe a bola: se se vira logo para a baliza adversária e segue, ou se pára, se dá uma volta para trás e passa a bola para o lado ou mesmo se a passa para sectores mais recuados.
Vi o Sporting de Braga em Alvalade e está a jogar bem, também. Pode ser um grande jogo, o Braga - Benfica do próximo fim - de - semana...
Vamos ver o que dá o Guimarães - Sporting, de hoje!...

13 comentários:

afectado disse...

O Benfica esta época contratou bons jogadores, mas de facto é inegável a importância do Jorge Jesus, treinador que muitos benfiquistas odiavam há meio ano atrás. Eu já defendia desde antes da vinda do Quique que este era o treinador que faltava o Benfica (basta procurar nos arquivos do meu blog).

Contudo estou curioso para ver como se comportará a equipa quando faltar Javi Garcia ou Aimar.

Ruben disse...

Fábio Coentrão.

Quanto à força do Benfica, é muito mão do treinador, mas sem aqueles jogadores seria difícil, como foi no Braga.

António P. disse...

FLÁVIO ( ???) Coentrão
Cumprimentos

Anónimo disse...

A falar tanto no Benfica será que o PSL quer mudar de clube!!?? O meu sobrinho fez o mesmo!!!! Pelo menos passa a ganhar!!!

Hugo Correia disse...

Este post leva-me novamente a 30 de Abril de 2008. Não vou referir outra vez tudo o que se passou na Assembleia da República nesse dia. Apenas lembrar que tínhamos um 'treinador' que ignorava uma crise por todos reconhecida e se recusava a um plano especial de impulso à nossa economia. E é claro, mais uma vez, o seu discurso motivou os seus jogadores para aquilo que era uma grande ilusão. Os resultados esses tardavam a aparecer até que um dia, não me lembro qual, acordaram para a realidade. Acordaram tarde e sem um fio condutor. Medidas??? Até eu as saberia escrever. Eu diria, inconsequente, porque o treinador é mau, muito mau. Quando se impunha uma chicotada psicológica apenas foi permitida a troca de alguns 'jogadores' mantendo a espinha dorsal do esquema táctico. Está este 'treinador' preparado para comandar o país de todos nós? Obviamente que não. Não está, nem nunca esteve. José Sócrates pensa que: ''My Weakness Is None Of Your Business ''. Neste caso não posso mesmo concordar, é mesmo da minha conta, da conta de todos nós. O que nos espera? O fundo e uma grande chuva de dívidas.

Um optimista muito pessimista.

TC disse...

Dr. Pedro Santana Lopes, permita-me corrigi-lo:

Fábio Coentrão e não Flávio.

Boa sorte para o seu Sporting.

Anónimo disse...

As minhas melhores saudações!
Bem, tirando os nomes dos jogadores que aparecem um tanto ou quanto trocados, fica-se feliz por regressar ao futebol e deixar pequenas guerras que já nada de significativo relevam.
Ora pois muito bem: o treinador é muito importante, mas será sssim tão bom? Não foi o memso que em Braga fez a pior campanha dos últimos 4 anos, que foi eliminado da taça da Liga na fase de grupos e da taça de Portugal numa fase prematura?
O único mérito foi feito no Belenenses, uma vez que também na Amadora apanhou um projecto todo ele idealizado pelo engenheiro do penta. E no Moreirense e Guimarães também falhou.
Diz que são só três jogadores, mas vejam-se as posições: um médio defensivo com escola, um médio de ataque direito de qualidade e titular na canarinha e um ponta de lança com experiência, técnica e velocidade. Coisa pouca, diga-se...
Mas veja-se ainda que o lateral esquerdo também é novo e já temos mais de 1/3 de equipa!
Terá méritos? Indubitavelmente! Reposicionou o Cardozo e o Aimar nos sítios deles: o primeiro saiu do banco e o segundo foi colocado a 10! Dir-se-á ainda que tem um entusiasmo que cativa. Verdade! Mas se um dia esses três mosqueteiros, que tal como os outros também são quatro, não puderem jogar e tiverem de jogar o Yebda, o Jorge Ribeiro, o Amorim a médio de ataque e o Suazo é que seria o Ai Jesus!
Jogar para trás não é jogar mal: basta atentar no Barça que, por vezes, faz mais de vinte passes, alguns para trás antes de chegar a um golo. E é uma delícia de jogo!
Todavia, também não podemos esquecer o que disse o treinador do Nacional a propósito de um vintém e da urbanidade. Há coisas que não mudam. Esse sim, é um senhor, tal como é o Paulo Bento, que contra arbitragens, pressão dos sócios, jogadores "langões" etc, faz com tostões o que outros não fazem com milhões.
E não se é adepto de nenhum dos clubes!
Cumprimentos e é sempre um prazer este forum futebolístico!

António Lopes da Costa disse...

Enquanto o Benfica massacra, o Sporting prossegue as suas exibições sofríveis e penosas.
A menos que existam jogadores afectados pelo gripe A, que levem, no limite, à suspensão temporária do campeonato, não vejo como travar esta onda encarnada.
Não sei porquê, mas fico sempre febril quando é para falar de futebol...

Esperemos que o nosso Sporting dê a volta por cima.

Um abraço

Anónimo disse...

V Excia ainda tentou o Flávio...que sempre seria melhor que o Fábio. Tinha um ar mais "romano" o Flávio. Mas dada a impossibilidade, fica mesmo Fábio. E também, bem vistas as coisas, em sendo coentrão tanto faz.
O que é preciso é que acerte com os pés na bola ou com bola nos pés que é mais ou menos a mesma coisa, uma vez que é para isso, que ao que parece lhe pagam.

Cumprimentos a todos, o Fábio, o Flávio a V. Excia.

Marquesa de Carabás

joyce disse...

Dr. Pedro Santana Lopes

Na verdade o Benfica está imparável!

Oxalá que não aconteça ao Jesus benfiquista o mesmo que aconteceu a outro Jesus:

A princípio fez milagres; no fim foi crucificado.

Hugo Correia disse...

Vi na íntegra apenas a segunda parte do Guimarães - Sporting. Bom jogo do Sporting até ao golo. Depois, revelou o porquê de ainda não estar à altura dos seus mais directos adversários, não soube controlar o jogo e foi bem penalizado por isso. Mesmo assim costumo dizer que está tudo sob controlo, nada está perdido. É a maravilha de ser sportinguista, ter este poder de encaixe. Análise correctíssima de Paulo Bento no final do jogo.

Paulo disse...

O seu Sporting levou um banho de bola

A Mim Me Parece disse...

Deu no que deu...