sábado, 8 de dezembro de 2007

Palavras sobre este Blogue





Praia da Claridade- Figueira da Foz
(obras de campos desportivos, passadeiras,iluminação e tanto mais!...Mas o melhor é mesmo a praia,tão bonita. Só DEUS.)



Hoje quero dar uma palavra aos que costumam visitar o meu Blogue. Agradeço o interesse das centenas de pessoas que todos os dias passam por este espaço. Foram já dezenas de milhares ao longo destes quatro meses e alguns dias.


Peço desculpa por não conseguir manter o contacto tão frequente quanto o era antes de assumir novas funções no Parlamento. Agradeço os comentários que vão enviando, nomeadamente, os mais assíduos. Há pessoas que já são companhias habituais. Também há os anónimos, um ou dois, assinando, que caluniam com os ataques do costume de alguns escritos baixos. Faz-lhes bem à azia. Nunca compreendi como se consegue odiar. Não sou, seguramente, melhor pessoa, mas não consigo sentir dessa maneira em relação a ninguém. Nem aos que já me quiseram fazer muito mal. Mas adiante.








Oásis da Praia da Figueira


Tento seguir os critérios enunciados no início da abertura a comentários, quanto à respectiva publicação. Mas pondero os argumentos dos que dizem que, por vezes, os nomes com que os textos são assinados parecem, ou são, pseudónimos. O que equivale, praticamente, a anonimato. Mas sempre há um esforço de identificação. Já publiquei um anónimo, porque era muito tocante, de um jovem e, ainda por cima, da Figueira da Foz.



Estou consciente de que o Blogue se concentrou muito nos temas da política e, concretamente, do PPD/PSD. Procuro diversificar, mas gostava de o fazer muito mais. Irei fazer um esforço redobrado nesse sentido.

8 comentários:

... disse...

Caro Dr. Santana Lopes,

Isto não vem a propósito da Praia da claridade. Oportunamente, estarei lá.
Mas o assunto é notícia malévola e concurso corriqueiro da maior saloiice que vi...

http://clix.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/167700

"Com o lançamento do concurso de ideias para o Parque Mayer, a Câmara Municipal de Lisboa abandona definitivamente o projecto do arquitecto Frank Gehry."

São interessantes algumas opiniões/comentários anónimos. É tema nacional!

Cumprs
Pesaran Correia

Anónimo disse...

Exmº. Sr. Dr. Pedro Santana Lopes,
É com alguma saudade e, simultaneamente, com bastante interesse que acedo a este seu blogue, principalmente quando nele se colocam fotografias da minha querida Figueira da Foz, à qual V. Exª. tanto deu e contribuiu!
Recordo os tempos em que a "Figueira da Foz foi recolocada no mapa de Portugal", tempos em que de, alguma forma, apesar de relativa, testemunhei "in loco" essas atitudes conducentes a esse mesmo fim, dado que era e, ainda sou, funcionária dessa autarquia, de que V. Exª., como Presidente, tanto me honrou.
Não poderia passar por este espaço sem deixar-lhe uma palavra de apreço. Espero que a vida lhe sorria sempre e que realize todos os seus objectivos, pessoais e profissionais!
Sempre que queira voltar, será, com toda a certeza, bem recebido nesta cidade!
Cumprimentos.

Catarina Serra

Lord of Erewhon disse...

Um pseudónimo não é anonimato. Ser «Lord of Erewhon» ou «KLATUU o embuçado» nunca estaria obviamente nas intenções dos meus progenitores, mas escolhi ser essas personalidade virtuais na Internet, e não outras, e não nenhuma outra. Isso cria uma identidade, com todo o acervo de responsabilidades éticas que concerne a uma personalidade livre e lúcida.

Quanto aos ódios... vestem bem quem os sente.

Abraço.
P. S. Quando der por si a reflectir sobre os destinos possíveis à nossa Pátria... equacione a hipótese Monárquica e avalie o produto da equação...

costa disse...

Caro Dr. Santana Lopes,

Também sou da Figueira e, como tal, tenho mesmo de lhe perguntar:
Há quanto não vem cá?

É que, no Oásis..., abundam os patos mortos..., a boiar num lago pestilento!

Os campos que o Sr., e muito bem, mandou construir, estão completamente votados ao abandono, destruídos ou quase...

Como a nossa cidade, aliás...!
Venha ver, com os seus olhos, o abandono a que estamos votados...!!!!

Cumprimentos

M. Costa

Maria disse...

Na internet, ter um nome fictício é normal. E não considero que seja o mesmo que anónimo, porque há uma 'identidade' e uma continuidade de ideias, enquanto que o anónimo, um dia pode dizer uma coisa e no outro exactamente o oposto.
Também não considero cobardia o nome fictício - apenas uma defesa perante uma democracia muito pouco democrática, que persegue e manda encerrar blogues quando não lhe convêm.

Anónimo disse...

Caro Dr. Santa Lopes

Quero dizer-lhe que sou um visitante assiduo do seu blog, diariamente faço faço aqui a minha visitinha... E faço-o porque gosto dos posts que aqui sao colocados, não muito diversificados mas do meu interesse, principalmente politica nacional, PPD-PSD...

Ha uns tempos atrás, na altura do debate do orçameno de 08, mandei-lhe uma mensagem, sim uma mensagem porque a sua finalidade não era ser um comentário a um post, nessa mensagem falava-lhe em disponivilizar um endeço de e-mail para aqueles que não tivessem intençao de comentar os seus posts mas sim, enviar-lhe um e-mail, julgo que a opção "enviar comentários posteriores por correio electrónico para o meu endereço de conta google" é para isso mesmo. obrigado

Uma outra iniciativa que podia efectuar era colocar um contador de visitas no blog, era engraçado ver o numero de visitas a aumentar dia para dia...

Poucos dias depois do dia 4 de Dezembro, aproveito para relembrar de novo o nosso eterno Líder, FRANCISCO SÁ CARNEIRO...

Com os melhores cumprimentos

Rui Costa

Ricardo Araújo disse...

Boa noite, Dr. Pedro Santana Lopes, é com muito orgulho que tenho participado frequentemente no seu blogue, não o faço por ser partidário, porque não sou nem militante nem simpatizante de nenhum partido, sou adepto de boas políticas e de políticos sérios e honestos.

Faço-o porque este País foi injusto para com V. Exa., sendo o que mais me chateia nesta vida, é a mentira, a calúnia e a injustiça.

Continue assim e verá os seus frutos reconhecidos, pois pelas mensagens que tenho visto no seu blogue, há muita gente que não conseguiu engolir a história da sua destituição, e não se trata de vingança, pois isso é uma ideia que não me agrada, trata-se de justiça.

Conte comigo e com muitos outros que o apoiam, porque Portugal precisa de todos nós e não de alguns, conforme o pensamento da maior parte dos políticos.

Um grande abraço, cordialmente.
Ricardo Araújo.

Paulo disse...

Pedro,

Estou muito longe de ser um especialista em política, mas mais distante ainda está de mim esse objectivo.

Vim cá ter pela referência do JPP n'O Abrupto.

Pronto, situei-me o bastante.

Tenho uma grande dúvida: em que momento, ou que acção do Pedro desencadeou a criação da personagem que grande parte da opinião pública (em particular, dos que gostam de calçar e orgulhosamente exibir uns grandes sapatos para intelectuais) tem: de político menos competente do que os demais, e mesmo enquanto "civil": de pessoa com valores morais heterodoxos?


Eu não o acompanho com atenção diferente da que gasto com os demais actores políticos, mas isto só tem explicação de eu me ter distraído por uma fracção de segundo, o Pedro ter feito e dito algo a correr para eu não assistir, Portugal inteiro viu e não me conta, e agora não percebo esta resistência e boba perseguição que lhe montam a todo o instante.

Estamos aqui num cantinho discreto, conte-me o que fez afinal, não quero acreditar que anda toda a gente enganada...!