segunda-feira, 11 de maio de 2009

Um Verdadeiro Disparate

O projecto de remodelação do Terreiro do Paço não faz qualquer sentido. E como aceitar ser outra entidade, que não a Câmara de Lisboa, a decidir sobre a matéria e a fazer a obra? Seria um verdadeiro ultraje à Cidade e aos cidadãos de Lisboa. E mais obras no Terreiro do Paço? Temos todos o direito a usufruir da nossa Praça do Comércio, a nossa maior Praça. E, antes de qualquer outra obra que lhe altere o desenho, importa, como é óbvio, decidir, primeiro, o que fazer nela e com ela. Fechá~la ao trânsito, alargar os passeios, sem criar as esplanadas, os cafés, o Museu das Descobertas, os hotéis com mais ou menos charme, é, mais uma vez, começar pelo fim. Um verdadeiro disparate!

10 comentários:

Ricardo Araújo disse...

Boa noite Dr. Pedro Santana Lopes quando temos alguem na vereação que se importa com o Túnel do Marquês, que se importa com a venda dos terrenos da Feira Popular, fazendo disso bandeiras, mas que pelo contrário não se preocupa com os contentores que vão tirar a beleza daquela zona, estamos conversados.
Na maioria das Câmaras e Lisboa não é excepção, as pessoas que as governam, governam a partir dos gabinetes e não a partir do terreno, que é como deveria ser feito.
Assim sendo e como não sabem começam as casas pelo telhado, esquecendo-se que as mesmas devem começar pelas sapatas e pelos alicerces.
É obvio que antes de se começar qualquer obra deve haver um estudo profundo das necessidades da zona e dos habitantes dessa região, uma vez que no final, a obra é destinada a essa mesma população e não aos encantos de quem a faz ou manda fazer.
Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo

miguel vaz serra... disse...

Dr.Santana lopes
Quando se vé uma obra destas em
3d, pode-se imaginar o que seria Lisboa com mais 4 anos de Socialismo...mas como eu disse, seria.......

João Múrias disse...

Não concordo.
Acho um projecto excelente e pioneiro.

João Múrias

indy disse...

Ditto!

:-(

ミゲル disse...

Caro Dr. Santana Lopes, o prjecto não é só uma asneira como também é uma asneiroa gastarem 155M€ para serem gastos na celebração do centenário da república, veja pelos seus próprios olhos:
http://centenario-republica.blogspot.com/2009/02/centenario-da-republica-vai-custar-155.html

florbela silva disse...

Dr. Pedro Santana,

Concordo com a sua opinião, sendo que na maior parte das vezes esta obras em grandes praças só servem para mostrar aos peonagem que passa ver que se está a trabalhar na C.M.
Estas obras fazem-me lembrar as rotundas que são feitas nas aldeolas e nas pequenas cidades, bem pelo menos pode-se circular, sendo que, circular é VIVER.
Curiosamente nesta cidade agora deixou-se de poder circular, pelo menos, sob 4 rodas. Bem pelo menos assim ainda se podem apanhar nas estradas alguns peões que dizem algumas coisas desagradáveis.
Sim porque eu não é a primeira vez que tenho umas tangentes, mesmo a atravessar nas passadeiras e a respeitar as regras dos semáforos.
Não se entende como uma autarquia que se diz com graves carências financeiras, afirmando-se que são dívidas herdadas . Bem para quem gosta de história, o executivo Santanista não teve muito tempo para desgovernar a Cãmara, pelo que por lógica, heranças de Jô Soares e Sampaio (pois mais do mesmo)...Tenho dito.

P.S. Para quem não conheça a palavra - "peonagem" significa 1 conjunto de soldados que combatem a pé deriva da palavra (de peão+agem).

Caros companheiros(as) vamos superar tristezas e começar o combate ... fora desta instituição.

Flor

JRS disse...

Caro Dr. Pedro Santana Lopes,

Mais um exemplo da falta de planeamento, mas sobretudo de visão estratégica. Já nos habituaram a este tipo de governação (errática e ziguezagueante), ao melhor estilo de "navegação à vista"...
Precisa-se de uma "Lisboa com Sentido", só possível consigo!

Anónimo disse...

Dr Santana Lopes, deixe que lhe diga, como arquitecto, que p projecto está muitíssimo bem concebido... admira-me que alguns comentários ao seu blogue apenas digam que sim ou que não sem fundamentarem. No entanto, respeito a sua opinião, Dr Santana Lopes, devidamente fundamentada.
Salvador Câmara

silva disse...

Foi com agrado que vi este seu post, ainda me recordo há alguns anos o seu comentario a este proposito. Por este motivo não esperava este seu comentário.
A proposta é profundamente desoladora, fantasiosa e totalmente fora de escala contrariando o rigor admirado por todos.
Mais uma vez começaram a casa pelo telhado.

Anónimo disse...

Xiiiii! Cambada de GRAXISTAS.
Leiam mais e pensem antes de falar.

Maria Padeira