terça-feira, 14 de abril de 2009

A peça da engrenagem

Avariados os semáforos? Pois!... Depois de tanta experiência em várias zonas de Lisboa, pode ser coincidência a avaria da peça do sistema gertrudes. Mas, e não haver a peça em stock? E ter de vir de Paris, num afogadilho, e agora ter de ser feita a reparação e adaptação, tão rápido quanto possível?
Que pandemónio, hoje, outra vez. Com as consequências difusas das alterações da circulação automóvel na Baixa, somar esta desregulação dos semáforos lança mesmo a grande desordem. Manda a verdade dizer que já há meses que se vinham notando as variações na temporização semafórico... Sabe quem anda de carro comigo quantas vezes o tenho notado nos últimos tempos. Principalmente na zona do Marquês de Pombal. Sei o que me dizem espíritos maldosos e perversos, que a intenção será a de prejudicar e desvalorizar o funcionamento do túnel do Marquês. Alguém pode acreditar em semelhante congeminação?

13 comentários:

Paula M disse...

Pedro eu creio que não são espiritos maldosos mas sim atentos.Tudo o que possam fazer para desvalorizar a sua obra eu não tenho dúvidas que o farão,mas os Lisboetas já sabem o quanto o Túnel lhes facilitou a vida(principalmente os taxistas) e não deixarão de lhe atribuir esse mérito.

ミゲル disse...

A trânsito na Madeira também era bom até ter vindo a empresa de semáforos de Lisboa controlar os semáforos do Funchal. Agora também o Funchal sofre desse problema, se bem que não na mesma escala. Por isso percebo-o perfeitamente.

Lynce disse...

De facto Lisboa, assim como o país, está a ser gerida por um grupo de ignóbeis mentirosos e incompetentes.
De que o país precisa é de um levantamento popular contra esta gentinha socialista, que lentamente, nos vai hipotecando o futuro.
Se entender que este comentário é demasiado excessivo, está no direito de não o publicar.

florbela silva disse...

Dr. Santana Lopes,

Como em qualquer máquina, para poder funcionar tem que ter as peças todas no sítio e ajustar-se há época cada vez as coisas mudam.
As peças amadurecem, ajustam-se e por fim encaixam-se para toda a estrutura funcionar. Quando ocorre algo que entrava alguma coisa, como sejam acontecimentos inesperádos ou até forças ocultas, todas as outras peças descarrilam.
A sinaléctica não só é o reflexo do desgaste da "Gertrudes" como poderá ser perigoso para alguns peões que são inconvenientes e que podem ter força para fazer cair "muros de Berlim".
Temos que acreditar que os tempos podem mudar, ou melhor entendamos o clima que relembra 1910 e acabamos por perceber algumas frases:
- (...)O segredo da humanidade está no vínculo entre pessoas e acontecimentos.As pessoas ocasionam os acontecimentos e os acontecimentos formam as pessoas(...)
A conduta da vida, 1860
Ralph W. Emerson

Eu sou optimista por natureza, porque sou de estatura baixa.As pessoas baixas tendem a ser optimistas porque só podem ver a parte da garrafa que está cheia e não conseguem ver a parte vazia.

Florbela da Silva
(Optimista muito preocupada)

José Ferreira disse...

Dr. não sou de lisboa mas hoje já me garantiu uma manhã bem disposta ao ler o que por ai se passa em lisboa, nomeadamente em blogs criados à pressão, etc..
É impressionante o pânico que lhes causa, o incómodo que lhes proporciona, a calma que mantém.
E sinceramente, há distância dos kms mas há velocidade de um click, parece me que é nessa calma que Lisboa está definitivamente a escolher o sentido.
Força, com a esquerda unida ou separada, tenho a certeza que as pessoas já começaram a escolher um sentido (obrigatório).

Dina disse...

Caro Dr Pedro
Pobre Gertrudes! Ainda por cima com falta de manutenção!Mais valia que lhe chamamssem Pandora!
Cptos

Anónimo disse...

Caro PSL,
Se, na verdade, se tratou da avaria de uma peça do GERTRUDE ou de qualquer outra parte do sistema, temos de concluir e afirmar com grande perplexidade o seguinte:
1) É óbvio que, se a peça se avariou, é porque se podia avariar.
2) Se se podia avariar, como é possível que uma peça, cuja avaria podia ter as consequências que teve, não tivesse uma ou mais peças de substituição em stock?!
3) Os custos económicos e sociais provocados por esta avaria e, assim, pelo total relaxamento a que deixaram chegar os serviços municipais é gigantesco - basta pensar nas horas perdidas e nos acréscimos de consumo de combustível e de poluição;
4) Se houvesse seriedade política, o Dr. António Costa, no mínimo, deveria ter apresentado um pedido de desculpas às pessoas prejudicadas - e são centenas de milhar!
Assim vai o Município desta Capital Europeia...
Caro PSL, ganhe a Câmara sff!
Abraços.
BBB

Cesar disse...

Hum,isto terá dedo do Sã Fernandes?
Se fosse depois das próximas eleições não duvidava nada.Lol!

P.S.Parabéns pelo seu blogue e felecidads nas próximas.

JP disse...

Bom dia,
Pena tenho eu de não ser responsável deste pais apenas por um mês.
Tenho a certeza absoluta, que de duas uma, isto entrava nos eixos ou me mandavam para o paraiso...
É impressionante como é possivel, pessoas com responsabilidades, não darem sequer uma palavra ou até mandar dizer alguma coisa acerca deste e outros problemas que temos vindo a assistir.

Pedir desculpa pelo incomodo era o minimo.

Tudo assobia e olha para o lado à espera que ninguem questione ...

Estou muito desiludido com o rumo que o NOSSO PAIS está a levar e ninguem tem coragem para dar um abanão na nossa governação.

cumprimentos

Jorge Cabral disse...

Caro Pedro,
Tem muita razão quando refere alguns pequenos grandes lapsos que justificam uma parte importante da calamidade em que o transito em Lisboa, por vezes se transforma.
Todavia, tenho que lhe dizer, e se estiver errado não deixe de me corrigir, que a Marina Ferreira foi também uma peça avariada que alguém introduziu no caldeirão do trânsito e que, como não podia deixar de ser, gerou inadmissíveis "vícios" ao introduzir os radares fixos, como que se tal fosse a panaceia milagrosa para os problemas de tráfego da capital. Tais elementos, não só têm um papel pernicioso (dadas as travagens bruscas que muitos ali operam, quer por norma quer por descuido), como em nada contribuem para uma pedagogia consistente junto do condutor. Para mim, tal medida não é mais do que a expressão mais cretina do poder pelo poder, sem a mais pequena sombra de enquadramento num sistema que se exige consistente e coerente. Quem comete atrocidades continua a cometê-las em dobro em tais locais, primeiro porque trava perigosamente quando a eles chega e depois porque acelera de igual forma logo que passa tal zona. Por outro lado, tal como acontece na Avda Gago Coutinho, não houve sequer a preocupação de os sincronizar com os semáforos, pois quem sair do anterior e cumpra o limite de 50 Km/h, quando chegar ao próximo (cruzamento c/ a Av.dos E.U.A.) já este está a fechar. Isto, é o que indigna o cidadão e não deve nunca ser feito.

Céu Garcia disse...

Lisboa não está um caos mas sim uma grande vergonha...ontem distraidamente ás 20h vinda do aeroporto desci a Almirante Reis,talvez o Sr Presidente da Câmara de Lisboa(leia-se António Costa) não saiba porque mora em Sintra, mas é uma das principais vias da cidade em direcção ao centro,caminho percorrido pelos turistas que nos escolhem como destino turistico...pois bem parecia que estava em Bagdad,não me ocorre outra cidade que possa assemelhar-se em tão mau estado de tudo,pavimentos,limpeza,semáforos,manutençao,desmazelo...uma uma pena ao que chegámos,não bastante deparei com o Projecto da Epul do Martim Moniz,deveria ter sido entregue em 2003...estamos em 2009 e a meio da obra... logo a seguir Praça da Figueira que está toda a cair deparo com 2 grandes faixas penduradas nos prédios anunciando mais projectos aprovados de renovaçao...2 sim digo 2.... Eu diria que é preciso ter `lata´, ou não????

Anónimo disse...

Pode ser que o Costa se lembre de pedir desculpa aos lisboetas pela falta de peças do Gertrudes; se calhar esta quebra de stock corresponde a uma das obras inacabadas de Santana Lopes. Vide: http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=132278

Fokun A disse...

Preocupado com estas coisinhas!...Mas o Pedro concorre para Presidente ou para chefe de secção do trânsito?!... penso que tem talento para muito mais, vá antes por aí!