quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

RGT

Lembrando o genérico de um programa da RGT, Rádiogeste, mais ou menos em 1989, ao sábado de manhã, da responsabilidade de José Paulo Fafe.RGT, primeiro em 89.9, depois em 96.6( se bem me lembro). Dirigida, primeiro, por Henrique Garcia e, depois, por Miguel Coelho( hoje, Administrador do CCB onde é responsável da programação musical desde 1993).
Lá começaram, entre outros, José Lameiras, que assegurava a emissão toda a noite e Rita Guerra que se estreou numa gala dessa rádio, no Casino Estoril, em que o convidado principal foi Adamo.
http://www.youtube.com/watch?v=RWMD1L2daqU
PS.- E já que os de debates presidenciais estão tão interessantes, tratemos destes assuntos com óptimas memórias e inspiradores de outras ideias...

sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010

Para Todos

A todos os que fizeram chegar os seus Votos agradeço e retribuo e a todos os outros desejo, também,

As ratoeiras dos ratings


Os dirigentes políticos e os jornalistas Portugueses deviam, todos, ver o filme «O Segredo da Crise». Se o fizerem - aqueles que não sabiam - ficarão a saber o que são estas agências de rating que estão a prejudicar a economia nacional. Devem confirmar, por si próprios, o que diziam essas agências, na véspera de deflagrar a crise do subprime, sobre os produtos financeiros tóxicos que enganaram milhões de pessoas. E, igualmente impressionante, como explicavam essas classificações de dois AAs ou fossem quais fossem. Não devem ter receio algum de reagir ao pronunciamento destas entidades mais do que falíveis.


Talvez que vendo o filme, ganhem forças para reagir do modo que já deviam ter escolhido há muito tempo. Ah, já agora, também os dirigentes dos órgãos da União Europeia, independentemente da nacionalidade.

Devia

A campanha para as Presidenciais devia servir para decidir uma boa parte do que se vai passar no futuro próximo de Portugal.

Alguém faz ideia da posição dos candidatos sobre a relevante questão da necessidade de um apoio maioritário estável a quem seja Governo de Portugal, pelos menos, nos próximos dois anos? Alguém sabe o que pensa cada um dos candidatos sobre o equipamento da Forças Armadas? Alguém sabe o que pensa cada uma dessas pessoas sobre a possibilidade de um Governo económico europeu? Ou, sendo ainda mais directo, se pensam que este governo deve continuar em funções? Ou, também de modo claro, caso a Assembleia aprove uma moção de censura ao Governo, se dissolvem o Parlamento e convocam eleições ou se promovem a formação de um novo Governo...

Julgo que estas e outras questões têm a ver com o próximo mandato Presidencial. para não me deter, agora nas questões da Moral ou nas da Organização da Justiça e outras ligadas aos direitos fundamentais.

Em meia hora não é fácil! Pois não...É a democracia que temos.

terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

PÔNCIO MONTEIRO


Pôncio Monteiro resistiu muito. Com a tenacidade que o caracterizava, com a intensidade que o celebrizou. A sua partida causa um grande desgosto.
A minha Homenagem a um Homem de combate pelas causas em que acreditava. O meu pesar à sua Querida Família e ao F. C. Porto.
Que Deus o receba em Sua Glória.

segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010

Multinacionais

George Clooney com um mau filme nas salas de cinema. Na verdade, «O Americano» é quase insuportável. Por outro lado, no video - clube da Meo, «Michael Clayton», um advogado dividido entre os maus e os bons interesses, em conflito por dentro do próprio escritório ( Sidney Pollack faz o papel de sócio principal). No argumento desta produção, «os bons» enfrentam situações como aquelas com que se depara Julia Roberts, em «Erin Brockovich», uma diligente empregada de escritório de um experimentado advogado (Albert Finney).

sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

Inconclusivo

Fernando Nobre, em coerência com o que tem dito, devia ter perguntado a Cavaco Silva a razão pela qual aceitou empossar um Governo minoritário. Ou, ao contrário, qual a razão para Cavaco Silva não ter exigido um apoio parlamentar estável para o novo Governo... Até porque o actual Presidente garante que já sabia da crise que aí vinha.

Cavaco Silva esteve «solto» na explanação dos seus argumentos. Mas, de cada vez que Fernando Nobre saíu do tom reverencial e colou questões que exigiam resposta, o Presidente - candidato teve de passar à exposição justificativa.

Incompreensível, de facto, o escasso tempo para cada debate. A Democracia Portuguesa está cada vez mais «afunilada». Com mais tempo de debate, Fernando Nobre poderia ter ganho mais do que conseguiu amealhar com esta meia - hora.

quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

2001 - 2010

Faz hoje nove anos que o PPD/PSD, em conjunto com o PPM, venceu as eleições para a Câmara Municipal de Lisboa. Candidatos à Presidência. João Soares, Miguel Portas, paulo Portas e eu próprio. Derrotada a coligação PS-PC.

Foi o «EU FICO», o «EU CUMPRO», o »EU FAÇO».

António Guterres demitiu - se nessa noite.Três meses depois, Durão Barroso era Primeiro - Ministro.

Se quiserem pensar no que aconteceu, desde então... Julgo ter algum interesse.

Que será, será...




Há quanto tempo começaram as obras na Av. Duque d' Ávila? Fazem ideia? E o estaleiro na Alameda Afonso Henriques?
Qual a razão para as obras terem demorado tanto? Terá o homem dos embargos algo a ver com a demora?
Que razão levará a que quase ninguém tenha falado do tema durante tanto tempo?
Será coincidência a colocação de dois outdoors a declarar como inaceitável o atraso de mais um ano, a proposta de isenção de taxas para os comerciantes da zona e o reinício das obras?
O homem dos embargos terá retirado os outdoors? Porquê? Com que motivo?
Será que há bom ambiente da Vereação com a imprensa que segue os assuntos camarários?

terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

Ganhou outra vez

Sílvio Berlusconi passou os testes da moção de confiança no Senado e na Câmara dos Deputados. Eu sei que custa a muitos, eu sei que é impopular fazer esta referência, mas, desta vezm não estou a comentar. Estou só constatar.
Tão mau, tão odiado, tão detestado, tão desprezado, tão caluniado e... continua! Ele há coisas... Pois, já sei, é a manipulação dos media, é patrão de imprensa. Pois, pois, é só lá. Vão ver o inside job para se distrairem.

sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

Parceria

Diogo Freitas do Amaral manifestou, em artigo na Visão desta semana, entendimento idêntico ao que expressei, em artigo no Sol e em comentário na TVI, sobre uma desejável iniciativa diplomática dos Países da União Europeia em maiores dificuldades. Como expus, com essa iniciativa em ordem a esclarecer os propósitos, principalmente, da Alemanha, sobre a estabilidade da zona Euro, terminaria a posição excessivamente passiva dos Países, como Portugal, que são colocados na fila de espera para «a guilhotina». Hoje tem lugar uma cimeira, sobre o tema, entre Ângela Merkl e Nikolas Sarkozy. Há outros parceiros que necessitam de esclarecer os termos da parceria.

quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010

Bandas

Chamaram - me a atenção:
http://www.youtube.com/user/Emellisboa#p/a/u/0/3vQyAXGRng0
Não faço nenhum comentário. Deve estar muito em voga aquela máxima de que «o importante é ser falado«. Ou, então, citemos a de que «há gostos para tudo««. Ou, ainda, a de que interessa é que uma campanha seja discutida porque faz publicidade.» Ou outra: «gostos não se discutem».
Por mim, não faço nenhum comentário.Mesmo.

domingo, 5 de Dezembro de 2010

A Lógica das decisões

Chamo também a atenção para mais um excelente texto de António Maria, no caso, sobre os grandes investimentos públicos.

Alertas

Interessante este post de reflexão sobre as declarações de Cavaco Silva em que lembra artigos que escreveu, em 2003, no tempo do Governo de Durão Barroso, alertando para a possibilidade de acontecer em Portugal uma situação como a que agora vivemos.
Um dia, algumas pessoas talvez entendam como isto tem funcionado. Oxalá ainda se vá a tempo.

sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

É pena

É uma pena que não se leia tudo o que escreveram sobre Francisco Sá Carneiro os que, nestes dias, mais falam sobre ele. É mesmo uma pena.
E que dizer de quem usa mais a palavra «exactamente» do que qualquer outra? Tanta gente a falar do que não sabe. Até se ouve que Sá Carneiro não foi atacado, nomeadamente, pela «esquerda», pelo lado da sua vida pessoal...Enfim!

ERNANI LOPES


Ernâni Lopes partiu. A sua Vida, como Homem, como Cidadão, Como Servidor da Causa Pública, merece muito respeito e muita admiração. Foi um Patriota e serviu a sua Pátria em momentos difíceis.
Todos devemos prestar o devido tributo à sua Memória.